Você sabia que alguns produtos alimentícios contém células de bebês abortados?
Espacojames



Página Inicial
Listar Obras Malignas




Artigo N.º 9577 - Você sabia que alguns produtos alimentícios contém células de bebês abortados?
Artigo visto 7066




Visto: 7066
Postado em: 28/03/12 às 09:34:31 por: James
Categoria: Obras Malignas
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=31&id=9577
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Obras Malignas


Além da Pepsi, Gatorade e Trident também são elaborados com esta técnica diabólica... Confira a relação de produtos que utiliza células de bebês abortados. Veja aqui.

Pareceria ficção científica ou filme B de má qualidade, se não fosse criminoso e genocida. A empresa Pepsico contratou uma empresa de biotecnologia, a Senomyx, para testar em seus produtos a adição de células fetais abortadas. O objetivo é conseguir emular nos produtos artificiais da Pepsico, por meio de células resultantes de abortos humanos, o sabor natural dos alimentos de modo mais satisfatório. Dezenas de grupos pró-vida americanos manifestaram-se contra a tática de pesquisa da Pepsico e conclamaram os consumidores ao boicote aos produtos da empresa.



Movimentos Pró-Vida têm se manifestado contra a Pepsico, com o intuito de a empresa entender a vontade de seus consumidores. No mundo todo, a Senomyx tem se aliado a outros pólos de pesquisa sobre alimentos, como a Nestlé e a Solae. Os produtos com sabores artificiais de carne são os que mais têm avançado em razão desta linha de estudo biotecnológico, além dos adoçantes.

 



Essas informações talvez tragam mais luz sobre o motivo pelo qual o lobby abortista é tão grande no mundo, e especialmente no Brasil: matéria-prima mais barata, mais lucro! Como o Watergate ensinou: siga o dinheiro.

Fonte: http://humanitatis.net/?p=4166

--

Assim como a Pepsi, Lipton tea, Gatorade, Dentyne e Trident também usam células de bebês ABORTADOS

Boicote aos produtos abortistas!

O grupo "Filhos de Deus pela Vida" forneceu uma jeitosa lista de página inteira de produtos que usam células de bebês abortados ( Clique aqui para ver a lista ). A organização pró-vida recentemente desmascarou a empresa Pepsi e outras empresas por terem feito contrato com Semonyx, que usa células de bebês abortados para testar seus realçadores de sabores de alimentos e bebidas.

Além dos refrigerantes da Pepsi, a empresa é responsável por tais produtos populares como Mountain Dew, Ocean Spray, Seattle’s Best coffee, Aquafina, Lipton tea, Gatorade e Tropicana
Os produtos Kraft e Cadbury também entram na mesma categoria. Chiclets, Clorets, Dentyne e Trident são alguns dos produtos na lista dada na página de Filhos de Deus pela Vida.

Traduzido por Julio Severo de artigo do LifeSiteNews: Ocean Spray, Tropicana, Gatorade also on list of products using aborted fetal cell lines

Fonte: http://juliosevero.blogspot.com.br/

--


A empresa Pepsi, que lançará o novo produto Pepsi Next nas próximas semanas, está enfrentando um boicote mais forte enquanto ativistas pró-vida protestam contra o uso que a empresa faz de células derivadas de um feto abortado em pesquisas de realçamento de sabores. Mas a Pepsi teve sucesso, com a ajuda do governo de Obama, em seus esforços de impedir que seus acionistas pudessem examinar suas operações polêmicas.

Numa decisão dada em 28 de fevereiro, a Comissão de Título e Câmbio Americana (CTCA) determinou que o uso que a PepsiCo faz de células derivadas de bebês abortados permanece em seu acordo de pesquisa e desenvolvimento com Senomyx para produzir realçadores de sabores, constituindo “operações normais de negócios”.

Boicote contra a Pepsi

A carta assinada pelo advogado Brian Pitko do Gabinete do Promotor Público Chefe da CTCA foi enviada em resposta a um documento de 36 páginas apresentado pelos advogados da PepsiCo em janeiro de 2012. Nesse arquivamento, a PepsiCo apelou para que a CTCA rejeitasse a Resolução dos Acionistas apresentada em outubro de 2011 de que a empresa “adotasse uma política de empresa que reconheça os direitos humanos e empregue padrões éticos que não envolvam restos de seres humanos abortados tanto em acordos de desenvolvimento e pesquisas participativas quanto privadas”.

George A. Schieren, principal advogado da PepsiCo, comentou que a resolução deveria ser excluída porque “lida com assuntos relacionados às operações normais de negócios” e que “certas tarefas são tão fundamentais para administrar uma empresa no dia a dia que eles não deveriam ser sujeitos à supervisão dos acionistas”.

Debi Vinnedge, diretora-executiva de Filhos de Deus pela Vida, a organização que desmascarou a colaboração entre PepsiCo e Senomyx no ano passado, ficou “pasma com a apatia e insensibilidade” tanto dos executivos da PepsiCo quanto do governo de Obama.

“Não estamos falando sobre que tipo de canetas a PepsiCo que usar — estamos falando sobre tirar proveito dos restos de um bebê abortado para obter lucro”, disse ela. “Usar rins de embriões humanos (HEK-293) para produzir realçadores de sabores para suas bebidas não tem nada a ver com operações rotineiras!”

A PepsiCo também pediu que a resolução fosse excluída porque “inquiria com demasiada profundidade em assuntos de natureza complexa sobre as quais os acionistas não têm capacidade de fazer uma avaliação informada”.

“Em outras palavras, a PepsiCo pensa que seus acionistas são burros demais para compreender o que a PepsiCo está fazendo com os restos de crianças abortadas”, declarou Vinnedge. “Pois bem, eles estão para descobrir exatamente como o público é realmente esperto quando ele aumentar a pressão no boicote mundial!”

O senador Ralph Shortey, de Oklahoma, apresentou o projeto de lei SB1418 que proíbe a venda de produtos que são desenvolvidos ou contêm restos de bebês abortados. No caso dos produtos da Pepsi, as células derivadas dos bebês abortados não terminam no produto final.

“Elogiamos o senador por sua atitude corajosa”, comentou Vinnedge. “O público já está evitando todas as bebidas da Pepsi e a Pepsi Next é só isso — o próximo produto a se evitar!”
Até o momento, o boicote mundial se expandiu para incluir Canadá, Alemanha, Polônia, Inglaterra, Irlanda, Escócia, Espanha, Portugal, Austrália e Nova Zelândia.

Para mais informações, visite o site Children of God for Life.
Traduzido por Julio Severo do artigo de LifeSiteNews: Obama agency rules Pepsi use of cells derived from aborted fetus ‘ordinary business

Fonte: http://www.juliosevero.com/




Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!

Lenço Branco de N. Senhora
Saiba o que é, como fazer e as orações necessárias.
Óleo de São Rafael e Santa Filomena
Saiba mais sobre este santo remédio em tempos difícies
As 15 Orações de Santa Brígida
As promessas de Jesus para a alma que rezar estas orações.
Jesus eu Confio em vós
Nada negarei a alma que às 3 hs da tarde recitar minhas orações
Devoção às Gotas de Sangue de Cristo
Será livrado das penas do Purgatório.
Para os irmãos protestantes
Foi no colo de uma mulher que Deus colocou toda esperança do mundo



Total Visitas Únicas: 8.760.418
Visitas Únicas Hoje: 484
Usuários Online: 277