Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.193.376
Visitas Únicas Hoje: 1.196
Usuários Online: 233
Sistema de Busca

 

Ateismo
Espaço dedicado aos irmãos Ateus: "Achar que o mundo não tem um criador é o mesmo que afirmar que um dicionário é o resultado de uma explosão numa tipografia" (Benjamin Franklin)




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 2017 - Impresso: 79 - Enviado: 23 - Salvo em Word: 39
Postado em: 13/06/09 às 06:49:58 por: James
Categoria: Ateismo
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=63&id=1727
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Ateismo


Nossa vida não começou por acaso e nem vai acabar quando dermos o último suspiro

Através da observação de nós mesmos e das outras coisas criadas, somos levados a pensar precisamente na inteligência infinita, na bondade e na perfeição de Deus.



Acredito que cada um de nós já parou alguma vez e pensou: por quem fui criado(a)? Para quê fui criado(a)? Ou ainda, para onde vou? Estes interrogativos sondam o nosso coração, sobretudo em nós jovens, que somos tão cheios de energia, questionamentos, tão sedentos da verdade...

Já dizia um filósofo famoso que toda pergunta é na verdade uma afirmação. "Se pergunto por quem fui criado, é porque tenho a certeza de que alguém me criou. Se pergunto para quê fui criado, é porque sei que minha vida tem sentido, tem uma meta, que impulsiona meu existir. Se pergunto para onde vou, é porque sei que minha vida vai seguir um caminho, vai ter um desenvolvimento, uma maturidade e que vai atingir um fim."

Parece complicado, não é? Mas não é tanto assim, principalmente quando se está disposto a ouvir, de maneira sincera, o que diz o interior do coração. Você irá perceber que dentro dele existe um ardor, um verdadeiro desejo pelo infinito. É justamente por isso que fazemos estas perguntas. Temos a certeza de que a nossa vida não começou por acaso, nem vai acabar quando dermos o último suspiro.

Também nas outras coisas criadas percebemos isso. Quando olhamos ao nosso redor, sentimos o interrogativo sobre a origem do universo, do homem, da natureza, da técnica e da inteligência que a produz. São nesses momentos de reflexão que perguntamos então de onde nascem todas as coisas que admiramos.

É aí que entramos no ponto chave da nossa reflexão. Através da observação de nós mesmos e das outras coisas criadas, somos levados a pensar precisamente na inteligência infinita, na bondade e na perfeição de Deus.

Hoje, Ele o convida a consolar o Seu coração, pois Ele ama você. Se soubesse o quanto Ele ama, você choraria de alegria. E você poderia perguntar: "Como conheço a Deus?" Nós o conhecemos através do mundo criado, mas é em nome da criação, que proclamaremos os louvores de Deus. “Eu te louvo porque me fizeste maravilhoso; são admiráveis as tuas obras” (Salmo 139,14).

Pense nisso e você irá perceber a presença de Deus em sua vida.
Um abraço,


 



Fonte:cancaonova.com






Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 13/06/09 às 06:49:58 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.


Visite o espacojames nas redes sociais:



LEIA TAMBÉM




Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES