Espacojames


Página Inicial
Listar Fotos Milagrosas




Artigo N.º 3011 - Mais sobre o milagre de Lanciano
Artigo visto 3835 vezes




Visto: 3835
Postado em: 09/09/09 às 14:08:22 por: James
Categoria: Fotos Milagrosas
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=53&id=3011
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Fotos Milagrosas

Confira mais detalhes sobre precioso milagre eucarístico de Lanciano.

A antiga cidade de Anxanum dos Frentamos conserva nos últimos doze séculos o primeiro e maior milagre Eucarístico da Igreja Católica.

Esse extraordinário feito de Deus ocorreu no oitavo século de nossa era, na igrejinha de São Legonziano, por causa da dúvida de um frade basiliano sobre a presença real de Jesus na Eucaristia.

Durante a celebração da Missa, concluída a consagração do pão e do vinho, a hóstia "transformou-se" em Carne Viva e o vinho em Sangue Vivo formando cinco glóbulos irregulares e distintos uns dos outros em sua forma e tamanho.

A Hóstia-Carne, como hoje se observa muito bem, tem o tamanho da hóstia grande atualmente em uso na Igreja Latina. É ligeiramente escura e quando olhada contra a luz adquire um colorido róseo.

O sangue está coagulado, tem cor de terra tendente ao ocre. Desde 1713 a Carne está conservada num artístico Ostensório de Prata, finamente cinzelado, estilo napolitano.

O Sangue está contido numa rica e antiga ampola de cristal de rocha.

Os Frades Menores Conventuais guardaram o Milagre a partir de 1252, por determinação do Bispo de Chieti, Laudulfo, e por Bula Pontifícia emitida no dia 12 de maio do mesmo ano. Vale lembrar que antes destes frades, os  Monges Basilianos eram os protetores deste magnífico milagre até 1176; e os Beneditinos de 1176 a 1252.

Em 1258 os Franciscanos construíram o santuário atual que em 1700 sofreu uma transformação do estilo românico-gótico para o barroco.

O Milagre foi colocado inicialmente em uma capela ao lado do altar principal, passando em 1636 para um altar lateral da Nave onde ainda se conserva a antiga custódia em ferro batido e placa comemorativa.

 

Em 1902, o milagre foi então posto no segundo tabernáculo do altar monumental, construído no centro do presbitério pela população da cidade.

Aos vários reconhecimentos eclesiásticos, feitos em fins de 1574, seguem-se em 1970-1971 - e retomados em 1981 - os reconhecimentos científicos, executados pelo prof. Odoardo Linoli, (livre docente em Anatomia e Histologia Patológica e em Química e Microscopia Clínica), coadjuvado pelo prof. Ruggero Bertelli (Universidade de Siena).

As análises, procedidas com absoluto rigor científico e documental de uma série de fotografias ao microscópio, deram estes resultados, já anunciados em nosso site, mas que não custa serem relembrados:

      A Carne é carne verdadeira. O Sangue é sangue verdadeiro.
    *

      A Carne e o Sangue pertencem a espécie humana.
    *

      A Carne pertence ao Coração em sua estrutura essencial.
    *

      Na Carne estão presentes, em secções, o miocárdio, o endocárdio, o nervo vago e, pela expressiva espessura do miocárdio, o ventrícolo cardíaco esquerdo.
    *

      A Carne e o Sangue pertencem ao mesmo grupo sanguíneo AB.
    *

      No Sangue foram encontradas as proteínas normalmente existentes e nas proporções percentuais idênticas às encontradas no sangue normal fresco.
    *

      No Sangue foram encontrados também os minerais cloro, fósforo, magnésio, potássio, sódio e cálcio.
    *

      A conservação da Carne e do Sangue miraculosos, deixados em estado natural durante doze séculos e expostos aos agentes físicos, atmosféricos e biológicos constitui um Fenômeno Extraordinário.

Concluindo, pode-se dizer que a Ciência, chamada a manifestar-se, deu uma resposta segura e definitiva a respeito da autenticidade do Milagre Eucarístico de Lanciano.

O relatório dos cientistas observou outro detalhe impressionante: pesando-se as bolotas de sangue coagulado de tamanho e forma diferentes, cada uma delas tem exatamente o mesmo peso das cinco bolotas juntas!

Depois de concluídas tais pesquisas, peregrinos de todo mundo vêm venerar a Hóstia consagrada que se tornou Carne e o Vinho consagrado que se tornou Sangue.

Depois que foram conhecidas as conclusões dessa pesquisa científica, os peregrinos vêm de toda parte venerar a Hóstia que se tornou Carne e o Vinho consagrado que se tornou Sangue.

Trata-se de um milagre que desafia a Ciência e confirma a tese dos Santos Padres de que Jesus está "realmente" presente na Hóstia e no Vinho consagrados nas Missas de todo mundo.

Tal milagre desafia a ação do tempo, desafia a lógica humana e se apresenta como a prova mais viva das próprias palavras de Cristo ("isto é meu corpo...", "isto é meu sangue..").

 

 

Na primeira figura, à cima, (Eosine x 200) vemos o aspecto histological total de uma amostra da Carne com fibras, com a mesma  orientação longitudinal que ocorre nas camadas de superfície exteriores do coração.

Na segunda figura, (Mallory x 250), vemos algo que pode ser, muito próximo, uma filial do nervo vagal.

Na segunda figura acima, (Mallory x 400) evidencia-se do aspecto "áspero" do endocárdio.

Na segunda figura, vemos quatro mini-figuras que exibem os testes reativos que comprovam que o sangue pertence ao grupo AB.

 

Nesta figura, atesta-se o teste padrão "electro-phoretic" de proteínas do sangue (fotômetro de Cromoscan). Comprova que o sangue está vivo (fresco)!

 

 

Durante a celebração da Missa, concluída a consagração do pão e do vinho, a hóstia "transformou-se" em Carne Viva e o vinho em Sangue Vivo formando cinco glóbulos irregulares e distintos uns dos outros em sua forma e tamanho.

A Hóstia-Carne, como hoje se observa muito bem, tem o tamanho da hóstia grande atualmente em uso na Igreja Latina. É ligeiramente escura e quando olhada contra a luz adquire um colorido róseo.

O sangue está coagulado, tem cor de terra tendente ao ocre. Desde 1713 a Carne está conservada num artístico Ostensório de Prata, finamente cinzelado, estilo napolitano.

O Sangue está contido numa rica e antiga ampola de cristal de rocha.

 

 
 

 


Os Frades Menores Conventuais guardaram o Milagre a partir de 1252, por determinação do Bispo de Chieti, Laudulfo, e por Bula Pontifícia emitida no dia 12 de maio do mesmo ano. Vale lembrar que antes destes frades, os  Monges Basilianos eram os protetores deste magnífico milagre até 1176; e os Beneditinos de 1176 a 1252.

Em 1258 os Franciscanos construíram o santuário atual que em 1700 sofreu uma transformação do estilo românico-gótico para o barroco.

O Milagre foi colocado inicialmente em uma capela ao lado do altar principal, passando em 1636 para um altar lateral da Nave onde ainda se conserva a antiga custódia em ferro batido e placa comemorativa.

 

Em 1902, o milagre foi então posto no segundo tabernáculo do altar monumental, construído no centro do presbitério pela população da cidade.

Aos vários reconhecimentos eclesiásticos, feitos em fins de 1574, seguem-se em 1970-1971 - e retomados em 1981 - os reconhecimentos científicos, executados pelo prof. Odoardo Linoli, (livre docente em Anatomia e Histologia Patológica e em Química e Microscopia Clínica), coadjuvado pelo prof. Ruggero Bertelli (Universidade de Siena).

As análises, procedidas com absoluto rigor científico e documental de uma série de fotografias ao microscópio, deram estes resultados, já anunciados em nosso site, mas que não custa serem relembrados:

    *

      A Carne é carne verdadeira. O Sangue é sangue verdadeiro.
    *

      A Carne e o Sangue pertencem a espécie humana.
    *

      A Carne pertence ao Coração em sua estrutura essencial.
    *

      Na Carne estão presentes, em secções, o miocárdio, o endocárdio, o nervo vago e, pela expressiva espessura do miocárdio, o ventrícolo cardíaco esquerdo.
    *

      A Carne e o Sangue pertencem ao mesmo grupo sanguíneo AB.
    *

      No Sangue foram encontradas as proteínas normalmente existentes e nas proporções percentuais idênticas às encontradas no sangue normal fresco.
    *

      No Sangue foram encontrados também os minerais cloro, fósforo, magnésio, potássio, sódio e cálcio.
    *

      A conservação da Carne e do Sangue miraculosos, deixados em estado natural durante doze séculos e expostos aos agentes físicos, atmosféricos e biológicos constitui um Fenômeno Extraordinário.

Concluindo, pode-se dizer que a Ciência, chamada a manifestar-se, deu uma resposta segura e definitiva a respeito da autenticidade do Milagre Eucarístico de Lanciano.

 
 

 


O relatório dos cientistas observou outro detalhe impressionante: pesando-se as bolotas de sangue coagulado de tamanho e forma diferentes, cada uma delas tem exatamente o mesmo peso das cinco bolotas juntas!

Depois de concluídas tais pesquisas, peregrinos de todo mundo vêm venerar a Hóstia consagrada que se tornou Carne e o Vinho consagrado que se tornou Sangue.

Depois que foram conhecidas as conclusões dessa pesquisa científica, os peregrinos vêm de toda parte venerar a Hóstia que se tornou Carne e o Vinho consagrado que se tornou Sangue.

Trata-se de um milagre que desafia a Ciência e confirma a tese dos Santos Padres de que Jesus está "realmente" presente na Hóstia e no Vinho consagrados nas Missas de todo mundo.

Tal milagre desafia a ação do tempo, desafia a lógica humana e se apresenta como a prova mais viva das próprias palavras de Cristo ("isto é meu corpo...", "isto é meu sangue..").

 

 

 

 

Na primeira figura, à esquerda, (Eosine x 200) vemos o aspecto histological total de uma amostra da Carne com fibras, com a mesma  orientação longitudinal que ocorre nas camadas de superfície exteriores do coração.

Na segunda figura, (Mallory x 250), vemos algo que pode ser, muito próximo, uma filial do nervo vagal.

 

Na terceira figura, (Mallory x 400) evidencia-se do aspecto "áspero" do endocárdio.

Na quarta figura, vemos quatro mini-figuras que exibem os testes reativos que comprovam que o sangue pertence ao grupo AB.

 

Nesta figura, atesta-se o teste padrão "electro-phoretic" de proteínas do sangue (fotômetro de Cromoscan). Comprova que o sangue está vivo (fresco)!

No dia 5 de maio de 2005, o Dr. Linoli disse à Zenit.org que tratava-se realmente de tecido cardíaco. Quanto ao sangue, enfatizou que o "grupo sangüíneo é o mesmo do homem envolto no Sudário de Turim, é particular porque tem as características de um homem que viveu em regiões do Oriente Médio". Seu relatório foi publicado em "Quaderni Sclavo di Diagnostica Clinica e di Laboratori" em 1971. Em 1973, o conselho mais elevado da Organização Mundial de Saúde apontou uma comissão de cientistas para verificar as conclusões do doutor italiano. O trabalho durou 15 meses, com um total de 500 exames. As conclusões foram contundentes e confirmaram os estudos de Linoli. O extrato dos trabalhos científicos da comissão médica da OMS foi publicado em dezembro de 1976 em Nova York e em Genebra, confirmando a impossibilidade da ciência de dar uma explicação a este fenômeno.

No dia 5 de maio de 2005, Dr. Linoli participou de um Congresso, em Roma, sobre os milagres eucarísticos.

Vamos repetir: consultado por Zenit, o professor Linoli explicou que, "pelo que diz respeito à carne, encontrei-me na mão com o endocárdio. Portanto não há dúvida alguma de que se trata de tecido cardíaco".

Quanto ao sangue, o cientista sublinhou que "o grupo sanguíneo é o mesmo do homem do Santo Sudário de Turim, e é particular porque tem as características de um homem que nasceu e viveu nas zonas do Oriente Médio".

"O grupo sanguíneo AB dos habitantes do lugar de fato tem uma porcentagem que vai de 0,5 a 1%, enquanto que na Palestina e nas regiões do Oriente Médio é de 14-15%", apontou.

A análise do professor Linoli revelou também que não havia na relíquia substâncias conservantes e que o sangue não podia ter sido extraído de um cadáver, porque se haveria alterado rapidamente.

"Os milagres eucarísticos são fenômenos extraordinários de diferente tipo", explicou o diretor do Congresso, o padre Rafael Pascual LC, na Rádio Vaticano: "por exemplo, há a transformação das espécies do pão e do vinho em carne e sangue, a preservação milagrosa das Hóstias consagradas, ou algumas hóstias que vertem sangue... Na Itália, há vários lugares onde ocorreram estes milagres eucarísticos --declarou--, mas também os encontramos na França, Alemanha, Holanda, Espanha" e alguns "na América do Norte".

Impressionante, não?

Conheça a oração...

Oração

Ó Jesus, Pão vivo descido do céu, como é grande a Vossa bondade!

Para perpetuar a fé na Vossa Presença Real na Eucaristia, com extraordinário poder, vos dignastes mudar as espécies do pão e do vinho em Carne e Sangue, como se conservam no Santuário Eucarístico de Lanciano.

Aumente sempre mais a nossa fé em Vós, Senhor sacramentado! Ardendo de amor por Vós, fazei com que, nos perigos, nas angústias e nas necessidades, só em Vós encontremos auxílio e consolação, ó divino Prisioneiro dos nossos tabernáculos, ó Fonte inesgotável de todas as graças.

Suscitai em nós a fome e a sede do Vosso alimento eucarístico para que, saboreando este pão celeste, possamos gozar da verdadeira vida agora e sempre. Amém.


Fonte: www.revistacatolica.com



LEIA TAMBÉM
Milagre Eucarístico de Lanciano
Lençol, por trás da imagem de Nossa Senhora
Luzes sobrenaturais Bayside EUA
Vulto de Nossa Senhora Pairando
Asas de São Miguel?
Recebendo a Santa Hóstia 5 - Foto impressionante!
Recebendo a Santa Hóstia 4 - Esta é impossível não crer!
Recebendo a Santa Hóstia 3 - Observem a hóstia na boca dos jovens.
Recebendo a Santa Hóstia 2 - Foto impressionante!



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.170.094
Visitas Únicas Hoje: 338
Usuários Online: 279