Espacojames


Página Inicial
Listar Artigos Site Aarão




Artigo N.º 5857 - A GRIPE
Artigo visto 2455 vezes




Visto: 2455
Postado em: 05/08/10 às 12:50:42 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=5857
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

Está escrito no Salmo 63, 2 Ouvi, Senhor, minha lastimosa voz. Do terror do inimigo protegei a minha vida, 3 preservai-me da conspiração dos maus, livrai-me da multidão dos malfeitores. 4 Eles aguçam suas línguas como espadas, desferem como flechas palavras envenenadas, 5 para atirarem, do esconderijo, sobre o inocente, a fim de feri-lo de improviso, não temendo nada. 6 Obstinam-se em seus maus desígnios, concertam, às ocultas, como armar seus laços, dizendo: Quem é que nos verá? 7 Planejam crimes e ocultam os seus planos; insondáveis são o espírito e o coração de cada um deles.

Estas palavras duras, hoje mais do que nunca têm um endereço certo, e atingem como dardos o coração dos inimigos da raça humana, e não falo dos demônios, falo de gente que tem aparência de gente, mas não tem mais alma. Nenhum ser que seja humano de fato, e dotado de alma, de fato, teria coração, ousadia, crueldade ou tanto ódio capaz de cometer o genocídio que preparam estes filhos das trevas. Falo da besta insana que hoje estende os seus tentáculos sobre a terra, não só isso, faz abalar todo o Universo.
 
Nos últimos meses temos visto estenderem-se sobre o planeta terra as asas negras de um espantalho, com nome de gripe suína, sei lá o código “H” que lhe dão nada mais do que um doença benigna – vou provar que é benigna diante das outras que a besta já tem preparadas – mas já desta é feito um pandemônio. Imagine aquela que vem anunciada pela Escritura que está em Zacarias 14, 12... apodrecerá sua carne, estando eles ainda de pé; seus olhos apodrecerão dentro de suas órbitas, e apodrecer-lhes-á a língua dentro da boca. Esta doença virá dos mulos e dos cavalos. E isso vem, fabricado pelo homem, não será Deus a castigar ninguém, apenas Ele o permitirá, em vista do crescendo da maldade do homem que se afasta a cada dia mais de Seus caminhos.
 
Existe um Decreto que se deve escrever e maiúsculo, para que fique gravado fundo na alma humana e dele nunca se afaste nossa raça rebelde de seres ditos inteligentes: TODA VIDA A Deus PERTENCE. Falo toda, não somente a vida humana, mas a vida animal irracional e a também a vida sensitiva de qualquer espécie, e qualquer tamanho, desde a microscópica bactéria e do vírus mais diminuto, até a baleia azul, o maior de todos os animais já visto no planeta. Não somente a vida em si, mas pertence a Deus toda a cadeia da vida, o DNA espiral condutor, que contém toda a ordem criadora dos seres vivos. Isso quer dizer que, jamais foi dado ao homem mexer nesta cadeia, porque somente aquele que é Onisciente é capaz de avaliar os prejuízos que a incúria, a pressa, e a maldade do homem é capaz de causar nela, tentando fazer-se, ele também criador.
 
Quando escuto esta palavra: “melhoramento genético”, ou qualquer termo ligado à manipulação dos genes, por uma “melhora de produtividade”, ou até mesmo no homem, por algum pretenso aumento da longevidade, tudo isso me causa arrepios. É porque na cadeia da vida, as ordens criadoras que dão vida a todos os seres semoventes, são de uma complexidade tão assombrosa que jamais, mesmo que ainda caminhe por milênios, o homem será capaz de entendê-la em toda a profundidade. Antes disso ele entenderia a Deus, o que é outra impossibilidade para o cérebro diminuto do homem.
 
Entretanto, o que temos visto nas últimas décadas? O homem altera a cadeia da vida, recombina genes, insere ordens tresloucadas nas células e faz tudo isso sem medir o alcance de seus atos. Mais que isso, persegue com obstinada e maligna ousadia modos e meios de criar doenças – usando a face bonita da cura – tendo, entretanto, o mórbido desejo de exterminar no mínimo 9/10 da humanidade atual. É absoluta e completamente ininteligível que tais pessoas possam existir agir assim. Porque ultrapassaram em muito a maldade dos demônios, a quem, no entanto servem eles que os seguem, e obedecem.
 
Voando pelos caminhos da internet é possível hoje ficar sabendo de coisas de tal modo estarrecedoras, que um seu realmente – e ainda – humano entenderá como o último extremo da loucura última. Loucura dos que desafiam ao Criador e lançam contra Ele o mesmo repto de Lúcifer o abjeto anjo negro, com quem se mancomunaram os inimigos da humanidade. Loucura porque em análise última o peso dos atos deles acabará por cair nas suas cabeças, porque estes mesmos atos levam à extinção da raça humana.
 
Que esta tal de “gripe suína” que tanta celeuma está causando hoje? Nada mais que uma gripe forjada em laboratório, uma doença criada por “cientistas” de satanás, com vistas de imediato a três objetivos claríssimos: 1 – Criar uma doença capaz de gerar uma pandemia – algo que atinja todo o planeta e cause pânico e as obrigue a procurar medicamentos – visando a: 2 – Geração de lucros astronômicos com a venda de vacinas para os governos do mundo inteiro. 3 – Observação atenciosa do comportamento das massas humanas, para futuras introduções de novos vírus, de novas doenças, capazes estas sim, de dizimar nações inteiras, enquanto a besta hedionda engorda seus cofres com rios de ouro.
 
Fazem isso com plena consciência de seus atos. Fazem isso, com a conivência plena dos governos do planeta, já vendidos aos seus objetivos sórdidos, já comprados ao peso das suas almas negras. Fazem sob o chicote da mídia maldita, manipulada, tendenciosa, mentirosa, bandida, completamente submissa aos planos do inferno, levando os povos ao desespero, as famílias à ruína, a própria economia das nações ao estado de pânico. Fazem isso com o objetivo implícito de inocular nos vacinados, novos vírus, doenças mortais, que se irão desenvolver nos organismos, para explodir adiante em pandemias incontroláveis. Tudo sob as gargalhadas do inferno, já quase infrene, eis parte da batalha final.
 
Esta nova gripe, pelo que falam os cientistas ainda não contaminados pelo veneno da fera, nem presos pelo visgo dos demônios, nada mais é que a combinação de três tipos de vírus causadores de gripes. Combina o vírus da gripe dos porcos asiáticos, com a gripe das aves já antes suscitada, e a gripe espanhola que nos idos de 1929 matou em todo mundo milhões de pessoas. Para conseguir este vírus maldito, estes bandidos foram buscar o cadáver de uma mulher do povo “inuit”, nos arredores do Pólo Norte que morreu daquela doença e se conservava ainda congelado.
 
Ou seja: a sã consciência, o desejo salutar de beneficiar a raça humana, mandava que tal corpo fosse de fato destruído, cremado, para que tal “cepa” de vírus jamais pudesse vir a contaminar as pessoas. Entretanto o desejo torpe de matar as pessoas, de usar tais vírus como arma de guerra contra povos indefesos, fê-los ressuscitar a praga, para servir aos seus insanos objetivos. Incrível é como a humanidade assiste passivamente a tudo isso, sendo poucos os que levantam a voz, que gritam ainda, neste mundo de surdos que se volta para si mesmo, que berra para si, grita para si, mas não quer saber da verdade.
 
Os mesmos cientistas avisam que tais vírus – do porco, das aves, dos macacos – de muitas espécies animais são levados em “pesquisa” nas naves espaciais tripuladas, para que, fora do espaço da terra, nas altas camadas da atmosfera sofram mutações que os tornem ferozmente mais assassinos. Dirá alguém que isso é mentira, dirão milhares que isso é loucura, digo eu tudo é possível nesta altura. Nada mais me espanta, nada mais me impressiona vindo destes carrascos infernais.
 
Ou seja: naturalmente os vírus dos animais não podem atacar os seres humanos, até porque cada um tem características que impedem o contágio. Já os animais, as aves, os porcos, os macacos, adquiriram certa imunidade contra os ataques destes mesmos vírus, porque o Criador os proveu de defesas naturais, capazes de – se não evitar – pelo menos diminuir os efeitos da infecção do organismo, impedindo que espécies sejam dizimadas por tais doenças. Naturalmente, sem os medicamentos de farmácia, nas florestas os bichos acabariam por desaparecer se não tivessem suas defesas naturais contra pestes.  
 
Entretanto, a maldade humana viu nestes mesmos vírus e na manipulação de sua composição genética, um meio de eliminar vastas levas de povos do planeta, sem ter que fazer uso do alto custo da guerra. Para isso, eles partem das cepas dos vírus animais, e nelas introduzem a variante humana – a gripe espanhola – que então sim, consegue fazer ponte e infectar humanos. Ou seja, sem a manipulação genética seria impossível – ou bem mais difícil – que os vírus das doenças dos animais passassem a infectar o homem. É, pois, com o objetivo decidido de matar que eles criam em laboratório estas doenças, porque esta é uma forma não somente barata – mas ainda lucrativa – de exterminar aquelas populações que eles julgam excedentes, ou “bocas inúteis”, que querem eliminar.
 
Por uma loucura ímpar, tão logo se espalhou a notícia do vírus, imediatamente os pregões das bolsas de valores do mundo passaram a inflar as ações das empresas que produzem vacinas, quando naquele momento os seres racionais as deveriam fazer despencar. Como já expliquei em outro artigo, fontes com transito na internet denunciaram que, tão logo a doença foi diagnosticada no México, de algum lugar dos Estados Unidos, motoristas donos de caminhos frigoríficos eram contratados para levar milhões de vacinas a pontos estratégicos dos Estados Unidos com vistas a atender a população americana. Isso quer dizer que as vacinas já estavam preparadas ANTES do surgimento da doença.
 
Anos atrás, quando surgiu a “gripe aviária” foram muitas as denuncias de que foram os cientistas de satanás que infectaram de propósito das aves migratórias, para que elas levassem os vírus entre as nações por onde passava sua rota. Tratava-se, também aquela, de uma gripe fabricada em laboratório, que transformava toda a humanidade em cobaias destes cientistas infernais.  Todos sabem – e lembram – o quanto a mídia nojenta rastreou e maximizou os efeitos daquela praga, obrigando as populações a se imunizarem assim causando um transtorno indescritível para os povos. Agora, tudo leva a crer que eles mesmos espalharam os vírus entre as nações, até porque porco não voa, nem passa de um continente a outro. Tudo indica uma inoculação intencional e calculada.
 
Deste modo é possível que a ousadia diabólica, a maldade infrene destes demônios vivos, está para lançar sobre a humanidade pragas cada vez mais aterradoras, até que se cumpra aquilo que Zacarias falou “apodrecerá sua carne, estando eles ainda de pé; seus olhos apodrecerão dentro de suas órbitas, e apodrecer-lhes-á a língua dentro da boca”. O grande problema está em que eles desconhecem totalmente o alcance de seus próprios atos. Eles mesmos tateiam – e por isso testam cada vírus – porque ainda não conseguem manter o controle do processo. Um imenso e aterrador mal poderá vir não só do processo humano da criação dos vírus em laboratório, mas em que isso pode criar condições a que os próprios vírus, na natureza e no organismo humano, possam criar mutações incontroláveis, que nem mesmo as vacinas pré-fabricadas conseguirão sustar.
 
Eis o mal que acabará por atingir a aqueles que no fundo desejam apenas eliminar da terra, os filhos e as filhas de Deus, para que reine Lúcifer como soberano. Visam eles um verdadeiro massacre geral, verdadeiro genocídio intencional com origem nos laboratórios do inferno. Para isso a cada dia são desenhados novos vírus, biologicamente combinados com outros, que estão já agora engordando satanicamente os caixas da indústria dos medicamentos, esta uma das mais hediondas jamais vistas no planeta. Creio mesmo que está aqui, o verdadeiro cérebro do câncer do mundo.
 
Todos os que nos acompanham nos últimos anos têm percebido o quanto tenho me levantado contra os produtos alimentares de origem química, industrial, falo daqueles produzidos artificialmente e não metabolizados. Ora, o Criador de todas as coisas, antes de criar os seres semoventes, já antes providenciou para eles o alimento abundante, em cada meio ambiente, para que o processo da perfeição continuada não sofresse percalços e cada espécie conseguisse assim subsistir pelos milênios afora.
 
Desta forma, a cadeia alimentar começa nos micro organismos que transformam o solo e dão condições de vida ao alimento, pelas infindáveis espécies plantas fixas, até chegar aos seres que se movem. E seguindo entre estes, desde as bactérias, as maiores e mais fortes se alimentam das menores e mais fracas, e tudo isso vai num crescendo perfeito que torna a cadeia alimentar num maravilhoso processo mantenedor da vida, perfeito em todos os sentidos, fantástico e indescritível. Assim, o ferro, o cálcio metabolizado pelas diferentes espécies, e todos os outros minerais e gases necessários a uma vida, unidos à água, se tornam – somente estes – perfeitos e adaptados aos organismos animais. Sim, do homem, também! Principalmente dele, eis que no topo último da cadeia!
 
Ora, ninguém até hoje conseguiu me provar o contrário: todas as doenças atuais, toda a pouca resistência atual do organismo humano ao câncer, à AIDS, e tantas outras doenças que explodiram nas últimas décadas, têm origem nos elementos nocivos que o homem ingere, através de elementos químicos não produzidos ou metabolizados pelos seres inferiores. E isso inclui o cloro usado nas redes de abastecimento de água das cidades e inclui o flúor da pasta de dentes. Podem ter certeza plena: por trás destes dois produtos se esconde já um demônio vingador, que ataca os organismos. É de fontes como esta, de produtos químicos industriais que ingerimos – vindos até do petróleo, imaginem – e dos milhares de venenos fabricados pelo homem que provêem a maioria das doenças atuais.
 
Minha família, inteira, desde muitos anos simplesmente não consegue mais consumir a água da rede comum, devido ao cloro nela contida. Milhares de pessoas hoje sofrem de cólicas estomacais e outros problemas, sem saber que a origem é o cloro da água. Ou se trata de produtos contidos no macarrão, nos embutidos, no leite que é algo podre, mas com químicos dentro pode permanecer “consumível” por até seis meses. Entre estes aditivos, pode estar até a soda cáustica, como se viu anos atrás acontecer com uma distribuidora de leite de Minas Gerais.
 
Assim, a grande verdade é que, com nenhum destes produtos que citei, se teve o cuidado de, antes de colocar no mercado, proceder a um estudo de longo prazo, que demande pelo menos 30 anos de estudo, a fim de obter provas conclusivas de que não afetam ao nosso organismo. Isso acontece porque é desejo da besta, que manipula os laboratórios de todo o planeta, criar doenças para vender medicamentos. É manter os povos doentes para enfraquecer a cadeia da vida. É degenerar as raças para poder manipulá-las a bel prazer. É no final torná-las dependentes de químicos produzidos por eles, porque em troca deles podem adiante impor a submissão voluntária, até mesmo através da marca da besta.
 
Nos escaninhos deste processo, outros trunfos diabólicos deles surgem claros. Vemos agora, em todo mundo, este pânico quase generalizado devido a esta gripe, quando de fato a gripe comum, caseira, milenar, mata 10 vezes mais que esta. Mata milhares em todo mundo e todos os anos. Mas daquela não interessa a estes agentes do mal divulgar os números, porque se cura com remédios caseiros, e alguns comprimidos baratos. Tal como os animais aprenderam a combater suas doenças com plantas. Mas querem que nós consumamos veneno. Por isso incitam a mídia deles a fazer este estardalhaço todo, criando situações que chegam ao disparate. Ao cúmulo da estupidez!
 
Hoje mesmo acabei de colocar no site a notícia de que a Diocese de Joinvile, por ordem de seu bispo e em união com os órgãos públicos, suspendeu todas as reuniões em vista da gripe. E acabarão por chegar ao objetivo da besta que é evitar que vão a Missa, pois até já tiraram a água benta. E já proíbem a comunhão na boca, já proíbem o toque das mãos e os cumprimentos, já cortaram o abraço da paz – este até que foi bom – e não resta dúvida de que há seu tempo proibirão os fiéis de ir a Missa. Mais um ponto para a besta, que com isso atinge seus sórdidos objetivos. E acabarão por dizer que somente na comunhão, na Eucaristia, é que se adquire a doença.   
 
Mas ela não se adquire nas festas e farras. Proíbem a missa, mas não a discoteca. Proíbem a comunhão na mão, mas não os encontros do motel. Fecham as igrejas, mas não fecham os bares. A água benta das igrejas contamina a água da rede pública não. Mesmo que aquela seja tirada da rede. Proíbem os encontros de oração nas igrejas, - porque pode trazer contágio – mas fazem circular ônibus abarrotados de gente, que assim não pega a gripe. Enquanto isso, os crentes, da mesma cidade, já anunciaram que vão continuar com suas reuniões e encontros normalmente, ainda que venham a ser multados pela prefeitura. E nós católicos ficamos devendo mais esta a Deus! Covardes! Pusilânimes! Medrosos! Mesmo tendo em mãos o lencinho de Nossa Senhora!
 
A quem, somente, agrada este comportamento? Ao inferno! Só ele nos quer ver longe da Igreja, do Confessionário, da Missa, da Eucaristia, dos Sacramentos que salvam. Só ele – porque medroso e escondido – nos quer ver medrosos e escondidos. Como pode ser que nossos bispos não tenham mais a fé capaz de sair em defesa das coisas da nossa Igreja, antes capitulem com tanta facilidade diante da besta bandida? Como pode ser que nossos sacerdotes, nossos guias maiores, não tenham mais discernimento capaz de perceber aquilo que nós pequenos percebemos com tanta clareza? Falta humildade! Falta ligar-se mais em Deus! Falta-lhes verdadeiramente o Espírito Santo.
 
Sim, eles deveriam acalmar o povo! Alertar para que não dêem ouvidos á mídia! Que não escutem mais os telejornais, pois mentem. Trazem estatísticas furadas! Penso até que os hospitais hoje torcem para que haja em seu domínio um doente infectado pelo vírus, pois isso dá ibope. E por isso mesmo penso que mentem: morrem pessoas da gripe comum, mas dizem que foi da “suína”. Que não é assassina! É menos virulenta que a outra! Mata menos! Mas já se tornou normal morrer dela, não dá ibope falar disso.
 
Por outro lado, vemos outro assunto que tem dado ibope ultimamente, a guerra entre a Rede Globo e Record, com as denuncias do assalto aos fiéis da Igreja Universal, pelo bando do Edir Macedo. São fatos gravíssimos denunciados pela Justiça. Mas que vieram a público apenas depois que a Record adquiriu os direitos de transmissão da Copa de 2014, tirando o queijo da boca da toda poderosa plim, plim! É isso que se anuncia! De fato, a globo sabe desde muito que a Universal com sua rede Record é uma fábrica de desmandos, no mais hediondo comércio da fé, jamais havido em todos os tempos.
 
De nossa parte, porém, isso nos agrada, porque com isso percebemos que já começa a surtir o efeito das 53 milhões de Ave Maria que estamos rezando pela queda desta e de outras sete barreiras. Assim batem-se dois gigantes do mal e o saldo – negativo sempre entre eles e para ambos – se torna positivo para nós porque caindo as duas redes, uma das mais aterrorizantes avalanches de mal que entra em nossos lares será barrada. Não pensem que a Rede Globo é boazinha denunciando Edir Macedo e seus comparsas. O vídeo que a Globo mostrou de Edir Macedo já circula a décadas na internet. Por que não divulgaram antes? Porque se tapavam com a mesma coberta: a asa de morcego de satã! 
 
Assim, Deus usa dos fortes para derrubar outros. E assim nós veremos, com nossos olhos de carne e ainda aqui, caírem um a um todos estes inimigos de Deus, basta que continuemos com a Ave Maria. Já disse e volto a repetir: nada no Universo, resiste ao peso das Ave Maria! Até mesmo o próprio Deus se verga diante delas, não porque elas abatem sua fronte divina, mas porque seu canto vibrante enternece o seu Coração. E é então que Ele Mesmo Se verga para atender às súplicas incessantes que elas trazem. E por elas que veremos ruir uma a uma, todas as barreiras que impedem o retorno do Senhor que vem, e vem para nos libertar! Inclusive dos maus cientistas!
 
E se por um lado ouvimos o rufar dos tambores do inferno anunciando seu definitivo e último assalto, vemos também que o embate das próprias hordas indômitas de seus domínio se batem entre si, é, pois um exército esfacelado, um reino dividido sobre si, tal como Jesus explicou nas Escrituras. E que é fadado à ruína, e esta ruína eterna. Isso porque as Ave Maria que rezamos são como um potente vibrador que faz tremer até os alicerces as estruturas do mal, que não resistem a este som para eles aterrorizante. A Ave Maria quem sabe não incomoda ao ouvido da besta humana, mas certamente acabrunha os demônios que a comandam. E como pode ser forte quem treme diante de uma tão simples e singela oração? Por que temer então?
 
Eis porque anuncia o profeta Zacarias, 13 Naquele dia o Senhor semeará o pânico no meio deles, de sorte que se atacarão mutuamente, e levantarão as mãos uns contra os outros.. E é como continua o Salmo 63, 8.. Deus os atinge com as suas setas, eles são feridos de improviso. 9 Sua própria língua lhes preparou a ruína. Meneiam a cabeça os que os vêem. 10 Tomados de temor, proclamam ser obra de Deus, e reconhecem o que ele fez. 11 Alegra-se o justo no Senhor e nele confia. E triunfam todos os retos de coração.
 
Ora, se temos Deus por escudo, quem nos poderá atingir? Acaso a gripe suína? Acaso a doença da vaca louca? Acaso a gripe aviária? Acaso a peste dos mulos e cavalos? Ora, o Senhor é Deus dos retos de coração, a eles mal algum atinge. Ou aflige! Quem de nós, pois, está com a alma aflita por causa da pandemia atual, na verdade ainda não está posto nas mãos de Deus, nem está preparado para ver os inimigos Dele se destruírem a si mesmos, pois o Senhor os combate em seu campo, e sem levantar um só dedo os aniquila. E faz isso, permitindo que eles se destruam mutuamente, numa batalha inglória, pois são de antemão vencidos e derrotados, nossa vitória é certa e infalível. A Escritura nos antecipa já este final, pois reafirmo: triunfarão todos os retos de coração.
 
São inúmeras as passagens bíblicas que anunciam um dia da vingança de Deus, não vingança em si, mas um tempo onde Deus permitirá aos homens maus que eles mesmos se auto-exterminem, não para que se percam antes para que acordem em tempo de se salvar. Muitos deles, no final, perceberão a imbecilidade infinita que é afrontar a Deus. E acima de todos, estes maus cientistas, muitos dentre eles encontrarão morte horrenda pela fúria das doenças que eles próprios inventaram. Isso já aconteceu no passado, ainda hoje acontece, e acontecerá sempre mais. Eles provarão do próprio veneno, podem ter certeza disso, mas jamais eles conseguirão extirpar da face da terra os filhos de Deus.
 
Por hora ainda, e por algum tempo, eles planejam realizar campanhas de vacinação em massa dos povos, não para combater esta gripezinha tola que agora criaram, mas SIM – e ouçam bem – para inocularem doenças nos povos, doenças que podem ficar latentes, por certo tempo no organismo humano, para explodirem tempos depois em pandemias incontroláveis. Acreditem, eles planejam isso: meter doenças nas pessoas e não as curar como alegam. Tudo isso de agora é apenas teste!
 
Quanto a nós, temos o Óleo de São Rafael, temos o lencinho de Nossa Mamãe, e acima de tudo temos Deus ao nosso lado. Diz a Escritura: o meu justo viverá pela fé! O lenço e o óleo são para os que acreditam, não para os incrédulos. A estes resta colocar seu corpo e sua alma nas mãos da besta, para que sirvam de repasto ao anticristo. Ninguém poderá apegar que não sabia, que não estava preparado. Eis porque milhões de bons irão também desaparecer da face do planeta. Porque incrédulos!
 
Então: divulguemos o lencinho, o óleo e os sacramentais do Céu, também os da Igreja. Eles serão nossa proteção plena, na grande tribulação que se delineia. Acreditem, antes que morram todos, estes maus cientistas levarão consigo milhões de vidas humanas. Até que se afoguem no sangue das vítimas, ou sejam devorados pelos vermes que criaram.
 
Sem medo então, eia filhos Deus, já se ouvem os passo do Rei! Ele vem! (Aarão)


www.recadosaarao.com.br



LEIA TAMBÉM
São Leopoldo Mandic: Apóstolo do confessionário
Martinho Lutero, homicida e suicida
Maria - Feliz aniversário
Bula Papal
Práticas de Jejum
VISÃO DE DOM BOSCO (magnífico)
Vocação de mãe
Como funciona a CNBB - A tolerância dos moderados
OS ÚLTIMOS TIRANOS



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.278.809
Visitas Únicas Hoje: 1.875
Usuários Online: 488