Espacojames


Página Inicial
Listar Parábolas e Histórias




Artigo N.º 20 - Parábola do rico insensato
Artigo visto 2753 vezes




Visto: 2753
Postado em: 08/04/08 às 16:12:05 por: James
Categoria: Parábolas e Histórias
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=5&id=20
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Parábolas e Histórias

Cuidado com a ganância -

Dentre a multidão, alguém lhe disse: «Mestre, diz a meu irmão que reparta a herança comigo.» Ele respondeu-lhe: «Homem, quem me nomeou juiz ou encarregado das vossas partilhas?» E prosseguiu: «Olhai, guardai-vos de toda a ganância, porque, mesmo que um homem viva na abundância, a sua vida não depende dos seus bens.»
Disse-lhes, então, esta parábola: «Havia um homem rico, a quem as terras deram uma grande colheita. E pôs-se a discorrer, dizendo consigo: ‘Que hei-de fazer, uma vez que não tenho onde guardar a minha colheita?’ Depois continuou: ‘Já sei o que vou fazer: deito abaixo os meus celeiros, construo uns maiores e guardarei lá o meu trigo e todos os meus bens. Depois, direi a mim mesmo: Tens muitos bens em depósito para muitos anos; descansa, come, bebe e regala-te.’ Deus, porém, disse-lhe: ‘Insensato! Nesta mesma noite, vai ser reclamada a tua vida; e o que acumulaste para quem será?’ Assim acontecerá ao que amontoa para si, e não é rico em relação a Deus.»

Comentário do Evangelho

Acumulo de riquezas

No evangelho de hoje temos um dos quatro textos exclusivos de Lucas que denunciam a ambição e a acumulação das riquezas (cf. Lc 1,52-53; 6,24-26; 16,19-31). Jesus descarta o papel de mediador na partilha de bens deixados como herança. Contudo, aproveita este caso para a denúncia da ambição e da acumulação de riquezas. A parábola contada é de simples compreensão, clara e sugestiva. Em fins do século IV, são João Crisóstomo afirma, em sua Homilia sobre a Primeira Carta a Timóteo, que "não é possível enriquecer sem cometer mil iniqüidades" e quem recebe a herança de seu pai "recebe o que foi juntado à força de iniqüidades" por aqueles que "se apoderaram e beneficiaram do alheio".

Oração

Pai, preserva-me do apego exagerado às riquezas, as quais me tornam insensível às necessidades do meu próximo. Que eu descubra na partilha um caminho de salvação.


Bíblia Sagrada
Lc 12, 13-21



LEIA TAMBÉM
Parábola do juiz e da viúva
Parábola do Juiz iníquo: ( Lc 18,1-8;).
PARÁBOLA DO MORDOMO INFIEL
Parábola do Filho pródigo: ( Lc 15,11-32;).
Parábola da Grande ceia: ( Lc 14,16-24;).



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.340.529
Visitas Únicas Hoje: 481
Usuários Online: 127