Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 9361 - Piauí: besouros invadem até igrejas, mas estas não invocam o auxílio do Céu
Artigo visto 2382 vezes




Visto: 2382
Postado em: 19/01/12 às 10:26:49 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=9361
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque


Uma praga sem precedentes de besouros infestou as ruas e os prédios de São João do Piauí, a 441 km de Teresina. Até as novenas tiveram de ser suspensas, pois nem sequer a Igreja Matriz de São João Batista escapou, segundo a UOL Notícias.

Segundo o padre Alaércio de Carvalho Souza, “os besouros mordem e deixam um líquido ácido que queima como fogo. A cidade está completamente infestada deles, que, além de picar as pessoas, deixam um mau cheiro”.


Os besouros são chamados de cascudos, têm a coloração preta com verde metálico e medem de 1 cm a 1,5 cm de comprimento.

Recolhemos uns 10 baldes de besouros e botamos fogo em todos, mas não sei o que acontece que à noite eles minam de todos os buracos. De dia, a cidade fica um mar de besouros. A gente passa o dia varrendo e no dia seguinte mais besouros aparecem”, disse o padre.

“Fica impossível rezar com uma nuvem preta de besouros voando e nos atacando”, acrescentou.

Eu nunca vi nada igual. Moro na cidade há 35 anos e nessa época é comum aparecer besouros, mas nesta quantidade eu nunca vi”, disse a aposentada Maria Fernanda da Silva, 63.

A preocupação maior dos moradores é com as crianças, principalmente os bebês. “Minha netinha de 4 meses de vida esta toda picada nas pernas e nos braços, mesmo a gente usando o mosquiteiro para proteger o berço. Os besouros encostam no mosquiteiro e quando ela está dormindo recebe a picada.”


Segundo a UESPI (Universidade Estadual do Piauí), a praga ocorre devido a uma deficiência de predadores naturais. Para o laboratório de biologia da UESPI, uma das possíveis causas é a poluição do rio Piauí, que acarretou o desaparecimento dos anfíbios que comiam os besouros.

A existência de pragas é tão antiga quanto a memória da humanidade. A Igreja tem recursos especiais com orações, bênçãos e atos de culto específicos para afastá-las e proteger os homens.

Nada na informação sugere que tenham sido utilizados? Por que?

Teriam sido esquecidos ou postos de lado como crendices da mal chamada “Igreja pré-conciliar”?


Fonte:
http://esta-acontecendo.blogspot.co
m

 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 6.933.925
Visitas Únicas Hoje: 495
Usuários Online: 325