Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.420.761
Visitas Únicas Hoje: 1.302
Usuários Online: 481
Sistema de Busca

 

Destaque




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 1352 - Impresso: 46 - Enviado: 14 - Salvo em Word: 29
Postado em: 19/03/10 às 22:02:16 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=4632
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

VATICANO, 19 Mar. 10 / 01:23 pm (ACI).- Em um boletim de imprensa em espanhol intitulado "A Igreja, entre a confiança e a desconfiança", a arquidiocese mexicana de Acapulco destacou a mão firme do Papa Bento XVI quem sempre rechaçou os casos de abusos sexuais cometidos por alguns membros do clero. Deste modo condenou a campanha da parte de alguns na mídia que só procuram agredir a Igreja Católica.


O texto assinala que "os casos de pederastia de alguns sacerdotes em diversas regiões do mundo, sobre tudo na Europa e nos Estados Unidos provocaram muita vergonha e dor. O Papa Bento XVI qualificou esta repugnante conduta como crime atroz que deve ser condenado em toda ocasião, sobre tudo quando é cometido por clérigos".

Depois de reconhecer que somente uns poucos dirigiram a informação nos meios adequadamente, o boletim adverte que "abundaram aqueles que magnificam os fatos com uma intenção dolosa de promover o desprestígio da Igreja e de semear a confusão em muitos dos fiéis".

Logo depois de comentar que a cifra total de abusos em diversos países é muitíssimo maior que o número daqueles cometidos por alguns membros do clero, precisando ainda que isto não os justifica absolutamente, a arquidiocese de Acapulco assinala que "não faltaram personagens públicos que se unissem a uma estratégia orientada a golpear a autoridade moral da Igreja com o fim de desqualificar suas ações e opiniões em campos como a defesa da vida, o respeito à família, a luta contra a corrupção pública e o trabalho pela justiça. Inclusive há quem apregoa que a Igreja deveria calar e argumentam que já não tem qualidade moral para isso".

Esta campanha, prossegue, parece não ter tido "êxito", pois uma recente pesquisa mostra que "a Igreja Católica ocupa o primeiro lugar na confiança dos mexicanos, quando o ano passado ocupava o terceiro lugar".

"Este fato revela que, apesar dos esforços impetuosos de alguns por enterrar a confiança na Igreja, esta se mantém como confiável ante muitos mexicanos de boa fé e que conhecem e valoram o trabalho dos laicos, os sacerdotes e as religiosas na vida cotidiana e em todos os rincões do país", conclui.



Fonte: http://acidigital.com/noticia.php?id=18491





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 19/03/10 às 22:02:16 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.

LEIA TAMBÉM












Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES