Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.404.368
Visitas Únicas Hoje: 325
Usuários Online: 114
Sistema de Busca

 

Destaque




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 1493 - Impresso: 67 - Enviado: 16 - Salvo em Word: 34
Postado em: 01/03/10 às 16:07:54 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=4448
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Denúncia do porta-voz vaticano

CIDADE DO VATICANO, segunda-feira, 1º de março de 2010 (ZENIT.org).- O porta-voz da Santa Sé denuncia a perseguição que muitas comunidades cristãs estão sofrendo em países como Iraque, Índia, Paquistão ou em áreas da África, na condição de minorias, e afirma que no Ocidente, onde são maioria, alguns fazem todo o possível para acabar com sua presença.

 

O padre Federico Lombardi, SJ, diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, apresenta essa breve análise no editorial da última edição de Octava Dies, semanário do Centro Televisivo Vaticano, do qual também é diretor.

"De novo, nestes dias, reacendeu a violência contra os cristãos – começa informando. Há algum tempo, tive em minhas mãos panfletos com ameaças terríveis que eram distribuídos sistematicamente em Mossul (Iraque), nas casas particulares de cristãos, convidando-os a deixar a cidade.”

“Os recentes e brutais homicídios confirmam a mesma estratégia sistemática, contra a qual as autoridades parecem não ser capazes de apresentar soluções eficazes. Como podem sobreviver as comunidades cristãs nestas condições?”, questiona o porta-voz vaticano.

“No entanto, são comunidades autóctones, perfeitamente integradas na cultura e na história local, da qual constituem um componente vital. Não é ódio contra o ocidente ou o estrangeiro, mas contra a comunidade cristã.”

O diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé esclarece que o Iraque é hoje o caso mais comum de violência anti-cristã, mas há episódios em muitos outros lugares. “O fundamentalismo religioso gera ódio, e as minorias religiosas pagam o preço.”

“Com frequência, fazem-se chamados à comunidade internacional para que se mobilize. Mas no panorama atual do mundo ocidental, muitas forças estão trabalhando para contestar ou acabar com a presença cristã e sua influência nas áreas onde é, ou era, majoritária”, denuncia pe. Lombardi.

“É realista esperar uma autêntica defesa de sua parte, ali onde é minoritária e não conta muito do ponto de vista dos interesses políticos ou econômicos? Os cristãos – conhecedores do destino de seu Mestre – não podem se assustar por ser perseguidos, mas a justiça e o direito deveriam valer em todas as partes, também para eles.”

 



Fonte: zenit.org





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 01/03/10 às 16:07:54 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.

LEIA TAMBÉM












Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES