Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.424.736
Visitas Únicas Hoje: 1.896
Usuários Online: 464
Sistema de Busca

 

Destaque




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 1776 - Impresso: 105 - Enviado: 20 - Salvo em Word: 62
Postado em: 08/02/10 às 21:12:19 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=4255
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

MEXICO D.F., 04 Fev. 10 / 03:08 am (ACI).- O Partido "Convergência" (PC) , que tem como agenda política um programa abertamente anti-católico, anunciou que em 14 de fevereiro, festa de São Valentin, realizará "uniões matrimoniais (homossexuais) de forma simbólica", na Praça da Liberdade de Tampico (México), com o fim de que o "matrimônio" entre homossexuais seja legal no estado.




O Partido da Revolução Democrática (PRD), que controla o governo do Distrito Federal, legalizou recentemente o "matrimônio" homossexual e o "direito" dos casais homossexuais a adotarem crianças. O governo, entretanto, há interposto uma ação ante a Corte Suprema, quem finalmente decidirá a legalidade da medida aprovada pelo PRD.

Em Tampico, o PC anunciou que, junto à "bodas simbólica", procurará solicitar 50 mil assinaturas para propor que no Congresso do Estado se apresente uma iniciativa que permita às pessoas do mesmo sexo casar-se.

Miguel Sotelo o dirigente do PC que fez o anúncio, assinalou além que "Convergência" seguirá adiante com o projeto de proporcionar transporte e financiamento às mulheres do estado que desejem viajar ao Distrito Federal para cometer um aborto, onde o procedimento é legal.

"O Convergência e alguns representantes da sociedade civil nos encarregaremos dos gastos, que estimamos serão de 2,500 pesos (200 dólares americanos) por paciente", assinalou Sotelo. 

Organizações de Pais de Família locais, entretanto, assinalam que o anúncio de Sotelo não é mais que um artifício publicitário com o fim de "atrair atenção ao seu minúsculo partido", e advertiram que inclusive organizações feministas locais partidárias do aborto se distanciaram do anúncio do "Convergência" devido "às óbvias implicâncias legais".



Fonte: www.acidigital.com/noticia.php?id=18114





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 08/02/10 às 21:12:19 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.

LEIA TAMBÉM












Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES