Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 15531 - Que tal caminhar por um cemitério neste mês de novembro?
Artigo visto 124 vezes




Visto: 124
Postado em: 01/11/19 às 22:43:29 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=15531
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Um lugar pacífico, propício à oração e reflexão

Todos os anos, de 1 a 8 de novembro, a Igreja Católica oferece uma indulgência plenária nas condições usuais aplicáveis ​​apenas às almas sagradas do purgatório. Um dos requisitos é visitar um cemitério e rezar pelos mortos.

Um dos meus lugares favoritos para passear é o cemitério. Para mim, é um lugar pacífico, propício à oração e reflexão.

Então, se você decidir passear por um cemitério dia destes, especialmente em novembro, aqui estão algumas sugestões sobre o que procurar ou fazer.

1) PROCURE TÚMULOS DE FAMILIARES E AMIGOS
Pessoas em férias costumam visitar cemitérios, especialmente se alguém notável estiver enterrado lá. Acabei de voltar de Israel e Oskar Schindler está enterrado em Jerusalém. Eu sei que muitas pessoas procuram o túmulo dele.

As pessoas visitarão cemitérios na Normandia para homenagear os veteranos enterrados lá ou o Cemitério Nacional de Arlington para visitar o túmulo do soldado desconhecido.

Mas, em nossa vida cotidiana, devemos visitar periodicamente os túmulos dos membros de nossa família. Algumas pessoas fazem isso regularmente porque precisam regar as flores, enquanto outras podem fazer isso em uma ocasião especial.

Quando visito minha cidade natal, vou ao túmulo da minha mãe, faço uma oração e depois caminho para o lote da nossa família em uma seção diferente do cemitério, onde meus avós estão enterrados e a família da minha avó. Então, procuro percorrer as ruas do cemitério, encontrando as sepulturas de pessoas que conheci, lembrando o impacto que tiveram na minha vida.

2) OBSERVE AS LÁPIDES
Quando visito um cemitério, gosto de observar as lápides e encontrar as mais originais. É sempre interessante ver as sepulturas de 100 anos atrás, em comparação com as mais recentes. Algumas das lápides são ornamentadas, contendo imagens gravadas em granito de Jesus, Maria ou dos santos. Algumas delas têm versículos das escrituras ou linhas poéticas. Enquanto você caminha e reza, não perca de vista a beleza das lápides – e talvez você comece a pensar na sua.

3) USE A IMAGINAÇÃO
Uma das minhas músicas favoritas é “The Green Fields of France”, de uma banda irlandesa chamada The High Kings. A música narra uma visita a um cemitério e visualiza a vida de Willy McBride, que tinha apenas 19 anos quando morreu como soldado. Talvez quando você passar por um túmulo, você começará a fazer perguntas como: por que essa pessoa morreu tão jovem? O que eles fizeram para viver? Eles têm família que sente falta deles? Quando ando entro túmulos de  pessoas que morreram em 1800, percebo que elas podem estar esquecidas. Mas, e se imaginássemos quem eles eram e sua história? Se o fizermos, de alguma forma sua memória ainda estará viva.

4) FAÇA UMA BOA AÇÃO
Os membros da família podem decorar túmulos de seus entes queridos com flores artificiais e colocar uma estátua de um santo ali. Com as tempestades, é possível que uma estátua seja derrubada ou que as flores fiquem espalhadas. As pedras podem ficar cobertas de musgo, tornando os nomes não legíveis. Ao atravessar um cemitério, considere fazer uma boa ação e ajeitar o túmulo de alguém, se precisar de atenção. Tal ação é um trabalho de amor e, embora não possam expressar verbalmente sua gratidão, os mortos agradecem a honra que você lhes mostrou.

5) REZE AO CAMINHAR
Minha oração em um cemitério é o Rosário, refletindo especialmente nos mistérios tristes ou gloriosos. O Terço da Divina Misericórdia também seria apropriado. Outra sugestão é ler os Salmos ou fazer a oração do Descanso Eterno. Um cemitério pode ser um lugar onde andamos, oramos e lembramos daqueles que vieram antes de nós com fé. Não perca a oportunidade, em novembro, de orar pelas almas do purgatório, para que possam morar com Deus para sempre no Reino dos Céus.


Fonte: www.aleteia.org



LEIA TAMBÉM
Bebê renasce após ser batizada por bombeiro
Pe. Zezinho: Celibato e casamento, para ou continua?
O primeiro Halloween começou com um exorcismo
Ao morrermos, quando iremos receber um corpo glorioso?
A indulgência plenária é um gesto que tem sabor de eternidade
Como percebemos que estamos em uma batalha espiritual?
Bispo DENUNCIA FEITIÇARIA no Sínodo da Amazônia
Se os católicos acreditassem mesmo que Jesus está na Eucaristia…
O segredo de São João Paulo II para tomar decisões difíceis



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.278.201
Visitas Únicas Hoje: 1.267
Usuários Online: 435