Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 15413 - O milagre de Nossa Senhora das Neves completa 1661 anos
Artigo visto 203 vezes




Visto: 203
Postado em: 05/08/19 às 23:07:34 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=15413
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Em pleno auge do escaldante verão romano, na noite de 5 de agosto do ano de 358, nevou no local que Maria tinha indicado

A Igreja celebra no dia 5 de agosto a memória da Santa Mãe de Deus, venerada na basílica romana de Santa Maria Maior, primeira igreja do Ocidente dedicada a Nossa Senhora. É nessa basílica toda especial que fica o célebre ícone mariano “Salus Populi Romani” (Salvação do Povo Romano), que teria sido pintado por ninguém menos que o evangelista São Lucas.

 


A Festa da Dedicação de Santa Maria Maior, celebrada em 5 de agosto, é precedida por um tríduo espiritual que vai do dia 2 ao dia 4; depois da missa, realiza-se na basílica a tradicional encenação do “Milagre da Neve“.

Neve em pleno verão

O verão em Roma costuma ser escaldante. E foi em pleno auge do verão romano, na noite de 5 de agosto do ano de 358, que nevou no local em que a basílica seria posteriormente construída.

Conta a tradição que, no século IV, um piedoso casal romano, muito cristão e bastante rico, pedia com grande fervor a Deus a graça de ter um filho. Rezaram durante anos por essa intenção, mas não conseguiam ter o herdeiro tão desejado. Resolveram então nomear Nossa Senhora como sua herdeira e suplicaram que ela sempre os guiasse. Maria então lhes apareceu em visão e pediu que fosse construída uma basílica no Monte Esquilino, uma das sete colinas de Roma: ela indicaria o exato local enviando neve. Quase simultaneamente, Nossa Senhora também apareceu ao Papa Libério com a mesma mensagem. Era o dia 4 de agosto.

No dia seguinte, 5 de agosto, enquanto o sol de verão fulgurava sobre uma Roma abafada, o povo ficou boquiaberto ao ver neve sobre o Monte Esquilino.

O Papa Libério colocou as primeiras fundações da nova basílica, para cuja construção o casal contribuiu com donativos generosos.

Foi depois do Concílio de Éfeso, no qual Maria foi oficialmente reconhecida como Mãe de Deus, que o Papa Sisto III mandou construir a atual Basílica de Santa Maria Maior.

O Milagre da Neve é relembrado anualmente desde 1983 num espetáculo de som e luz, no qual a neve é representada por uma chuva de pétalas brancas lançadas do teto sobre o hipogeu.

É dessa tradição que nasceu a devoção a Nossa Senhora das Neves.

 

A basílica e os Papas

A basílica de Santa Maria Maior tem profundos vínculos com os Papas.

O Papa Francisco, entre visitas públicas e privadas, já foi mais de vinte vezes saudar Maria nesse templo romano, ao qual nunca deixa de ir antes e depois de cada uma das suas viagens pontifícias.


São João Paulo II mandou colocar e manter acesa dia e noite uma lâmpada de óleo sob a efígie da Salus Populi Romani. Em 8 de dezembro de 2001, dia da Imaculada Conceição, ele inaugurou na basílica o Museu de Santa Maria Maior, com obras de arte históricas sobre Maria.

 


Fonte: www.aleteia.org

 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 6.986.119
Visitas Únicas Hoje: 18.920
Usuários Online: 3.467