Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 5.347.794 Visitas Únicas Hoje: 841
Usuários Online: 293
Sistema de Busca
Documento sem título

Qual a aparição de Nossa Senhora mais importante na História?

Medjugorje

Fátima














Newsletter Espacojames
Receba nossas atualizações diretamente no seu Email - Grátis!
 

Destaque




Salvar em PDF






Visto: 519 - Impresso: 13 - Enviado: 6 - Salvo em Word: 9
Postado em: 18/11/15 às 13:59:09 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=13929
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Mas o cardeal Parolín afirma que o papa não vai mudar sua agenda e que os muçulmanos fazem parte da solução diante do horror da violência

“O Vaticano pode ser um alvo devido ao seu significado religioso. Podemos elevar o nível das medidas de segurança no Vaticano e nos arredores, mas não vamos ficar paralisados de medo. A agenda papal não será alterada”, declarou o cardeal Pietro Parolín, secretário de Estado do Vaticano, ao jornal católico francês La Croix, acrescentando que o papa corre, sim, um risco potencial: “Como qualquer um”.

Parolín manifestou solidariedade ao povo francês, assegurou suas orações pelas vítimas e por suas famílias e declarou sua admiração pela resposta do povo e pelo seu desejo de “continuar vivendo”, apesar da tentativa terrorista de “interromper” o país.

É necessária, considerou ele, uma “mobilização geral na França, na Europa e em todo o mundo. A mobilização de todos os meios de segurança, polícia e forças de inteligência, para erradicar o mal do terrorismo”.

A resposta, porém, deve ser “positiva”, o que requer “educar diante da posição negativa do ódio” e dar respostas aos jovens que aderem à jihad. “Devemos convocar todos os agentes, políticos e religiosos, nacionais e da vida internacional. Temos que fazer um esforço para lutar e juntos. Sem esta união, esta batalha duríssima não será vencida. E é necessária a participação dos atores muçulmanos também. Eles devem fazer parte da solução”.

Jubileu da Misericórdia

“Num mundo dilacerado pela violência, este é o momento adequado para lançar a ‘ofensiva da misericórdia’. É compreensível que, depois dos ataques, existam sentimentos de vingança, mas temos de superá-los. O papa deseja que o Jubileu da Misericórdia sirva para as pessoas se reunirem, se entenderem, superarem o ódio”.

Parolín considerou, aliás, que “O Misericordioso” é o apelativo mais belo com que os muçulmanos se referem a Deus.

Continuemos rezando pela paz e, com carinho especial, pelo papa Francisco.



Fonte: www.aleteia.org











Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 18/11/15 às 13:59:09 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.




LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES