China persegue cristianismo e quer criar teologia “compatível com o caminho em direção ao socialismo”
Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 12565 - China persegue cristianismo e quer criar teologia “compatível com o caminho em direção ao socialismo”
Artigo visto 1474 vezes




Visto: 1474
Postado em: 18/08/14 às 12:30:24 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=12565
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Nos últimos meses o governo chinês tem usado a força para demolir igrejas cristãs e retirar símbolos como as cruzes que ficam no topo do prédio.

A justificativa da ação é que tais edifícios foram construídos ilegalmente, mas os cristãos locais acusam o governo de tentar impedir o crescimento do cristianismo no país. Agora um jornal estatal divulgou que a China pretende criar sua própria teologia cristã, tendo como base a cultura local e o socialismo.

A declaração sobre o assunto foi feita pelo líder da Administração de Estado para os Assuntos Religiosos, Wang Zuo’an, ao jornal China Daily. “A construção da teologia cristã chinesa tem que se adaptar às condições nacionais e integrar a cultura chinesa.”

“Nas últimas décadas, as Igrejas  chinesas se desenvolveram muito rapidamente, com a adoção de políticas religiosas nacionais”, disse Wang falando sobre as igrejas cristãs que receberam autorização do governo para funcionarem.

Na visão do governo, a crença cristã precisa ser “compatível com o caminho em direção ao socialismo” que rege o Partido Comunista. As igrejas que não são autorizadas a funcionar passam a ser perseguidas, seus líderes e fiéis chegam a ser presos ou torturados.

A Igreja Católica da China, por exemplo, tem seus cultos vigiados e os padres são escolhidos pelo governo e não se submetem à autoridade do Vaticano, rejeitando os dizeres e as ordens do Papa.

Apesar dessa pressão política, os cristãos representam entre 1,7% a 2,9% da população chinesa segundo dados recentes divulgados em um seminário em Xangai e citados em uma reportagem da agência AFP. Ainda de acordo com esta reportagem todos os anos cerca de 500.000 pessoas se batizam na China.


Fonte: http://blog.comshalom.org/carmadelio



LEIA TAMBÉM
Iraque: ”Só pode voltar para cá quem se converter ao Islã”, afirma Califado Islâmico de Mosul
Papa exorta leigos a darem testemunho crível à verdade salvífica do Evangelho.
Com a presença de mais de um milhão de pessoas, Papa Francisco beatifica 124 mártires coreanos.
China: natureza ideológica socialista do regime NÃO mudou e católicos continuam perseguidos pelo estado.
Vandalismo: Hóstias consagradas são jogadas no chão!
Basílica e igreja Católica profanadas na França.
Iraque: ao menos 150 mil cristãos estão em fuga por causa da perseguição dos extremistas islâmicos.
Diretor de hospital polonês é despedido por negar-se a praticar um aborto.
Hamas,”Movimento de Resistência Islâmica”, invade igreja e usa cristãos como escudos humanos, denuncia Arcebispo Alexios.



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.344.106
Visitas Únicas Hoje: 1.913
Usuários Online: 257