Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 10978 - Perito assegura que Bento XVI precisa de um novo escudo
Artigo visto 2059 vezes




Visto: 2059
Postado em: 14/05/13 às 07:55:13 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=10978
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

ROMA, 13 Mai. 13 / 01:55 pm (ACI/EWTN Noticias).- Em declarações ao grupo ACI em 2 de maio, o Cardeal assinalou que a dúvida atual é se o hoje Bispo emérito de Roma "pode manter o mesmo brasão ou não", disse, "e como uma pessoa que se dedicou a isto, digo não".

 

O Cardeal, que foi, entre 1990 e 1998, o primeiro Núncio Apostólico para Israel e Palestina, desenhou o brasão de Bento XVI em 2005.
 
Sua fascinação com a heráldica eclesial é um interesse de toda sua vida. E isso o levou a desenhar o brasão de muitas instituições católicas, assim como de Bispos e Cardeais.
 
O Cardeal Cordero Lanza di Montezemolo assinalou que "o brasão precisa ser transformado", pois agora ele é o Bispo emérito de Roma, por isso desenhou um novo, que ele acredita que poderia ser usado por Bento XVI.
 
Em seu desenho, o Cardeal mudou as chaves grandes de São Pedro de trás do brasão para parte superior, e as fez menores.
 
"Isso mostra que teve uma posse histórica, mas não uma jurisdição atual", explicou.
 
O Cardeal também incluiu o lema que Bento usou como cardeal ao pé do escudo, algo que o brasão papal não inclui.
 
"Mas esta é somente uma proposta, não é oficial", indicou.
 
"Eu me permiti enviar-lhe uma nota com as sugestões, porque os elementos de jurisdição efetivamente precisam ser removidos", disse.
 
O Cardeal Andrea Cordero Lanza di Montezemolo revelou que Bento XVI lhe respondeu com uma nota indicando que se sentia "muito inseguro" a respeito, e que ele "não se atreve".
 
"Mas o verá, porque o tema continua em aberto", disse o perito em heráldica eclesial.
 
O Cardeal explicou que enquanto o Papa Francisco não solicitou seus serviços, Bento XVI o contatou imediatamente após a sua eleição.
 
"Telefonou para mim no dia seguinte as oito em ponto da manhã, à casa Santa Marta", recordou.
 
"Perguntei-lhe o que queria, ele me mostrou o brasão que tinha como Arcebispo de Munique e como Cardeal, e logo me perguntou o que pensava sobre isso", disse.
 
O Cardeal respondeu que era bom, mas "não muito correto", porque tinha quatro partes com dois elementos repetidos.
 
"Sugeri que ele ponha os elementos principais em três partes, e ele respondeu que não queria a tiara papal", disse.
 
"Ele tinha uma ideia muito clara do que queria, assim que propus alguns acertos, e desenhei oito esboços depois de trabalhar todo o dia e a noite".
 
Ao dia seguinte, o Cardeal retornou à Santa Marta às 8:00 a.m. com os oito modelos e Bento escolheu um "muito decididamente" e o assinou.
 
"É interessante quão decidido estava em acrescentar e remover certos elementos no desenho", comentou o Cardeal.
 
"Eu sugeri usar a mitra, o símbolo dos Bispos".
 
Mas o Papa Bento XVI respondeu que "as pessoas não seriam capazes de ver a diferença entre um brasão de um Bispo e um de um Papa".
 
O Cardeal adicionou as chaves de São Pedro atrás do brasão. Abaixo acrescentou o pálio, coisa que nunca tinha sido feita por um Papa anteriormente, para mostrar a colegialidade entre o Papa e os Bispos.


Fonte: http://www.acidigital.com/noticia.php?id=25394



LEIA TAMBÉM
Espanha: Socialistas usam imagem de "mulher crucificada" para promover o aborto
Cardeal Patriarca de Lisboa consagra o Pontificado do Papa Francisco à Virgem de Fátima
“Ajuda à Igreja que sofre” doa mais 1 milhão de YouCats aos jovens do Brasil.
A Eutanásia e os termos relativos ao fim da existência humana.
A Eutanásia e os termos relativos ao fim da existência humana.
Nadia Eweida, despedida do emprego por usar crucifixo no pescoço, recebe prêmio.
O Papa Francisco e sua “capacidade de incidir nas pessoas religiosas simples, que tem necessidade de linguagem imediata e de presença próxima ao cotidiano”.
Tanzânia: explosão em igreja Católica deixa feridos e um morto. Veja!
Em que medida a “falta de fé” pode ser motivo para a declaração de nulidade matrimonial?



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.330.234
Visitas Únicas Hoje: 129
Usuários Online: 324