Espacojames


Página Inicial
Listar Estudos Bíblicos




Artigo N.º 1034 - Anticristo e Demônios-Falsos prodígios (Parte 1)
Artigo visto 4377 vezes




Visto: 4377
Postado em: 06/02/09 às 00:35:03 por: James
Categoria: Estudos Bíblicos
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=4&id=1034
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Estudos Bíblicos

Espacojames: Estudos Bíblicos sobre Anticristo e Demônios-Falsos prodígios - Para entender melhor leia todos os artigos na seqüência, e vejam como o demônio se camufla de todas as formas possíveis para enganar o povo de Deus, e muitos se deixam levar por essa corja de lobos condenados que já estão perdidos e querem arrastar o máximo com eles para o inferno.

Continuação...

Parte 1


CATECISMO DA IGREJA:

II - A queda dos anjos ( 391-395 )

Por trás da poção de desobediência de nossos primeiros pais há uma voz sedutora, que se opõe a Deus, e que, por inveja, os faz cair na morte. A Escritura e a Tradição da Igreja vêem neste ser um anjo destronado, chamado Satanás ou Diabo. A Igreja ensina que ele tinha sido anteriormente um anjo bom, criado por Deus. – Com efeito, o Diabo e outros demônios foram por Deus criados bons em (sua) natureza, mas se tornaram maus por sua própria iniciativa.

A Escritura fala de um pecado desses anjos. Esta “queda” consiste na opção livre desses espíritos criados, que rejeitaram radical e irrevogavelmente a Deus e o seu Reino. Temos um reflexo desta rebelião nas palavras do Tentador ditas a nossos primeiros pais: “E vós sereis como deuses” (Gn 3,5). O Diabo é “pecador desde o princípio” (1Jo 3,8), “pai da mentira” (Jô 8,44).

É o caráter irrevogável da sua opção, e não uma deficiência da infinita misericórdia divina, que faz com que o pecado dos anjos não possa ser perdoado. “Não existe arrependimento para eles depois da queda, como não existe arrependimento para os homens após a morte.

A Escritura atesta a influência nefasta daquele que Jesus chama de “o homicida desde o principio” (Jô 8,44), e que até chegou a tentar desviar Jesus da sua missão recebida do Pai. “Para isso é que o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do Diabo” (1Jo 3,9). A mais grave dessas obras, devido às suas conseqüências, foi a sedução mentirosa que induziu o homem a desobedecer a Deus.

Contudo, o poder de Satanás não é infinito. Ele não passa de uma criatura, poderosa pelo fato de ser puro espírito, mas sempre criatura: não é capaz de impedir a edificação do Reino de Deus. Embora Satanás atue no mundo por ódio contra Deus e o seu Reino em Jesus Cristo, e embora a sua ação cause graves danos:

- de natureza espiritual e, indiretamente, até de natureza física
- para cada homem e para a sociedade, esta ação é permitida pela divina Providência, que com vigor e doçura dirige a história do homem e do mundo. A permissão divina da atividade diabólica é um grande mistério, mas “nós sabemos que Deus coopera em tudo para o bem daqueles que o amam” 9Rm 8,28).

Daniel - 12,1

“Naquele tempo, surgirá Miguel, o grande chefe, o protetor dos filhos do seu povo. Será uma época de tal desolação, como jamais houve igual desde que as nações existem até aquele momento. Então, entre os filhos de teu povo, serão salvos todos aqueles que se acharem inscritos no livro.”

Apocalipse – 12,7-12

 “Houve uma batalha no céu. Miguel e seus anjos tiveram de combater o Dragão. O Dragão e seus anjos travaram combate, mas não prevaleceram. E já não houve lugar no céu para eles. Foi então precipitado o grande Dragão, a primitiva Serpente, chamado Demônio e Satanás, o sedutor do mundo inteiro. Foi precipitado na terra, e com ele os seus anjos. Eu ouvi no céu uma voz forte que dizia: Agora chegou a salvação, o poder e a realeza de nosso Deus, assim como a autoridade de seu Cristo, porque foi precipitado o acusador de nossos irmãos, que os acusava, dia e noite, diante do nosso Deus. Mas estes venceram-no por causa do sangue do Cordeiro (Jesus Cristo Crucificado) e de seu eloqüente testemunho. Desprezaram a vida até aceitar a morte. Por isso alegrai-vos, ó céus, e todos que aí habitais. Mas, ó terra e mar, cuidado! Porque o Demônio desceu para vós, cheio de grande ira, sabendo que pouco tempo lhe resta.”

COMENTÁRIO: O demônio, por inveja, quer levar consigo para o inferno o maior número de almas possíveis, o mais rápido possível, pois ele sabe que pouco tempo lhe resta até que Jesus volte Glorioso no Fim dos Tempos, e mande todos os demônios para o inferno e lacre o inferno, fazendo com que o inferno e os demônios não mais tenham poder de atuação aqui na Terra, e o tempo urge, e o demônio sabe muito bem disso, e fará de tudo, como falsos milagres e prodígios que poderão enganar até mesmo os escolhidos para levar o máximo de almas que ele conseguir no pouco tempo que lhe resta antes de sua precipitação definitiva no inferno!

I Pedro 5, 6-10

“Humilhai-vos, pois, debaixo da poderosa mão de Deus, para que ele vos exalte no tempo oportuno.

Confiai-lhe todas as vossas preocupações, porque ele tem cuidado de vós. Sede sóbrios e vigiai. Vosso adversário, o demônio, anda ao redor de vós como o leão que ruge, buscando a quem devorar. Resisti-lhe fortes na fé. Vós sabeis que os vossos irmãos, que estão espalhados pelo mundo, sofrem os mesmos padecimentos que vós. O Deus de toda graça, que vos chamou em Cristo à sua eterna glória, depois que tiverdes padecido um pouco, vos aperfeiçoará, vos tornará inabaláveis, vos fortificará.”

 

 

Nos evangelhos é dito que se aqueles tempos, ou seja, o tempo das grandes tribulações finais não fossem abreviados, criatura humana nenhuma se salvaria, e por misericórdia de Deus, os tempos irão ser curtos, o poder do demônio, pelo Anticristo, será muitíssimo curto! As tribulações serão tamanhas que poderão enganar até mesmos os escolhidos para habitar o Novo Céu e a Nova Terra! E o Anticristo fará inúmeros falsos prodígios e milagres pelos  quais muitos cairão e o seguirão! Leiam a seguir:

Mateus 24,21-25

“...porque então a tribulação será tão grande como nunca foi vista, desde o começo do mundo até o presente, nem jamais será.Se aqueles dias não fossem abreviados, criatura alguma escaparia; mas por causa dos escolhidos, aqueles dias serão abreviados. Então se alguém vos disser: Eis, aqui está o Cristo! Ou: Ei-lo acolá!, não creiais. Porque se levantarão falsos cristos e falsos profetas, que farão milagres a ponto de seduzir, se isto fosse possível, até mesmo os escolhidos. Eis que estais prevenidos.”

Marcos 13,19-23

“Porque naqueles dias haverá tribulações tais, como não as houve desde o princípio do mundo que Deus criou até agora, nem haverá jamais. Se o Senhor não abreviasse aqueles dias, ninguém se salvaria; mas ele os abreviou em atenção aos eleitos que escolheu.  E se então alguém vos disser: Eis, aqui está o Cristo; ou: Ei-lo acolá, não creiais. Porque se levantarão falsos cristos e falsos profetas, que farão sinais e portentos para seduzir, se possível for, até os escolhidos.  Ficai de sobreaviso. Eis que vos preveni de tudo.”

A Bíblia exorta: "Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo afora. Nisto reconheceis o Espírito de Deus: todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; e todo espírito que não confessa a Jesus não procede de Deus; pelo contrário, este é o espírito do anticristo, a respeito do qual tendes ouvido que vem e, presentemente, já está no mundo" (1 João 4.1-3).  

Comentário: Muitos dão ouvidos a espíritos guias, mortos do além, ets, e não provam se estes espíritos provém de Deus, ou do Inferno, já que Satanás assim como diz Jesus, é o Pai da Mentira! Nesse trecho se diz "todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; e todo espírito que não confessa a Jesus não procede de Deus; pelo contrário, este é o espírito do anticristo". 

Nessa passagem fica claro, que se o espírito não disser que Jesus é Deus, o verbo encarnado, a Segunda Pessoa da Santíssima Trindade, ou esse espírito disser que Jesus não passou de um mero profetinha, ou um espírito superior qualquer, então esse espírito é do Anticristo, ou seja, um espírito que trabalha para o Demônio, assim como qualquer pessoa que também professar esse tipo de coisa, também faz parte do espírito do Anticristo, pois estará pregando o que os demônios pregam !

II Coríntios – 13 - 15

Esses tais são falsos apóstolos, operários desonestos, que se disfarçam em apóstolos de Cristo,  o que não é de espantar. Pois, se o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz, parece bem normal que seus ministros se disfarcem em ministros de justiça, cujo fim, no entanto, será segundo as suas obras.

Nessa segunda carta de São Paulo aos Coríntios, fica claro que Satanás pode se transfigurar ou se transformar no que ele quiser, até mesmo em um anjo de luz como foi dito na carta, e é exatamente isso o que está acontecendo hoje, onde Satanás se camufla de "São Miguel", "Arcanjo Gabriel" nos centros espíritas e etc..., e os apóstolos do diabo ( os médiuns ) que fazem isso terão seu fim de acordo com as suas obras, ou seja, a perda eterna de suas almas, pois trabalham para Satanás!

 

Evag. João cap 8 - 44. >> Vós tendes como pai o demônio e quereis fazer os desejos de vosso pai. Ele era homicida desde o princípio e não permaneceu na verdade, porque a verdade não está nele. Quando diz a mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira.

Com relação a prática de evocação dos mortos, espiritismo, magia, adivinhação, Deus deixa claro na passagem Bíblica a seguir e o Catecismo da Igreja Católica também confirma isso !


Deuteronômio 18,9-14

Adivinhação e Profetismo

“Quando tiveres entrado na terra que o Senhor, teu Deus, te dá, não te porás a imitar as práticas abomináveis da gente daquela terra. Não se ache no meio de ti que faça passar pelo fogo seu filho ou sua filha, nem quem se dê à adivinhação, à astrologia, aos agouros, ao feiticismo, à magia, ao espiritismo, à adivinhação ou à evocação dos mortos, porque o Senhor, teu Deus, abomina aqueles que se dão a essas práticas, e é por causa dessas abominações que o Senhor, teu Deus, expulsa diante de ti essas nações. Serás inteiramente do Senhor, teu Deus. As nações que vais despojar, ouvem os agoureiros e os adivinhos; a ti , porém , o Senhor, teu Deus, não o permite.”

Catecismo da Igreja Católica:
Adivinhação e Magia: 2115 – 2117

Deus pode revelar o futuro a seus profetas ou a outros santos. Todavia a atitude cristã correta consiste em entregar-se com confiança nas mãos da providência no que tange ao futuro e em abandonar toda curiosidade doentia a este respeito. A imprevidência pode ser uma falta de responsabilidade.

Todas as formas de adivinhação hão de ser rejeitadas: recurso a Satanás ou aos demônios, evocação dos mortos ou outras práticas que erroneamente se supõem “descobrir” o futuro. A consulta aos horóscopos, a astrologia, a quiromancia, a interpretação de presságios e da sorte, os fenômenos de visão, o recurso a médiuns escondem uma vontade de poder sobre o tempo, sobre a história e finalmente sobre os homens, ao mesmo tempo que um desejo de ganhar para si os poderes ocultos. Estas práticas contradizem a honra e o respeito que , unidos ao amoroso temor, devemos exclusivamente a Deus.


Todas as práticas de magia ou de feitiçaria com as quais a pessoa pretende domesticar os poderes ocultos para coloca-los a seu serviço e obter um poder sobrenatural sobre o próximo – mesmo que sejam para proporcionar a este a saúde – são gravemente contrárias à virtude da religião. Essas práticas são ainda mais condenáveis quando acompanhadas de uma intenção de prejudicar a outrem, ou quando recorrem ou não intervenção dos demônios. O uso de amuletos também é repreensível. O espiritismo implica freqüentemente práticas de adivinhação ou de magia. Por isso a Igreja adverte os fiéis a evita-lo. O recurso aos assim chamados remédios tradicionais não legitima nem a invocação dos poderes maléficos nem a exploração da credulidade alheia.  

" Não podeis beber aos mesmo o cálice do Senhor e o cálice dos demônios. Não podeis participar ao mesmo tempo da mesa do Senhor e da mesa dos demônios" (1Cor 10,21)

A doutrina da Igreja a esse respeito nunca mudou.  Já no decreto da Santa Sé, de 24/04/1917, encontramos:

"É ilícito assistir a sessões espíritas, elas realizadas ou não com o auxílio de um médium, com ou sem hipnotismo, sejam quais forem estas sessões, mesmo que aparentemente simulem honestidade ou piedade, quer interrogando almas ou espíritos, ouvindo-lhes as respostas, quer assistindo a elas com pretexto tácito ou expresso de não querer ter qualquer relação com espíritos malignos"!.

O Decreto afirma ainda:

"Os que não querem praticar nem a necromancia, nem a magia, não assistem a sessões espíritas, mas professam a doutrina da reencarnação, como esoteristas, rosacruzes, teósofos e outros ocultistas, são hereges formais e como tais devem ser tratados".

Embora mergulhe suas raízes no Antigo Testamento, onde encarna os grandes adversários históricos do povo de Israel (faraó, Nabucodonosor, Antíoco IV, etc.), o anticristo, isto é, o contracristo, é uma figura típica do Novo Testamento. Encontramo-lo mencionado nas duas primeiras cartas de São João e no seu Apocalipse e descrito como o "filho da perdição" por São Paulo. "Ouvistes dizer que o Anticristo vem (...) e já há muitos anticristos" (I Jo 2,18). Refere-se ao aparecimento de heresias, que atacavam a cristologia tradicional da Igreja: "Quem é mentiroso senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? Esse é o Anticristo" (I Jo 2,22).

"Todo espírito que não proclama Jesus, esse não é de Deus, mas é o espírito do anticristo" (I Jo 4,3). "Quem proclama que Cristo não se encarnou é o Anticristo" (11 Jo,7). "Antes deve manifestar-se o homem ímpio, o filho da perdição, o adversário, aquele que se levanta contra tudo o que leva o nome de Deus ou que se adora, chegando a sentar-se pessoalmente no templo de Deus e querendo passar por Deus" (II Ts 2,3-4). É aos precursores do anticristo que se refere Jesus ao nos alertar que naqueles dias "surgirão falsos cristos e falsos profetas, que farão milagres, a ponto de seduzir, se isto fosse possível, até mesmo os escolhidos" (Mt 24,24; Mc 13,22).

 

Comentário: Qualquer espírito que negue que Jesus é Deus, ou seja, que Jesus é a segunda pessoa da Santíssima Trindade (1º Pessoa = Deus, 2º Pessoa = Jesus , 3º Pessoa = Espírito Santo), esse é o espírito do Anticristo, ou seja, qualquer espírito do Além que pregue que Jesus não é Deus, esse é um demônio disfarçado de ser de Luz, que quer enganar alguém! Até mesmo, pessoas que proclamam isso, também fazem parte do espírito do Anticristo! Pois quando o Anticristo em pessoa se manifestar, este pregará exatamente isso, e todos os demônios que se disfarçam ou em espírito de Luz, ou de Mortos do Além, ou de Ets, que pregam coisas contrárias a doutrina deixada por Jesus, estes são demônios que estão trabalhando a serviço das trevas, para que quando o Anticristo se manifeste a humanidade esteja totalmente em Apostasia ( perda de fé ) acreditando em todas as fábulas possíveis, dai, todos cairão na armadilha montada pelo inferno a séculos para a manifestação do Anticristo, e o demônio tem pressa, pois sabe que pouco tempo lhe resta até que venha a Justiça divina e lacre o Inferno para sempre, dai o demônio não mais terá poder de atuação na Terra, pois o tempo que lhe foi dado ou permitido por Deus para atuar na Terra terá terminado e enfim surgirá a PAZ !  

No antigo Testamento devido a ignorância daquela época,  Deus apenas proibia sem fazer muitas explicações, pois o povo não iria entender, portanto, Deus não explicava o porque de proibir praticas ocultas, adivinhações, evocação de mortos, pois Deus sabe muito bem que qualquer uma dessas práticas são cultos, e evocação de demônios!  Existe um abismo imenso entre os mortos e os seres humanos vivos no planeta Terra,  é proibido o contato entre ambos, quem evoca mortos do além, estará evocando espíritos maus ( demônios ), pois são os espíritos maus (demônios) que povoam a Terra, e temos ainda os Anjos de Deus, que nos protegem das artimanhas dos demônios em nosso planeta !

Levítico 19

26 - Não praticareis a adivinhação nem a magia.

28. Não fareis incisões na vossa carne por um morto, nem fareis figura alguma no vosso corpo. Eu sou o Senhor. ( Tatuagens de hoje em dia, pircengs e etc )

31. Não vos dirijais aos espíritas nem aos adivinhos: não os consulteis, para que não sejais contaminados por eles. Eu sou o Senhor, vosso Deus.

Levítico 20

27. Qualquer homem ou mulher que evocar os espíritos ou fizer adivinhações, será morto. Serão apedrejados, e levarão sua culpa”.

 

Continua na parte 2 desta categoria...

 

 



www.fimdostempos.com.br



LEIA TAMBÉM
SEITAS
SEXO
MATERIALISMO
INTERNET
ADULTÉRIO
ASTROLOGIA
BEBIDA
A BÍBLIA SATÂNICA
CARNAVAL:



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.173.819
Visitas Únicas Hoje: 1.188
Usuários Online: 262