Espacojames


Página Inicial
Listar Aparições de N. Sra




Artigo N.º 1042 - Em Fátima - Aparição de Nossa Senhora em Fátima 1917 (Parte 4)
Artigo visto 2598 vezes




Visto: 2598
Postado em: 06/02/09 às 22:52:32 por: James
Categoria: Aparições de N. Sra
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=34&id=1042
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Aparições de N. Sra

Quarta Aparição de Nossa Senhora de Fátima -
Um pedido de Nossa Senhora


Dia 15 de Agosto de 1917.


Quarta aparição: Lúcia, sentindo que alguma coisa de sobrenatural se aproximava
e os envolvia, mandou
chamar Jacinta às pressas

Lúcia estava com Francisco e mais um primo, no local chamado Valinhos – uma propriedade de um de seus tios – quando, pelas 4 horas da tarde, começaram a se produzir as alterações atmosféricas que precediam as aparições de Nossa Senhora na Cova da Iria. Ou seja, um súbito refrescar da temperatura e uma diminuição da luz do sol.

Lúcia, sentindo que alguma coisa de sobrenatural se aproximava e os envolvia, mandou chamar às pressas Jacinta, a qual chegou em tempo para ver Nossa Senhora que
– anunciada, como das outras vezes, por um reflexo de luz – apareceu sobre a árvore chamada azinheira, um pouco maior que a da Cova da Iria, onde tinham-se dado as aparições anteriores.

Lúcia pergunta a Nossa Senhora:

Lúcia: “Que é que Vossemecê me quer?”

Nossa Senhora: “Quero que continueis a ir à Cova da Iria no dia 13, e que continueis a rezar o terço todos os dias. No último mês farei o milagre para
que todos acreditem”.

Lúcia: “Que é que Vossemecê quer que se faça do dinheiro que o povo deixa na Cova da Iria?”

Nossa Senhora: “Façam dois andores. Um, leva-o tu com a Jacinta, e mais duas meninas vestidas de branco. O outro, que o leve o Francisco com mais três meninos. O dinheiro dos andores é para a festa de Nossa Senhora do Rosário, e o que sobrar, é para a ajuda de uma capela que hão de mandar fazer”.

Lúcia: “Queria pedir-Lhe a cura de alguns doentes”.

Nossa Senhora: “Sim, alguns curarei durante o ano”

E, tomando um aspecto mais triste, recomendou-lhes que rezassem muito pelos pecadores:

Nossa Senhora: “Rezai, rezai muito, e fazei sacrifícios pelos pecadores; que vão muitas almas para o inferno por não haver quem se sacrifique e peça por elas”.

E, como de costume começou a elevar-se até desaparecer. Os pastorinhos cortaram ramos da árvore sobre a qual Nossa Senhora lhes tinha aparecido e levaram para casa os ramos exalavam um perfume suave.


www.devotosdefatima.org.br




Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!


LEIA TAMBÉM
Em Fátima - Aparição de Nossa Senhora em Fátima 1917 (Parte 3)
Em Fátima - Aparição de Nossa Senhora em Fátima 1917 (Parte 2)
Em Fátima - Aparição de Nossa Senhora em Fátima 1917 (Parte 1)
Em AKITA - Nossa Senhora de Akita (Parte 5)
Em AKITA - NOSSA SENHORA DE AKITA (Parte 4)
Em AKITA - Nossa Senhora de Akita (Parte 3)
Em AKITA - Nossa Senhora de Akita (Parte 2)
Em AKITA (Parte 1)
Em Garabandal - (Parte 2)



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.208.930
Visitas Únicas Hoje: 835
Usuários Online: 227