Espacojames


Página Inicial
Listar Obras Malignas




Artigo N.º 9479 - A fumaça de satanás: LISTA COMPLETA DA MAÇONARIA ECLESIÁSTICA EM ROMA
Artigo visto 14220 vezes




Visto: 14220
Postado em: 21/02/12 às 19:00:30 por: James
Categoria: Obras Malignas
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=31&id=9479
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Obras Malignas

Espacojames: As profecias se cumprem... A fumaça... já se encontra dentro do vaticano.

Leia antes: Artigo N.º 9480 - MENSAGEM DE JESUS A VASSULA RYDEN - A CRISE NA IGREJA - A MAÇONARIA ECLESIÁSTICA

Vassula já havia profetizado sobre a infiltração da maçonaria nos mais altos calão do vaticano, leia no artigo acima os avisos de Jesus para este tempo.

Leia também: sobre a Mística Veronica Lueken no Artigo N.º 9484 - Verônica Leuken: sumo das mensagens e visões da mística católica , dos EUA

James 

 

--

 

Uma lista dos Maçons na hierarquia da Igreja Católica

I. Introdução

A essência do Terceiro Segredo de Fátima é de que o satanás penetrou na Igreja Católica, trazendo com ele agentes para ocupar as mais altas posições da Igreja. Eis aqui as revelações da Bem-Aventurada Virgem Maria e Nosso Senhor Jesus Cristo através da Veronica Lueken como porta-voz:

Eu lhes adverti repetidas vezes que satanás penetraria nas mais elevadas posições da hierarquia em Roma. O Terceiro Segredo, Minha filha, é que satanás entraria na Igreja de Meu Filho.” (Nossa Senhora através de Veronica em 13 de maio de 1978).

· “Satanás, Lúcifer em forma humana, entrou em Roma no ano de 1972. Ele ceifou a regra do Santo Padre, o Papa Paulo VI. Lúcifer tem controlado a Roma e continua o seu controle agora.” (Nossa Senhora através de Veronica em 7 de setembro de 1978).

· “Eu digo esta noite, como seu Deus, que naquela data, como prometido em Fátima, satanás entrou na Minha Igreja sobre a terra. Ele trouxe consigo seus agentes - e o próprio satanás em pessoa, para enganar toda a humanidade - sentou-se no Vaticano II e manipulou todos os de fora a entrar e distorcer as Minhas Doutrinas e distorcer a Verdade... Vocês devem gritar e dizer que satanás está na Igreja, Minha Igreja sobre a terra. Ele sabe que o seu tempo está acabando.” (Nosso Senhor através de Veronica Lueken em 18 de junho de 1986).

· “Sim, Minha filha, o Vaticano II iniciou-se com as melhores soluções, mas então, satanás dominou a cena. E com seus agentes atingiu as mais altas posições, a mais alta liga da Hierarquia, até, Me entristece dizer que muitos sacerdotes estão agora na estrada da perdição e levando muitos outros com eles.” (Nosso Senhor através de Veronica Lueken em 25 de julho de 1985).

--

Estes são confirmados pelo menos por uma outra fonte: as palavras da Bem-Aventurada Virgem Maria ao Padre Don Stefano Gobbi:

· “Estou chorando porque a Igreja continua ao longo da sua estrada da divisão, da perda da verdadeira fé, da apostasia e de erros que estão sendo espalhados mais e mais, sem ninguém oferecer oposição a eles. Mesmo agora, o tempo que Eu predisse em Fátima e na qual revelei aqui na terceira mensagem confiada à minha pequenina filha (i. e., Irmã Lúcia) está no processo de se realizar. E, portanto, mesmo para a Igreja, o momento da grande provação chegou, pois o homem da iniqüidade se estabelecerá nela e a abominação da desolação entrará no Santo Templo de Deus.” (“Para os Sacerdotes, os Amados Filhos da Nossa Senhora” N. 362, 15 de setembro de 1987, p. 572).

· "A besta negra como leopardo indica o Franco-Maçonaria; a besta com dois chifres como um cordeiro indica o Franco-Maçonaria infiltrado no interior da Igreja, isto é, Maçonaria eclesiástica, que se espalhou especialmente entre os membros da hierarquia. Esta infiltração maçônica, no interior da Igreja, já foi prevista a vocês por Mim em Fátima, quando Eu anunciei para vocês que satanás entraria até no mais alto posto da Igreja. Se a finalidade da Maçonaria é levar almas para a perdição, trazendo-os para a adoração de falsas divindades, a finalidade da Maçonaria eclesiástica, por outro lado, é a de destruir Cristo e a Sua Igreja, construindo um novo ídolo, denominado falso cristo e na falsa igreja.” (“Para os Sacerdotes, os Amados Filhos da Nossa Senhora N. 406, 13 de junho de 1989, p. 649).

Esta é a previsão da força combinada de Comunistas e Maçons gradualmente tomando conta da Igreja e finalmente conseguindo instalar um Anti-Papa que será um lacaio do Anti-Cristo vindouro. Assim se completará o mistério da iniqüidade.

· “A besta negra é também a Maçonaria que se infiltrou na Igreja, e a hostiliza, fere-a procurando demoli-la com sua tática enganadora. Como uma nuvem venenosa, seu espírito vagueia por todo lugar, a fim de paralisar a fé, extinguir o ardor apostólico e produzir ainda maior alienação de Jesus e do seu Evangelho.” (Op. cit., N. 267, 29 de junho de 1983, p. 391).

--

Por favor, leiam outras mensagens dadas ao Padre Gobbi, sobre o Grande Dragão Vermelho, A Besta Como Um Leopardo, e A Besta Como Um Cordeiro.

Neste artigo apresentamos algumas evidências concretas da infiltração dos Maçons nos mais altos níveis da Igreja exceto o trono Papal (até agora, não). Virtualmente em todas as mensagens de videntes verdadeiros por todo o mundo, o Papa João Paulo II tem sido chamado “O Papa escolhido por Deus”. Nossa Senhora chama-o “Ele é o meu Papa”, “O Papa da minha luz” (Para os Sacerdotes, os Filhos Amados da Nossa Senhora, N. 359, 13 de agosto de 1987, p. 564) e Ela pede a todos os Sacerdotes a apoiá-lo e defendê-lo (Op. cit., N. 162, 17 de outubro de 1978, p. 225).

--

Nossa Senhora tem advertido repetidamente sobre as tentativas de assassinato contra o Papa João Paulo II. Ela disse:

· "Como Eu me dirigi a vocês antes, Lúcifer procura remover o seu Vigário, para que o Trono de Pedro se esvazie. Confusões então, acontecerão... E, então, sem as suas orações e atos de penitência, chegará ... o fim!” (Nossa Senhora através de Veronica Lueken, em 2 de outubro de 1979).

· “A menos que vocês orem para o seu Vigário o Papa João Paulo II, ele será removido do meio de vocês. E, se isto acontecer, haverá o pior sacrilégio cometido na cidade de Roma e nas paróquias do mundo inteiro... Quando o Papa João Paulo II for removido, a Igreja se dividirá por dentro. Unida, ela permanecerá; dividida, ela cairá.” (Nossa Senhora através da Veronica Lueken, em 18 de março de 1983).

--

O Papado tem sido um obstáculo para a eleição do Anti-Papa. Por isso, Lúcifer quer remover o Papa João Paulo II do trono papal antes que o Anti-Cristo possa ser revelado. Isto está indicado no 2 Tessalonicenses 2:3-10 :

· "Ninguém de modo algum vos engane, porque (isto não será) sem que antes venha a apostasia e sem que tenha aparecido o homem do pecado, o filho da perdição, o qual se oporá (a Deus) e se elevará sobre tudo o que se chama Deus ou que é adorado, de sorte que se sentará no templo de Deus, apresentando-se como se fosse Deus. Não vos lembrais que eu vos dizia estas coisas, quando ainda estava convosco? E vós agora sabeis o que é que o retém, a fim de que seja manifestado a seu tempo. Com efeito, o mistério da iniqüidade já se opera, somente falta que aquele, que agora o retém, desapareça. E então se manifestará esse iníquo (a quem o Senhor Jesus matará com o sopro da sua boca e destruirá com o resplendor da sua vinda); a vinda dele é por obra de satanás, com todo o poder, com sinais e prodígios mentirosos e com todas as seduções da iniqüidade para aqueles que se perdem, porque não abraçaram o amor da verdade para serem salvos. Por isso Deus lhes enviará o artifício do erro, de tal modo que creiam na mentira."

--

A seguir apresentamos uma cópia com pequenas atualizações do artigo Maçons em Fidelis et Verus (Fiel e Verdadeiro), número 9, março-junho de 1987. P. O Box 409, Bethany, Missouri 64424, USA.


II. Maçons na Igreja Católica

A Maçonaria mina todas as religiões. Numerosos Papas têm falado e escrito sobre os grandes males desta organização secreta e infiltrante. Neste artigo, apresentamos o nosso terceiro “exposé” sobre a Maçonaria e Franco-Maçonaria, no esforço de alertar o fiel para um fato assustador: a Maçonaria se infiltrou na Igreja; ou como o próprio Papa Paulo VI expressou: “A fumaça de satanás entrou na Igreja”. Nós não clamamos a autoria da informação abaixo. Antes, nós a selecionamos de livros e outras fontes fidedignas, os quais damos crédito e pleno acordo. O leitor está livre de tirar as suas próprias conclusões.

Começamos com um trecho do Humanum Genus, Encíclica do Papa Leão XIII sobre o Franco-Maçonaria:

· “Se outras provas são necessárias, este fato seria suficientemente conclusivo para testemunhar o homem bem informado, de quem alguns em outros tempos, e os outros de novo recentemente, têm declarado ser verdade que os Franco-Maçons desejam de maneira especial atacar violentamente a Igreja com hostilidade irreconciliável e que nunca descansarão até destruírem o que quer que o Sumo Pontífice tenha estabelecido para o bem da religião.”

· “Se aqueles que são admitidos como membros não são ordenados a abandonar por alguma forma as doutrinas Católicas, esta omissão, longe de adversa aos desígnios dos Franco-Maçons, é mais útil para os seus propósitos. Primeiro, desta maneira, facilmente enganam os simplórios e os descuidados e podem induzir um grande número de incautos a se tornarem seus membros. Ora, como todos que se oferecem são recebidos, qualquer que seja a sua forma de religião, portanto, ensinam o grande erro desta era - que a questão da religião pode ser considerada uma matéria indiferente, e que todas as religiões são parecidas. Esta forma de raciocínio é calculada para trazer ruína a todas as formas de religião e, especialmente a Religião Católica, que, sendo a única verdadeira, não pode, sem grande injustiça, ser considerada meramente igual às outras religiões.”

--

Anne Catherine Emmerich (1774~1824), uma freira Agostiniana alemã, estigmatizada (possuía os estigmas de Cristo), e vidente, que subsistiu inteiramente de água e de Santa Comunhão durante muitos anos, recebeu inúmeras visões das crises futuras na Igreja e as infiltrações dos Maçons. Nas suas visões, ela descreve homens de aventais, destruindo a Igreja com a colher de pedreiro. Os maçons usam avental e o seu símbolo é a colher maçônica. Os seguintes trechos se encontram na página 565 da Vida de Anne Catherine Emmerich, Vol. I, Rev. K. E. Schmörger, Tan Books, 1976:

Maçonaria: Homens de aventais



· “Vi a Igreja de S. Pedro. Uma multidão de homens estava tentando derrubá-la, enquanto outros a reconstruíam constantemente. Linhas conectavam estes homens com os outros e outros através do mundo inteiro. Impressionei-me com a perfeita sintonia deles.”

· “Os demolidores, na sua maioria apóstatas e membros de diferentes seitas, quebravam todas as peças e trabalhavam segundo regras e instruções. Eles vestiam aventais brancos amarrados com fitas azuis. Neles haviam bolsos e tinham colheres de pedreiro presos à cintura. A vestimenta dos outros era variada.”

· “Havia, entre os demolidores, homens distintos vestindo uniformes e crucifixos. Eles não punham a mão na massa, mas marcavam sobre as paredes com a colher, indicando onde e como devem ser derrubadas. Para o meu horror, vi entre eles, sacerdotes Católicos. Quando os trabalhadores não sabiam como continuar, eles procuravam alguém certo do seu partido. Este tinha um livro grande que parecia conter todo o plano do edifício e a maneira de destruí-lo. Marcava exatamente as partes a serem atacadas com a colher, e logo elas vinham abaixo. Trabalhavam silenciosamente e com confiança, porém, astutamente, furtivamente e cuidadosamente. Vi o Papa rezando, cercado por falsos amigos que freqüentemente faziam o oposto daquilo que ele ordenava...”

Segue abaixo uma lista dos Maçons, reimpressa com alguma atualização do Bulletin de lOccident Chrétien Nr. 12, julho de 1976, (Directeur Pierre Faturada a Fye - 72490 Bourg Le Roi.) Todos os homens nesta lista, caso sejam Maçons de fato, estão excomungados pela Lei Canônica 2338. O nome de cada um é seguido pela sua posição quando conhecida; a data em que se iniciaram na Maçonaria, o seu código #; e o seu nome de código se conhecido.

--

1. Albondi, Alberto. Bispo de Livorno. Iniciado em 5-8-58; I.D. # 7-2431.

2. Abrech, Pio. Da Sagrada Congregação dos Bispos. 27-11-67; # 63-143.

3. Acquaviva, Sabino. Professor de Religião na Universidade de Pádua. 3-12-69; # 275-69.

4. Alessandro, Padre Gottardi. (Doutor nos encontros Maçônicos) Presidente dos Irmãos Maristas 14-6-59.

5. Angelini Fiorenzo. Bispo de Messenel - Grecia. 14-10-57; # 14-005.

Angelini Fiorenzo

6. Argentieri, Benedetto. Patriarca da Santa Sé. 11-3-70; # 298-A.

7. Bea, Augustin. Cardeal.

Augustin Bea

8. Baggio, Sebastiano. Cardeal Prefeito da Sagrada Congregação de Bispos. 14-8-57; # 85-1640. Nome código Maçônico "SEBA." Ele controla a Consagração de Bispos .

9. Balboni, Dante. Assistente do Pontificado do Vaticano . Comissão de Estudos Biblicos 23-7-68; # 79-14 "BALDA."

10. Baldassarri, Salvatore. Bispo of Ravenna, Italia. 19-2-58; # 4315-19. "BALSA."

11. Balducci, Ernesto. Artista de imagens Religiosas. 16-5-66; # 1452-3.

12. Basadonna, Ernesto. Prelado de Milão, 14-9-63; # 9-243. "BASE."

13. Batelli, Guilio. Leigo e membro de várias academias científicas. 24-8-59; # 29`-A. "GIBA."

14. Bedeschi, Lorenzo. 19-12-59; # 24-041. "BELO."

15. Belloli, Luigi. Reitor de Seminario; Lombardia, Itália. 6-4-58; # 22-04. "BELLU."

16. Belluchi, Cleto. Bispo Auxiliar de Fermo - Itália. 4-6-68; # 12-217.

17. Bettazzi, Luigi. Bispo de Ivrea, Itália. 5-11-66; # 1347-45. "LUBE."

18. Bianchi, Ciovanni. 10-23-69; # 2215-11. "BIGI."

19. Biffi, Franco. Monsenhor Reitor da Pontifícia Universidade Igreja de São João Laterano . 8-15-59. "BIFRA."

20. Bicarella, Mario. Prelado de Vicenza, Itália. 9-23-64; # 21-014. "BIMA."

21. Bonicelli, Gaetano. Bispo de Albano, Itália. 12-5-59; # 63-1428, "BOGA."

22. Boretti, Giancarlo. 3-21-65; # 0-241. "BORGI."

Boretti, Giancarlo

23. Bovone, Alberto. Secretário Substituto do Santo Ofício. 30-3-67; # 254-3. "ALBO."

24. Brini, Mario. Arcebispo e Secretário dos Chineses, Orientais, e Pagãos.. Membro da Pontificia Comissão para a Rússia. Tem o controle em reescrever o Cânon das Leis. 7-7-68; # 15670. "MABRI."

25. Bugnini, Annibale. Arcebispo.Elaborou a Nova Missa. Enviado para o Irã, 23-4-63; # 1365-75. "BUAN."

Bugnini, Annibale.

26. Buro, Michele. Bispo. Prelado da Pontificia Comissão para a América Latina, 21-3-69; # 140-2. "BUMI."

27. Cacciavillani, Agostino. Secretariado de Estado. 6-11-60; # 13-154.

28. Cameli, Umberto. Diretor no Ofício do Assuntos Eclesiásticos da Itália no que se refere a Educação da Doutrina Católica. 17-11-60; # 9-1436.

29. Caprile, Giovanni. Diretor dos Assuntos Católicos Civis. 5-9-57; # 21-014. "GICA."

30. Caputo, Giuseppe. 15-11-71; # 6125-63. "GICAP."

31. Casaroli, Agostino. Cardeal. Secretário de Estado sob os auspícios de João Paulo II desde 1 de Julho de 1979 até sua aposentadoria em 1989. 28-9-57; # 41-076. "CASA."

Casaroli, Agostino

32. Cerruti, Flaminio. Diretor de Gabinete da Universidade para o estudo das Congregações. 2-4-60; # 76-2154. "CEFLA."

33. Ciarrocchi, Mario. Bispo. 8-23-62; # 123-A. "CIMA."

34. Chiavacci, Enrico. Professor de Teologia Moral, Universidade de Florença, Itália. 2-7-70; # 121-34. "CHIE."

35. Conte, Carmelo. 16-9-67; # 43-096. "CONCA."

36. Csele, Alessandro. 25-3-60; # 1354-09. "ALCSE."

37. Dadagio, Luigi. Nuncio Papal para a Espanha. Arcebispo de Lero. 8-9-67. # 43-B. "LUDA."

38. D"Antonio, Enzio. Arcebispo de Trivento. 21-6-69; # 214-53.

39. De Bous, Donate. Bispo. 24-6-68; # 321-02. "DEBO."

40. Del Gallo Reoccagiovane, Luigi. Bispo.

Del Gallo Reoccagiovane



41. Del Monte, Aldo. Bispo de Novara, Itália. 25-8-69; # 32-012. "ADELMO."

42. Faltin, Danielle. 4-6-70; # 9-1207. "FADA."

43. Ferraioli, Giuseppe. Membro da Sagrada Congregação para Assuntos Públicos. 24-11-69; # 004-125. "GIFE."

Ferraioli, Giuseppe

44. Franzoni, Giovanni. 2-3-65; # 2246-47. "FRAGI."

45. Gemmiti, Vito. Sagrada Congregação dos Bispos. 25-3-68; # 54-13. "VIGE."

46. Girardi, Giulio. 8-9-70; # 1471-52. "GIG."

47. Fiorenzo, Angelinin. Bispo. Título de Comendador do Espírito Santo. Vigário Geral dos Hospitais Romanos. Controla os fundos financeiros dos hospitais. Foi sagrado Bispo em 19-7-56; filiou-se a Maçonaria em 14-10-57.

48. Giustetti, Massimo. 4-12-70; # 13-065. "GIUMA."

49. Gottardi, Alessandro. Procurador e Postulador Geral dos Irmãos Maristas - Arcebispo de Trento. 13-6-1959; # 2437-14. "ALGO."

50. Gozzini, Mario. 14-5-70; # 31-11. "MAGO."

51. Grazinai, Carlo. Reitor do Seminário Vaticano Menor. 23-7-61; # 156-3. "GRACA."

52. Gregagnin, Antonio. Tribuno das Primeiras Causas para a Beatificação. 19-10-67; # 8-45. "GREA."

53. Gualdrini, Franco. Reitor de Capranica. 22-5-61; # 21-352. "GUFRA."

54. Ilari, Annibale. Abbot. 3-16-69; # 43-86. "ILA."

55. Laghi, Pio. Nunzio, Delegado Apostólico para a Argentina, e depois para os E. U. A até l 1995. 24-8-69; # 0-538. "LAPI."

56. Lajolo, Giovanni. Membro do Conselho para os Assuntos Públicos da Igreja. 27-7-70; # 21-1397. "LAGI."

Lajolo, Giovanni.

 

57. Lanzoni, Angelo. Chefe de Gabinete do Secretário de Estado.24-9-56; # 6-324. "LANA."

58. Levi, Virgillio. Monsenhor. Diretor Assistente do Jornal Oficial do Vaticano, L"Osservatore Romano. Admistra a Estação de Rádio do Vaticano. 4-7-58; # 241-3. "VILE."

59. Lozza, Lino. Chanceler da Academia São Tomás de Aquino da Religião Católica de Roma . 23-7-69; # 12-768. "LOLI."

60. Lienart, Achille. Cardeal. Grão Mestre Maçom de alto grau. Bispo de Lille, França. Recruta Maçons. Foi o líder das Forças Progressistas no Concílio Vaticano II.

61. Macchi, Pasquale. Cardeal e Prelado de Honra e Secretário Particular do Papa Paulo VI 23-4-58; # 5463-2. "MAPA."

62. Mancini, Italo. Diretor de Sua Santidade. 18-3-68; # l551-142. "MANI."

63. Manfrini, Enrico. Consultor Leigo da Pontificia Comissão das Artes Sagradas. 21-2-68; # 968-c. "MANE."

64. Marchisano, Francesco. Prelado de Honra do Papa. Secretário da Congregação para os Seminários e Universidades de Estudos. 2-4-61; 4536-3. "FRAMA."

65. Marcinkus, Paul. Guarda Costas Americano do Papa. da cidade de Cicero, Illinois. Presidente do Instituto de Treinamentos Religiosos. 21-8-67; # 43-649. Apelidado "GORILLA." Nome Código "MARPA."

Marcinkus, Paul.

66. Marsili, Saltvatore. Abade da Ordem de São Benedito de Finalpia, próximo a Modena, Itália. 2-7-63; # 1278-49. "SALMA."

67. Mazza, Antonio. Bispo Titular de Velia. Secretário Geral do Ano Santo em 1975.1 4-4-71. # 054-329. "MANU."

68. Mazzi, Venerio. Membro do Conselho para os Assuntos Públicos da Igreja. 13-10-66; # 052-s. "MAVE."

69. Mazzoni, Pier Luigi. Membro da Congregação de Bispos. 9-14-59; # 59-2. "PILUM."

70. Maverna, Luigi. Bispo de Chiavari, Genova, Italia. Assistente Geral da Itália Católica Azione. 3-6-68; # 441-c. "LUMA."

71. Mensa, Albino. Arcbispo de Vercelli, Piemonte, Itália. 23-7-59; # 53-23. " MENA."

72. Messina, Carlo. 3-21-70; # 21-045. "MECA."

73. Messina, Zanon (Adele). 9-25-68; # 045-329. " AMEZ."

74. Monduzzi, Dino. Regente da Prefeitura da Casa Pontifícia. 11-3 -67; # 190-2. "MONDI."

75. Mongillo, Daimazio. Professor de Teologia Moral Dominicana, no Instituto Santos Anjos de Roma 16-2-69; # 2145-22. "MONDA."

76. Morgante, Marcello. Bispo de Ascoli Piceno na Itália Oriental. 22-7-55; # 78-3601. "MORMA."

77. Natalini, Teuzo. Vice Presidente dos Arquivos do Secretariado do Vaticano. 6-17-67; # 21-44d. "NATE."

78. Nigro, Carmelo. Reitor do Pontifício Seminário de Estudos Maiores. 21-12-70; # 23-154. "CARNI."

79. Noe, Virgillio. Maçom e Chefe da Sagrada Congregação da Divina Adoração. Ele e Annibale Bugnini, pagaram 5 Pastores Protestantes e um Rabino Judeu para escreverem a Nova Missa. 3-4-61; # 43652-21. "VINO."

Noe, Virgillio

80. Palestra, Vittorie. Ele é o Conselheiro Legal da Sagrada Rota do Estado do Vaticano. 6-5-43; # 1965. "PAVI."

81. Pappalardo, Salvatore. Cardeal. Arcebispo de Palermo, Sicilia. 15-4-68; # 234-07. "SALPA."

Pappalardo, Salvatore

82. Pasqualetti, Gottardo. 15-6-60; # 4-231. "COPA."

83. Pasquinelli, Dante. Ele é ou era o Conselheiro do Nuncio de Madri - Espanha. 12-1-69; # 32-124. "PADA."

84. Pellegrino, Michele. Cardeal. Chamado de "Protetor da Igreja", Arcebispo de Torino 2-5-60; # 352-36. "PALMI."

85. Piana, Giannino. 2-9-70; # 314-52. "GIPI."

86. Pimpo, Mario. Vigário do Escritório de Assuntos Gerais. 15-3-70; # 793-43. "PIMA."

87. Pinto, Monsignor Pio Vito. Adido do Secretário de Estado e Tabelião da Segunda Secção do Supremo Tribunal e da Assinatura Apostólica. 2-4-70; # 3317-42. "PIPIVI."

88. Poletti, Ugo. Cardeal. Vigário da Santissima Diocese de Roma. Controla o clero de Roma desde 6-3-73. Membro da Sagrada Congregação dos Sacramentos e da Divina Adoração. Ele é o Presidente das Obras Pontifices e da Preservação da Fé. É também Presidente da Academia Litúrgica. 17-2-69; # 32-1425. "UPO."

89. Rizzi, Monsignor Mario. Sagrada Congregação dos Ritos Orientais . Consta como "Prelado Bispo de Honra do "Santo Padre, o Papa." Atua sob comando do Maçom de Alto Grau Mario Brini na manipulação de Leis Canônicas. 16-9-69; # 43-179. "MARI," "MONMARI."

90. Romita, Florenzo. Era da Sagrada Congregação do Clero. 21-4-56; # 52-142. "FIRO."

91. Rogger, Igine. Oficial da Santa Sé (Diocese de Roma). 16-4-68; # 319-13. "IGRO."

92. Rossano, Pietro. Sagrada Congregação das Religiões Não-Cristãs. 12-2-68; # 3421-a. "PIRO."

93. Rovela, Virgillio. 6-12-64; # 32-14. "ROVI."

94. Sabbatani, Aurelio. Arcebispo de Giustiniana (Giusgno, Provincia de Milar, Itália). Primeiro Secretário da Suprema Assinatura Apostólica. 22-6-69; # 87-43. "ASA"

Sabbatani,

95. Sacchetti, Guilio. Delegado dos Governadores - Marchese. 8-23-59; # 0991-b. "SAGI."

96. Salerno, Francesco. Bispo. Prefeito dos Atos Eclesiásticos. 4-5-62; # 0437-1. "SAFRA"

97. Santangelo, Franceso. Substituto Geral do Conselho de Defesa Legal. 12-11-70; # 32-096. "FRASA."

98. Santini, Pietro. Vice Oficial do Vigário. 23-8-64; # 326-11. "SAPI."

99. Savorelli, Fernando. 14-1-69; # 004-51. "SAFE."

100. Savorelli, Renzo. 6-12-65; # 34-692. "RESA."

101. Scanagatta, Gaetano. Sagrada Congregação do Clero. Membro da Comissão de Pomei e Loreto, Itália. 9-23-71; # 42-023. "GASCA."

102. Schasching, Giovanni. 18-3-65; # 6374-23. "GISCHA," "GESUITA."

103. Schierano, Mario. Bispo Titular de Acrida (Acri na Provincia de Cosenza, Itália.) Chefe Militar Capelão das Forças Armadas da Itália. 3-7-59; #14-3641. "MASCHI."

104. Semproni, Domenico. Tribunal do Vicariato do Vaticano.16-4-60; # 00-12. "DOSE."

105. Sensi, Giuseppe Mario. Titular Arcebispo de Sardi (na Asia Menor, próximo a Esmirna). Nuncio Papal de Portugal. 2-11-67; # 18911-47. "GIMASE."

Sensi, Giuseppe Mario

106. Sposito, Luigi. Pontificia Comissão para os Arquivos da Igreja na Itália. Chefe Administrador do Assento Apostólico do Vaticano.

107. Suenens, Leo. Cardeal. Título: Protetor da Igreja de São Pedro In Vincolis, fora de Roma. Promove o Pentecostalismo Protestante (Carismáticos). Atuava junto a 3 Congregações Sacras : 1) Propagação da Fé; 2) Ritos e Cerimonias na Liturgia; 3) Seminários . 15-6-67; # 21-64. "LESU."

108. Trabalzini, Dino. Bispo de Rieti (Reate, Peruga, Itália). Bispo Auxiliar do Sul de Roma. 6-2-65; # 61-956. "TRADI."

109. Travia, Antonio. Arcebispo Titular de Termini Imerese. Diretor das Escolas Católicas. 15-9-67; # 16-141. "ATRA."

110. Trocchi, Vittorio. Secretário Laico para o Consistório Catolico para Consultas do Estado do Vaticano 12-7-62; # 3-896. "TROVI."

111. Tucci, Roberto. Diretor Geral da Rádio Vaticano. 21-6-57; # 42-58. "TURO."

112. Turoldo, David. 9-6-67; # 191-44. "DATU."

113. Vale, Georgio. Padre. Oficial da Diocese de Roma. 21-2-71; # 21-328. "VAGI."

114. Vergari, Piero. Chefe Oficial do Gabinete de Assinatura para os Protocolos do Vaticano. 14-12-70; # 3241-6. "PIVE."

115. Villot, Jean. Cardinal. Secretário de Estado durante o reinado do Papa Paulo VI. Ele é o Camerlengo (Tesoureiro). "JEANNI," "ZURIGO."

116. Zanini, Lino. Titular Arcebispo de Andrianopolis, Turquia. Nuncio Apostólico. Membro da Reveredissima Fábrica da Basilica de São Pedro.

--

Os seguintes clérigos da maçonaria do Vaticano foram denunciados após a lista acima ter sido compilada

1. Fregi, Francesco Egisto. 2-14-63; # 1435-87.
2. Tirelli, Sotiro. 5-16-63; # 1257-9. "TIRSO."
3. Cresti, Osvaldo. 5-22-63; # 1653-6. "CRESO."
4. Rotardi, Tito. 8-13-63; # 1865-34. "TROTA."
5. Orbasi, Igino. 9-17-73; # 1326-97. "ORBI."
6. Drusilla, Italia. 10-12-63; # 1653-2. ""DRUSI "
7. Ratosi, Tito. 11-22-63; # 1542-74 "TRATO."
8. Crosta, Sante. 11-17-63; # 1254-65. "CROSTAS.


Fonte: http://www.fimdostempos.net/macons_catolica.html



LEIA TAMBÉM
Relembrando: "E o diabo abre desfile no Carnaval do Rio de Janeiro - 2007"
Bebida Energética Red Bull promove comercial que faz sarcasmo de Jesus
Bruxa Deseja que seus Livros sejam distribuidos em Escolas
Você é cristão e curte Lady Gaga? Consegue?
Cantores MPB fumaram maconha com as paginas da Bíblia e Jô Soares chama a Bíblia de conto de fadas.
A "Sharia" do Horror! - Lei Islâmica
As verdades por trás do Carnaval
"Por trás do controle populacional existe uma ideologia de morte", alerta Mario Rojas
Relatório de Kissinger: Documento aponta medidas para conter o aumento populacional



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.274.375
Visitas Únicas Hoje: 285
Usuários Online: 203