Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 5.231.453 Visitas Únicas Hoje: 1.236
Usuários Online: 326
Sistema de Busca
Documento sem título

Qual a aparição de Nossa Senhora mais importante na História?

Medjugorje

Fátima














Newsletter Espacojames
Receba nossas atualizações diretamente no seu Email - Grátis!
 

Livro Aberto
Coloco nesta catogira livros inteiros sobre nossa fé católica, que serão inseridos por partes.




Salvar em PDF






Visto: 2863 - Impresso: 327 - Enviado: 21 - Salvo em Word: 400
Postado em: 15/05/13 às 21:58:02 por: James
Categoria: Livro Aberto
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=180&id=10983
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Livro Aberto

Continuação...

 

A nova religiosidade
 
É uma expressão que está na moda. Foi escolhida para indicar aquelas pessoas que se consideram cristãs, mesmo aceitando idéias teológicas ou morais incompatíveis com o cristianismo.
 
 
 
Um dos italianos é o de acreditar na reencarnação, crença totalmente incompatível com a ressurreição e, portanto, com a fé cristã. Ou então: freqüentar sessões de espiritismo, magos, cartomantes e outras coisas parecidas. Entre as formas de superstição, também englobo quem corre atrás de presumíveis aparições, revelações privadas, pretensiosos carismáticos. Todas estas formas sempre são acompanhadas por uma total ignorância da Bíblia, da doutrina cristã, dos ensinamentos da Igreja. Já não se acredita no Deus único, no único Salvador, no único Mestre. Quer se conciliar tudo. Todas as religiões são iguais.
 
No que respeita o comportamento moral, considera legítimo o divórcio, o aborto, as relações sexuais antes do Matrimônio. Mais grave ainda é freqüentar ambientes ou pessoas totalmente contrárias ao cristianismo: grupos de religiões orientais, pessoas como Sai Baba, que considero o filho primogênito de Satanás.
 
 
Sai Baba
 
 
 
É inútil dizer que só a nova evangelização, ou seja, só um sério aprofundamento do cristianismo pode remediar estes freqüentíssimos casos de nova religiosidade.
 
 
O satanismo
 
É talvez o ponto culminante da aberração humana e do afastamento do homem em relação a Deus, seu Criador: dEle nascemos, pra Ele voltaremos.
 
Uma primeira afirmação: o satanismo existe na sua horrenda realidade. Não é necessário a confirmação dos meios de comunicação, que o reduzem à esfera do sensacionalismo e ora o apresentam assustador, ora dramático, ora ridículo: apenas se interessam em dar espetáculo.
 
Satanás existe e o satanismo também, mas foi vencido por Cristo, que veio precisamente para destruir as obras de Satanás. Se o satanismo existe, vamos olhá-lo de frente. Costuma se apresentar sob duas forma.
 
1- o Satanismo impessoal. Para muitas correntes de pensamento, ultimamente para a New Age, Satanás não é uma pessoa, mas indica ser o homem contra Deus, contra a moral, contra qualquer autoridade, contra qualquer freio ou limite à vontade própria e ao prazer. Podemos expressá-lo da seguinte maneira: eu sou deus, eu sou o absoluto, livre e independente de qualquer lei ou vínculo.
 
 
 
É desta maneira que se expressa grande parte do rock satânico nas suas mensagens subliminares. E que a inspiração é satânica não restam dúvidas; onde Satanás está mais presente é precisamente lá, onde é negado.

Efeito: destruição total. Perceba que este é o resultado final do ocultismo: o homem passa a viver sem leis, sem freios, sem controle, sentindo-se patrão absoluto e dominador das leis naturais, dos poderes cósmicos, fora do espaço e do tempo.
 
2- Satanás visto como aquele que se opõe a Deus. Este é um segundo aspecto bastante mais difundido, desde sempre (por exemplo, o culto da Shiva, na Índia, é um culto satânico). Satanás pretende ser mais forte do que Deus e dar ao homem a sua felicidade, apresentando a ele o fruto proibido.
 
 
 
Mas para isso exige um culto, sacerdotes, consagrados, sacrifícios. O leitor já deve ter, pelo menos, ouvido falar de missas negras, de profanação de tabernáculos, de profanação de cemitérios. São raras na Itália as formas de culto com sangue com estupro e vítimas humanas (mas são tantas as moças que desaparecem, especialmente as crianças, ou seja, aquelas que mais facilmente pode se supor que são virgens), sinal de que cada vez mais se contentam com o sacrifício de animais.
 
Na Itália existem quatro seitas satânicas bem conhecidas, às quais podem ser acrescentados cerca de seiscentos grupos satânicos; em geral, pouco numerosos, muitos móveis, fáceis de desagregar e de agregar novamente em pouco tempo.
 
O que oferece o satanismo? Por que tem tanto sucesso no meio dos jovens, que buscam satisfações imediatas, e dos não jovens, pouco realizados e desiludidos? Oferece a satisfação das três paixões: o poder, a riqueza e o prazer. Foi nestas três paixões que o próprio Jesus também foi astutamente tentado. Em seguida, apresento um exemplo que cito da revista mensal da Renovação Carismática (Itália), de abril de 1993.
 
 
 
“Um jovem indagava sobre a relação que existe entre o satanismo e o ocultismo. Perguntei o que continha em uma pequena bolsa que ele trazia pendurada ao pescoço. Extraiu uma pequena ampola cheia de um líquido amarelo e acrescentou: quando encontro uma moça de quem gosto, coloco um pouco deste líquido nas mãos, recito uma oração ao demônio e estendo a mão a ela. Assim que me toca na mão, é atingida pelo encanto e torna-se minha” (p.33).
 
Duvido muito que o malefício funcione; certamente não funciona se a moça estiver “encouraçada”: se viver na graça de Deus, se rezar, se tiver um estilo de vida autenticamente cristão. As moças não precisam ficar assustadas, nem de pensar em deixar de dar a mão aos rapazes... Mas aquilo que realmente me interessa, neste episodio, é a mentalidade do jovem: a imbecilidade de se consagrar a Satanás e de rezar para obter um favor; a estupidez de quem vende a alma ao diabo para obter uma satisfação passageira.
 
Como defender-se do satanismo? Especialmente os jovens, que muitas vezes se sentem sós, incompreendidos e sem respostas para os seus problemas. Repito mais uma vez, os três meios citados no início: nova evangelização manter-se informado, saber ouvir.
 
Olho para o exemplo do Papa, que aceita o diálogo direto com as multidões de jovens e que sabe arrebatar a juventude, apresentando as respostas exigentes de Cristo, os convites heróicos do Evangelho, com um calor e um amor que atraem. Sem reticências, nem concessões. Não somos nós a conquistar os jovens: é Cristo. A nossa tarefa é apresentá-lo: “Ide, pois, ensinai todas as nações, batizando-as (...). E eu estarei sempre convosco, até ao fim do mundo” (Mt 28,19-20).
 
São palavras de esperança, de certeza. A Bíblia não diz, em parte alguma, para termos medo do demônio; é um disparate ter medo de um derrotado, de um derrotado por Cristo. A Bíblia diz que devemos temer o pecado, temer quem pode matar a alma. É tão forte a frase se São João: “Sabemos que nasceu de Deus não peca; mas o que é gerado de deus se acautela, e o Maligno não o toca” (1Jo 5,18).
 
 
 
 
 
 
É importante recordar que o satanismo, infelizmente, está em grande crescimento em todo o mundo, especialmente entre os jovens, sobre os quais tem enorme influência certas músicas de rock, ou entre as crianças, para as quais são utilizados tantos meios que parecem inocentes, tais como desenhos animados, jogos, cromos.
 
Está na hora de os sacerdotes, educadores e pais abrirem os olhos. Apesar de já terem sido descobertos muitos delitos, nos Estados Unidos o satanismo é considerado legítimo como qualquer outra religião. É um verdadeiro absurdo; é como dizer que, numa democracia, todos os movimentos têm o direito de existir, até aqueles que promovem a ditadura, ou seja, a destruição da democracia.
 
 
 
 
Para quem quiser aprofundar a verdadeira realidade da democracia. Para quem quiser aprofundar a verdadeira realidade do satanismo contemporâneo, aconselhamos a mensagem do filme L’adorazione del diavolo (A adoração do diabo), da Ed. Dehoniane, Roma. Como avisa o editor, o filme tem imagens e informações horripilantes (isto é dito para alertar as pessoas que querem ver o filme); mas a realidade é assim, e ainda pior.
 
Aos exorcistas presentes na reunião internacional de 1994, em Roma, foram dadas informações ainda mais assustadoras por parte de psiquiatras e exorcistas americanos, em particular, a respeito da tortura de crianças. Naturalmente que também foi falado sobre tudo aquilo que o exorcista pode fazer para libertar da influência maléfica ou da possessão.
 
Continua...
 













Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 15/05/13 às 21:58:02 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.




LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES