Como derrotar Satanás: os conselhos do exorcista-mor de Roma
 
 
Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.069.427
Visitas Únicas Hoje: 44
Usuários Online: 260
Sistema de Busca

 

Exorcismo




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 2015 - Impresso: 52 - Enviado: 15 - Salvo em Word: 20
Postado em: 05/10/15 às 15:15:12 por: James
Categoria: Exorcismo
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=137&id=13795
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Exorcismo

O padre italiano Gabriele Amorth nos fala sobre o Amor de Deus Pai, capaz de ofuscar todos os ataques do diabo

Muitos cristãos não acreditam no diabo, como o cardeal que certa vez deixou alarmado o padre Gabriele Amorth, exorcista e especialista em mariologia: “Isso não é nada além de superstição”, tinha dito o purpurado. Outros veem o diabo em todos os lugares, prestando-lhe um excesso de atenção que não é saudável.

O padre Amorth restaura a perspectiva adequada em um “testamento espiritual” legado ao final da sua vida (ele está com 90 anos de idade). A verdade é que Deus é infinitamente “mais belo que o diabo” e muito mais atraente, diz o padre no livro-entrevista compilado por seu colega Angelo De Simone. É uma grande pena que tantos católicos deixem o Deus do Amor em segundo plano – até porque isto é jogar o próprio jogo do diabo.

Somos filhos de Deus: esta é a boa notícia que todos os cristãos devem irradiar. Como podemos evangelizar sem irradiar o Amor de Deus? Como podemos transmitir esse fogo sendo meramente “religiosos”? Afinal, todo mundo, até mesmo o ateu mais empedernido, é “religioso” de certa forma.

Sob a proteção de Maria

O diabo certamente existe e “possui” um número limitado de pessoas. O padre Amorth passou boa parte da vida expulsando-o. Ele também tem um posicionamento claro quanto às “marcas devastadoras do diabo” em nossa sociedade. No entanto, o célebre exorcista de Roma é cuidadoso para não tornar o diabo uma obsessão. Ele nos dá os seguintes conselhos sobre as inevitáveis ​​tentações e quedas que acontecem na vida do cristão: “Se há uma maneira infalível de nos proteger da influência do diabo é nos deixar atrair pela bondade e pela beleza do Bem e do nosso Deus e Pai”.

O próprio padre Amorth trilhou a estrada real de seguir o exemplo de Maria e se colocar sob a sua proteção.

Este discípulo do padre Pio não minimiza o mal, o pecado e o inferno de maneira alguma. No entanto, assim como a “pequena” Santa Teresinha, ele sabe que seremos julgados pelo amor. Desde a queda de Adão e Eva, “a razão mais profunda que impede a comunhão com Deus é o medo de Deus; um medo que não nos deixa sentir o Amor de Deus Pai por nós como filhos”. Esta é a mortal mentira do anjo das trevas: “Deus não ama você”. Este é “o pior dos males” e a fonte de todos os outros: “não conhecer o Pai”. Sem o Amor do Pai, “a lei de Deus é apenas um fardo pesado”.

Total confiança no Amor do Pai

Ao longo de toda a sua vida, de Belém até o Gólgota, Cristo nos mostra como resistir a Satanás e vencer o mal: confiando-se totalmente ao Pai, abandonando-se ao seu Amor. Isto não acontece sem a nossa participação, sem sermos vigilantes todos os dias e durante toda a nossa vida, “transformando-nos de servos em filhos”. Neste caminho, o diabo vai fazendo a sua parte: “a presença e a ação dele no mundo deve nos manter atentos para podermos travar a batalha”. O Filho quer nos associar à sua luta bem sucedida contra Satanás e contra as suas obras, de modo a sermos vencedores, junto com Ele, nas mãos do Pai.

O cristão é chamado a esta luta como outro Cristo, no testemunho pacífico da verdade: “A nossa luta não é contra criaturas de carne e sangue, mas contra espíritos do mal que habitam este mundo. Vamos obedecer a Cristo e seguir as instruções que Paulo deu aos cristãos de Roma: vamos vencer o mal com o bem, porque a vingança gera vingança e não quebra a cadeia do mal: ela a perpetua e agrava”.

Humildade, fé e oração

Em suma, a armadilha diabólica mais formidável é a tibieza, a indiferença e a insensibilidade espiritual, que, gradualmente, nos mergulham na escuridão. Como podemos evitá-la? Os remédios são conhecidos há dois mil anos: “a humildade, a fé, a oração (o rosário), os sacramentos (a missa, o sacramento da reconciliação), vivendo uma vida cristã em conformidade com o Evangelho, fazendo as obras da caridade e perdoando os nossos inimigos”. Sempre seguindo o exemplo de Maria e colocando-nos sob a sua proteção.

Deus é mais belo que o diabo! Deus é infinita e incomparavelmente mais belo que o diabo!



Fonte: www.aleteia.org





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 05/10/15 às 15:15:12 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.


Visite o espacojames nas redes sociais:



LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES