TRADIÇÃO – Igual ou superior à Bíblia
 
 
Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.127.086
Visitas Únicas Hoje: 645
Usuários Online: 254
Sistema de Busca

 

Protestantes/ Seitas




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 1783 - Impresso: 78 - Enviado: 15 - Salvo em Word: 52
Postado em: 01/02/10 às 09:53:17 por: James
Categoria: Protestantes/ Seitas
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=119&id=4197
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Protestantes/ Seitas

DESFAZENDO AS POTOCAS EVANGÉLICAS

OSWALDO

 


TEXTO MENTIROSO E ONDE SE ENCONTRA

“…podemos verificar que o Senhor Jesus repreendeu os fariseus que faziam exatamente o que a Igreja Católica faz hoje, criando um compêndio de ensinamentos e preceitos humanos, tornando-os iguais ou até mesmo superiores à Palavra de Deus, pois ela mesma diz que “da Revelação não deriva a sua certeza a respeito de tudo o que foi revelado somente da Sagrada Escritura” (Catolicismo – Tradição – Tradição Católica – Prof. João Flávio Martinez)

http://www.cacp.org.br/catolicismo/artigo.aspx?lng=PT-BR&article=172&cont=1&menu=2&submenu=4

 

DESFAZENDO AS POTOCAS EVANGÉLICAS

RAZÕES LÓGICAS:

O que dizem as Escrituras Sagradas sobre a tradição? Vejamos:

“Nós vos ordenamos, irmãos, em nome do Senhor Jesus Cristo, que vos afasteis de todo irmãos que leve vida desordenada e contrária à tradição que de nós receberam” (2Ts 3,6);

“Eu vos louvo por vos recordardes de mim em todas as ocasiões e por conservardes as tradições tais como vô-las transmiti” (1Cor 11,2);

“O que de mim OUVISTE na presença de muitas testemunhas, confia-o a homens fiéis, que sejam idôneos para ensiná-lo a outros! (2Tm 2,2);

“Sei em quem acreditei… Toma por norma as sãs PALAVRAS que ouviste de mim, na fé e no amor do Cristo Jesus. Guarda o bom depósito (’paratheken’) com o auxílio do Espírito Santo que habita em nós” (2Tm 1,12-14).

“Por isso é que também nós não cessamos de dar graças a Deus, porque RECEBESTES A PALAVRA DE DEUS, QUE DE NÓS OUVISTES, e a acolhestes, não como palavra de homens, mas como aquilo que realmente é, COMO PALAVRA DE DEUS, que age eficazmente em vós, os fiéis. “ (I Tessalonicenses 2,13)

“Assim, pois, irmãos, ficai firmes e conservai as tradições que de nós aprendestes, seja por palavras, seja por carta nossa.(II Thess II, 15).

De tudo o que acima foi mencionado na Bíblia podemos deduzir o que segue:- Não podemos ter contato com aqueles que vivem em desacordo com as tradições recebidas dos apóstolos;- É digno de louvor quem conserva as tradições apostólicas da forma que foram transmitidas pelos apóstolos;- Tudo o que os apóstolos ensinaram verbalmente deve ser transmitido por homens idôneos;

- As palavras dos apóstolos não deviam ser recebidas como palavras de homens e sim, como palavras de Deus;

- Devemos conservar as tradições apostólicas tanto escritas como orais;

EM LUGAR NENHUM da Bíblia fala que a palavra de Deus transmitida oralmente seja superior à transmitida por escrito e vice-versa.

Agora resta provar que a IGREJA CATÓLICA ensina que a TRADIÇÃO APOSTÓLICA seja superior à PALAVRA DE DEUS ESCRITA.

PROVA DOCUMENTAL

Bem, quem afirma isso são os EVANGÉLICOS, portanto cabe eles o ÕNUS DA PROVA, isto é,

DEVERÃO PROVAR QUE A IGREJA CATÓLICA ENSINA:

- que as tradições humanas TÊM O MESMO VALOR ou SÃO SUPERIORES À BÍBLIA;

- que as tradições apostólicas SÃO SUPERIORES À BÍBLIA.

MISSÃO IMPOSSÍVEL!!!!!!

Tem mais:

SOMENTE ALGUÉM INSPIRADO TEM AUTORIDADE PARA DIZER QUAIS SÃO OS LIVROS INSPIRADOS

Supondo:

Vou à livraria comprar uma Bíblia e o livreiro me oferece uma que tem 73 livros; entretanto, pode também me oferecer uma que tenha apenas 66; então eu lhe pergunto:

- Qual delas é a verdadeira?

Se o livreiro for católico me dirá: é a que tem 73 livros;

se o livreiro for protestante me dirá: é a que tem 66 livros;

Vamos supor que eu acredite no livreiro protestante. Entretanto, observo que uma dessas Bíblias difere completamente das demais.

Trata-se da Bíblia das Testemunhas de Jeová. Então pergunto novamente ao livreiro:

- Qual delas é a certa?

Se ele for TJ me dirá que a certa é a que tenho nas mãos, mas se não for, me dirá: “Desculpe, essa Bíblia é completamente deturpada, pegue esta da tradução Almeida, Corrigida e Revisada, Fiel etc”.

Daí eu vejo em algum lugar uma que contém o seguinte informe: “Almeida, Revista e Atualizada…”. O vendedor me informa:

- Não, a correta é esta aqui…

Conclusão:

O vendedor de livros não é nenhuma autoridade infalível capaz de me apontar, sem deixar qualquer dúvida, qual é a Bíblia verdadeira, aquela que Deus inspirou.

Então recorro a muitas das mais de 50.000 seitas evangélicas, mas todas igualmente me informam que nenhuma Igreja é infalível, inerrante e que que ñenhum pastor também é infalível.

A partir daí, fico com esta interrogação:

- COMO SABEREI. ENTÃO, QUAL É A BÍBLIA VERDADEIRA?

RECORRO, então à IGREJA CATÓLICA:

- Gente, me diga aqui: qual é a Bíblia verdadeira? Eles me respondem:

- A Bíblia inspirada por Deus é esta que contém 73 livros e que leva a a aprovação da IGREJA.

- E a Igreja é Infalível?

- Sim, ela é coluna e sustentáculo da Verdade, veja aqui em I Timóteo 3,15. Ela é inspirada por Deus e por isto não pode errar.

Ainda insisto:

- Por que são 73 e não 66 livros? Respondem-me: “Está no cânon sagrado”.

- E onde é que posso ver este cânon sagrado? Está na Bíblia?”

- Não, não! Este Cânon foi aprovado pela Igreja.

- Mas as outras igrejas aprovaram uma relação bem diferente. Quem está com a razão?

- A Igreja Católica. Elas não têm certeza do que fazem porque elas mesmas dizem que nenhuma igreja é inerrante. A Igreja Católica, porém, é infalível conforme já lhe foi mostrado na própria Bíblia.

Mas e o rol dos livros cridos pelos protestantes?

- Bem, ele não se encontra na Bíblia. Trata-se de uma antiga tradição (HUMANA PORQUE ESTABELECIDA PELOS FARISEUS EM JÂMNIA, POR VOLTA DO ANO 90 D.C.).

CONCLUSÃO: APESAR DE TUDO, os evangélicos têm a certeza de que tal relação de 66 livros é inerrante mesmo que não figure na Bíblia contrariando o dogma protestante de que “A BÍBLIA É A ÚNICA REGRA DE FÉ” (que por sua vez sequer está também na Bíblia – quanta incoerência!!!!)

Os hereges conferem a essa tradição o carisma da INFALIBILIDADE, bem como também ao CONCÍLIO DOS QUE REJEITARAM A CRISTO.

Se dão tal valor ao CONCÍLIO DOS HIPÓCRITAS, curiosamente, rejeitam, considerando sem qualquer valor, os CONCÍLIOS REALIZADOS PELO BISPOS CRISTÃOS que aprovaram o rol dos 73 livros.

Eta!!!! Têm de se apoiar em qualquer coisa. Se não nos concílios cristãos, pelo menos nos concílio dos fariseus!!! HEHEHEHEHE!!!!!

Tem mais:

“Bem, se os protestantes ficaram com o cânon de 66 livros, isto se deve a eles terem seguido determinações judaicas”
======================

Em diversas discussões a respeito, nota-se que os protestantes, para recomporem o vazio deixado pela ausência da autoridade da Igreja que rejeitaram, apelam para a autoridade dos fariseus.

Justificam sua posição mediante a seguinte passagem:

“… Principalmente porque lhes foram confiados [aos judeus] os oráculos de Deus” (Romanos 3,2).

Ora, isto aconteceu até Cristo. A ruptura entre o Novo e o Velho ficou simbolizada pelo véu do templo rasgado de alto a baixo. A autoridade foi repassada à Igreja de Cristo:

“… Assim também quando virdes acontecer estas coisas, sabei que o Filho do homem está próximo, às portas… Ficai de sobreaviso, vigiai; porque não sabeis quando será o tempo. Será como um homem que, partindo em viagem, deixa a sua casa e delega sua autoridade aos seus servos, indicando o trabalho de cada um, e manda ao porteiro que vigie” (Marcos 13, 19.34)

O porteiro é PEDRO e seus sucessores que detêm o poder das chaves.

Fica ainda mais clara a transferência dessa autoridade no seguinte texto:

“Mas Jesus, aproximando-se, lhes disse: Toda autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, pois, [investidos com esta autoridade] e ensinai a todas as nações; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo” (São Mateus 28,18-20).

Para quem ainda não se convenceu, que tal a parábola dos maus vinhateiros, narrada por Cristo exatamente para explicar esta transferência?

“… Os vinhateiros, porém, disseram uns aos outros: Este é o herdeiro! Vinde, matemo-lo e será nossa a herança! Agarrando-o, mataram-no e lançaram-no fora da vinha. Que fará, pois, o senhor da vinha? Virá e EXTERMINARÁ OS VINHATEIROS E DARÁ A VINHA A OUTRO” (São Marcos 12, 7-9)



Fonte:
http://caiafarsa.wordpress.com/tradicao-igual-ou-
superior-a-biblia-oswaldo/





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 01/02/10 às 09:53:17 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.


Visite o espacojames nas redes sociais:



LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES