Espacojames


Página Inicial
Listar Artigos Site Aarão




Artigo N.º 8973 - ACESO O RASTILHO?
Artigo visto 2787 vezes




Visto: 2787
Postado em: 19/10/11 às 20:10:48 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=8973
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

Quem teve oportunidade de assistir ao Jornal Nacional de sábado, e que já leu a matéria do nosso Folder, deve ter percebido que a coisa está pegando, como se costuma dizer. Viajando pelos diferentes sites da internet e lendo as notícias e vendo as fotos que me enviaram ontem em hoje, nos parece que não dá mais para esconder que o rastilho está aceso, e caminhará para que tudo se cumpra! Como está em nossos livros e na matéria do folheto.

As notícias dão conta de que em milhares de cidades, mais de 80 países têm aderido ao primeiro grito vindo dos Estados Unidos “ocupe Wall Street” onde uma centena de manifestantes já foi presa devido ao protesto. E se pode perceber que, em todos os lugares onde se acende o rastilho, o fulcro central do protesto popular não é tanto direcionado contra os governos em si e sim contra a ganância financeira. Os protestos são contra a elite que comanda o mundo, via usurpação de todos os mercados mundiais. Como a besta anunciou, já abriu seu plano ao mundo, antes escondido, agora cada vez mais pessoas ficam sabendo da verdade, e se revoltam. Inclusive nos EUA, onde eles sempre se achavam senhores, quando eram e são escravos. 
  
Há milhares de coisas em jogo neste momento, que é crucial da história da humanidade. Tudo caminha agora para a consumação das profecias atuais, e antes de tudo, daquilo que consta das Sagradas Escrituras. Neste instante acabei de conversar com um sacerdote amigo, que nos acompanha em tudo com ouvido atento e olhos vivos, que nos diz que mais de 90% da população mundial simplesmente não está querendo ver o abismo que se abre sob seus pés. Neles, naturalmente, ele inclui a parte maior do clero. 
  
Ele, que divulga o folder sem medo, disse-me que não quer estar na pele dos seus amigos e pares, os sacerdotes, no momento em que tiverem de encarar o Juiz. Quanta vergonha eles passarão! Mas eu completei dizendo que esta vergonha acontecerá ainda aqui, na terra. Que explicação dará um sacerdote ao seu povo, no momento em que o mundo estiver em chamas, sendo que ele tem se ocupado em combater acidamente aos que avisam da proximidade deste incêndio? Que dirão eles ao seu rebanho, no momento em que as ovelhas vierem cobrar deles o fato de não terem sido avisados? 
  
Quanta gente em desespero? Quantos pais de família fugindo desesperados e largando as famílias? Quantas mães desprezando seus filhos, até de colo e fugindo para qualquer lugar, completamente transtornadas? Tudo isso poderia ser evitado se neste momento em que as coisas se agudizam, ainda em tempo, eles passassem a reunir as famílias ao redor do terço diário, passassem a trabalhar arduamente o Sacramento da Confissão para uma Eucaristia digna, eis o fantástico escudo das famílias, neste final dos tempos. Quantos deles fugirão sem fardas, escondendo-se no meio do povo, dizendo “não sou profeta sou agricultor desde a juventude”. Isso está na Bíblia, e acontecerá! Até os pais se envergonharão destes maus filhos! 
  
Assim, o que está acontecendo neste momento, em todo mundo, é apenas o início de uma tremenda confusão. De algo mais horrendo, do que já foi a última guerra mundial, e mais terrível do que todas as hecatombes havidas no último século, somadas todas juntas. Para início de conversa, eu deveria colocar o título deste artigo assim: “O mundo já está no chão”. O que de fato está ocorrendo na economia mundial, e neste joguinho nojento da besta é algo de arrepiar. 
  
Vou dar um exemplo, que parecerá cruel: Tempos atrás eu assisti a um vídeo, na savana africana, onde uma hiena, o animal que tem a mordida mais forte da natureza, cravou os dentes na pele do vazio de um gnú – aquele bovídeo que tem milhões, mas está em “extinção” – e o animal começou a rodopiar, e rodopiar, com a hiena cravada ali sem largar. A fera ficava rodando no ar, sem tocar o solo e sem largar, e tanto foi que o gnú caiu de cansado, e a hiena com o bando, começou a devorar o animal, ainda vivo. A sanha da besta é tão diabólica, que chega a isso!   
  
Mais ou menos assim está acontecendo, por exemplo, com as bolsas de valores e os mercados de capitais. Vejam que, para chegar a estas ações infladas, absurdas, dezenas de vezes acima do valor real, a besta usava de todos os artifícios, de manobras sujas e de boatos solertes, induzindo os investidores para que se afundassem mais e mais. E foi lhes dando corda, para que agora se enforquem, depois de ela os haver espoliado. Ela seduzia alguns investidores com lucros fenomenais, e foi envolvendo neste jogo milhões de pessoas, em todo mundo, que literalmente não faziam outra coisa: sem trabalho, sem produção, eles simplesmente viviam da exploração dos capitais vagabundos. Eis o maior câncer da economia mundial: o lucro sobre o dinheiro! 
  
Já devo ter escrito isso, mas nos tempos de antes de minha conversão, certa vez eu investi um pequeno capital na bolsa, e em 31 dias o lucro foi de 1330%, em ações de uma empresa. Numa pessoa gananciosa, tal loucura seria uma isca venenosa, que a levaria a nunca mais abandonar a bolsa. Mas três dias antes de o mercado despencar eu caí fora, para desespero do meu contato. Óbvio que, se eu lucrei aquele percentual maluco, sobre uma pequena quantia, imaginem o que lucraram os gigantes, em cima de fortunas. Por outro lado, matemática perfeita, alguém perdeu na contrária! 
  
Meus queridos leitores: quero dizer com isso, que o que está ocorrendo nas bolsas de todos os países é um imenso blefe. Marquem bem a palavra: blefe! Na realidade, desde que começaram a cair, em agosto e mais em setembro passado, elas de fato não subiram mais, nenhum dia! Todos os números são manipulados, os painéis acusam números falsos, e visam manter certa aparência, enquanto o mundo negocia, os governos se esbordoam, a besta se reúne e trama, os bancos se afoitam para receber recursos dos governos, e na realidade é a apenas a “hiena” mordendo na barriga do “gnú” começando já a devorá-lo, estando ainda “vivo”. 
  
Percebam que, desde agosto, números reais revelam que certas empresas já perderam nas bolsas mais de metade do valor nas ações. Isso em tese não quer dizer nada, porque elas continuam trabalhando, produzindo e também empregando as pessoas. Mas a besta manipula, e faz crer que isso é um desastre de um lado, enquanto sopra de outro. Como eles num dia fazem baixar os índices e dias subir, dão com isso sinal aos investidores pequenos, que podem recuperar as perdas, mas na realidade eles estão perdendo sempre mais. Milhares estão ficando pobres, na miséria, eis o rastilho que se espalha nos países avançados. E isso é apenas o começo! E verdade é que, quem perde tudo, não tem mais nada a perder. Ou seja: torna-se revoltado e capaz de tudo para recuperar o perdido. Até matar! 
  
Ou seja: o balão de vento da economia fictícia, dos capitais vagabundos, dos créditos sem lastro, dos papéis que o fogo queima, dos contratos lesivos que são inexequíveis, das dívidas soberanas impagáveis, dos empréstimos para empresas sempre rolados, dos bilhões de pessoas endividados, tudo isso já está no chão, é literalmente irrecuperável. Apenas que a besta ainda faz crer que é possível recuperar, porque tendo comido já os intestinos do “gnú” semivivo, aguarda apenas morder seu coração. O que eles desejam com estes pulsos – altas e baixas – é exatamente alijar do mercado todos os médios e pequenos investidores, que se não fugirem logo, mesmo com perdas consideráveis, ficarão completamente nus. 
  
Percebam como eles criam boatos, e qualquer coisinha, mesmo absurda ou até completamente estúpida, pode mudar os humores do mercado. Hoje pela manhã as bolsas operavam em alta, com a promessa deste fim de semana de um auxílio da parte dos emergentes. Ora achar que os anões irão ressuscitar os gigantes, em coma irreversível, é o mesmo que acreditar em fadas e duendes. Como ninguém sabe onde achar os recursos – porque de fato não existem – logo aconteceu a reversão das expectativas. Devemos entender que quem detém 80% das ações mundiais, pode adulterar com toda precisão o painel dos índices. A verdade está nas palavras de ditas hoje pela primeira ministra da Alemanha> o sonho de resolver os problemas da Europa é impossível. Isso fez imediatamente despencar os papéis ontem! 
  
Mas deixemos de lado a análise da economia, e nos voltemos para a realidade mais premente, que é a da salvação das almas. Tudo o que nós devemos fazer neste momento histórico é devotar nossos esforços, até o limite máximo de nossas forças, no sentido da conversão conforme os pedidos tão insistentes da Mãe de Deus, em todas as suas aparições. Nós simplesmente não devemos ter medo de evangelizar, com amor, e embora devamos ter o cuidado de não agredir ninguém, nem discutir, não temos direito de ficar calados. Antes disso, devemos agradecer dia e noite pelo chamado e também pela escolha. 
  
Ontem estivemos rezando aqui com o Cláudio e deixamos algumas perguntas para nosso direcionamento. Uma das perguntas que fiz é devido ao fato de que tantas outras ditas aparições divergem frontalmente daquilo que aqui recebemos. Como se explica isso! A resposta da Mãe é que muitas das aparições dela têm sido desvirtuadas, sua mensagem distorcida pela mídia, de modo que entram ali elementos humanos, e súcias do inimigo. Então Deus se obriga a fazer uso de um Movimento, para definir com clareza qual o caminho dos acontecimentos. 
  
Alguém poderá dizer que estamos sendo orgulhosos falando que só conosco está a verdade, mas isso não corresponde. Vejam que o carisma inicial do Cláudio foi apenas o das almas do Purgatório, mas devido a esta necessidade e especialmente devido à manutenção da fidelidade, devido a queda de tantos profetas que se tornam falsos, e ao grande número de pessoas que se congregou no Movimento, pela oração e pela fé, Deus viu ali um meio de levar uma mensagem segura. Inclusive o fato incrível da revelação das datas, certamente este o maior motivo de contendas e descontentamentos quanto à matéria do folheto. 
  
Entretanto, novamente pondo em oração ontem, Jesus mesmo confirmou cada uma das datas citadas, e devemos aguardar confiantes por elas. Este é sem dúvida um grande mistério do fim dos tempos, que milhões de pessoas insistem em não acreditar. Mas o que vamos fazer? Quando perguntei sobre a divergência que existe entre os profetas, quanto ao grande Aviso de Deus, quando muitos preveem este acontecimento ainda para este ano, e em nosso entender isso acontecerá no meio da guerra e para acabar com ela, Jesus usou destas palavras: ESTAMOS CERTOS! E isso é apenas para a segunda metade do próximo ano, não agora, nem antes daquele prazo. 
  
Isso me emocionou muito porque Ele mesmo Se incluiu neste mistério, ou melhor, incluiu nossa miséria em algo que é somente Dele. Embora nós não tenhamos ainda a data correta deste Aviso, verdade é que os tempos aos poucos se delimitam, e então devemos confiar na palavra da Mãe que nos explicou que “tudo acontecerá como está escrito no livro A Caminho do fim”. E o que está neste livro e no: “Oráculos do Fim”, também no Mateus, consta do resumo do folheto. Devo dizer que já saíram mais de 200 mil da segunda edição, porém faltam ainda 300 mil esperando os valentes. 
  
Importante levar o folheto também para nossos irmãos evangélicos, porque tem sido surpreendente a aceitação por parte deles. De fato, embora não sejam conduzidos diretamente pelo Espírito Santo, muitos pastores têm percebido os sinais dos tempos, e alertado os seus. Entretanto, como eles não possuem a profecia atual como base, não conseguem penetrar no âmago da questão e assim, quando tomam conhecimento do folder ficam de olhos arregalados e passam a ver as coisas de modo mais claro. Neste sentido penso que devo contar um pequeno sonho que tive ontem: 
  
Era como se eu tivesse adotado uma criança. Mas por algum motivo ela se perdeu de mim na mata. Estando a beira dela, escutava os chamados: Paai!.. Paai!.. E de repente eu vi, mas não era criança e sim um pequeno sagui. Eu entrei na mata e ele veio pulando de galho em galho, até se atirar para mim. Mas no momento em que vinha no ar ele se transformou num pequeno lagarto. Eu tirei o corpo fora e ele bateu com o focinho no chão, machucando-se e sangrando da boca. Fiquei com pena e o peguei nas mãos, mas aquilo me causava angustia, então o soltei no chão. Havia ali uma capelinha onde rezávamos. E sempre este lagartinho ia para onde eu ia me chamando de pai, e sempre a gente rezava, voltava e rezava... Até que ele não saiu mais atrás de mim, entretanto ficava o tempo inteiro rezando na capelinha. Foi isso! 
  
Claro, eu pessoalmente não tive discernimento, entretanto, bastou uma só palavra da Mãe e imediatamente eu compreendi: as seitas! E isso serve não somente para mim, mas para todos! De fato nós estamos levando a eles uma mensagem que significa conversão, volta para a verdade, e o fato de nos chamarem de pai, quer significar aquele que instrui na verdade e nele vem buscar ajuda, porque confia. Claro que não virão todos, mas a Mãe nos garantiu que muitos evangélicos estão voltando e que logo estarão rezando conosco. E virão com muito amor e fervor! Como diz o profeta Daniel: o prêmio de quem leva muitos à conversão é infinito! 
  
Logo depois de nossa conversa fomos rezar a Via Sacra numa cidade próxima e antes passamos num cemitério, onde estávamos em 17 pessoas. A mensagem me deixou impressionado, porque deixa transparecer o quanto podem fazer pela causa do reino, algumas poucas pessoas rezando unidas. De fato não é preciso nem de um grande volume de preces, nem mesmo da concentração de milhares de pessoas, basta uma dúzia e meia de corações cheios de amor e fé, naturalmente com a presença do céu, como se deu então. Em verdade, em plena tarde de domingo, em todo mundo, quantos grupos de pessoas estavam realmente pensando em salvar almas? 
  
Estas coisas simples eu coloco, para que todos redobrem os ânimos na divulgação de todo o nosso material, também dos terços e escapulários. Em todo mundo a Mãezinha implora pela oração unida, como forma de proteger as famílias, do tremendo fragor da tempestade de fogo que se aproxima. O fato é que os homens não fazem ideia do horror que é o pecado, nem do mal que ele nos causa. Se pelo pecado de Adão tantos rios de sangue foram derramados neste “vale de lágrimas” imaginem o que não será preciso para reparar os dilúvios deles que hoje nós cometemos. 
  
Temos, assim, uma imensa tarefa pela frente. A luz do Espírito Santo se pode perceber claramente o delinear-se de uma imensa crise mundial. Nosso governo, embora tente passar uma imagem de confiança no fundo deixa transparecer a preocupação, por causa do interligamento das nações e dos mercados mundiais. A quebra de um país é um desastre, a quebra de dois uma catástrofe, a quebra de um continente uma hecatombe. Como já mencionamos no folheto, uma coisa puxa outra, e no final todas caem. Na crise de 1929 também foram as bolsas que iniciaram a grande depressão, que levou o mundo à guerra. Agora não será diferente! 
  
Naturalmente que a crise que se espalha agora pelo hemisfério norte, e que em princípio volta as suas baterias contra a besta e os condutores de toda esta destruição, não ficará apenas nisso. Na Itália, em Roma, os tais de “indignados” não somente quebraram vidros de lojas a marretadas e tocaram fogo em carros, como invadiram a igreja de São Marcelino e São Pedro Laterano e dali retiraram uma imagem de Nossa Senhora de Lourdes e a destruíram aos pontapés. Disso se podem antever outras passagens profetizadas para um futuro próximo, quando satanás usará de tais pessoas alucinadas para promover a quebradeira de milhares de Igrejas. 
  
Mas nós não devemos temer nada! Sim devemos ter em mente a palavra mais constante de Jesus e Maria e todos os locais de aparição, depois daquela: rezem, rezem, rezem! E a palavra é: não tenham medo! Quem está com Deus – e só está com Deus quem de fato reza – não precisa temer nada, ainda que venha a morrer neste tempo. Para estes a morte terá um sentido de passagem, e quando mal perceberem já estarão no céu junto de Deus. Quem está com Deus, nem passará pelo Purgatório. 
  
Acompanhem as notícias do mundo, de olho no folder enquanto o fazem chegar a milhares de pessoas. A Grécia se prepara a fim de enfrentar uma greve geral de 48 horas, e este é apenas um modelo para outras nações, que em breve entrarão no mesmo clima. Ontem os bancos gregos perderam até 15% nas bolsas, e em toda a Europa o sistema bancário amargou perdas irrecuperáveis. Como sempre avisamos não é coisa para um dia, mas para este tempo. Presumo que até o final deste ano, o mundo estará mergulhado numa aterradora crise. Mas os filhos de Deus estarão fora dela! 
  
Cláudio me falou que anos atrás Nossa Mãe lhe havia dito que, “quando no Brasil começarem a implantar o chip nas pessoas, estará perto o fim”. Como já noticiamos, nosso governo importou 75 mil destes dispositivos e já marca as pessoas, inclusive crianças inocentes. Claro que isso é muito pouco diante de quase 200 milhões de habitantes, mas não precisa mais do que isso para se cumprir o Capítulo 13 do Apocalipse: marcados para comprar e vender... Sem medo, vamos em frente! (Aarão) 


Fonte; http://www.recadosaarao.com.br/index.asp




Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!


LEIA TAMBÉM
PADRES CASADOS
TUDO SE CUMPRE!
O falso evangelho
VEM O REINO
POR QUE LUTAR
POVO REBELDE
JESUS EUCARISTIA
ASSUSTA
O Papa - Declaração de Guerra



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.208.894
Visitas Únicas Hoje: 799
Usuários Online: 221