Espacojames


Página Inicial
Listar Artigos Site Aarão




Artigo N.º 8971 - TUDO SE CUMPRE!
Artigo visto 3270 vezes




Visto: 3270
Postado em: 19/10/11 às 20:10:48 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=8971
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

Para incentivo, começo com está pérola de cartinha.


Recebi o folder de minha amiga e companheira dos trabalhos aqui no Santuário. Achei essa vossa manifestação de abrir a todos os cristãos o que está por vir, portanto, convertei-vos! Ainda está em tempo. Excelente mensagem. Já li a respeito em livros e outros documentários sobre o final dos tempos. É isso mesmo gente. Conversão é a ordem do dia. Somos diamantes brutos e temos que nos lapidar no dia a dia  com a Palavra e a prática da Palavra e levar os
cristãos a fazerem o mesmo. Criticas sempre existiram. Continuem e divulguem é urgente!!! Não dá para ficar parado esperando o acontecer. Muitos católicos não acreditam e acham que somos loucos. Não importa. O que nos leva a crer é o que segue nos Livros das Sagradas Escrituras. Está lá. Portanto, vocês estão no caminho certo. Continuem e agradeço à Deus de ter recebido esse folder. Ele abre nossas mentes para o nosso próprio bem.
Que Deus os abençoe por esse trabalho de divulgação. Quanto aos Padres que não falam sobre o assunto? É a Lei do Silêncio!? Alguns acreditam, outros evitam falar sobre o assunto. Acho que, por ordem superior devem evitar o pânico naqueles que não se converteram. O que vocês dizem a respeito? Bem e Paz para Todos. 
  
E ela não conhecia o Movimento... Isso para desfazer o MITO de que as pessoas se apavoram ao ler a matéria do folder. Pânico só sente quem não está com Deus. 
  
A cada pulso das bolsas de valores, a cada manobra financeira da grande fera dominadora, sinto que da mesma forma pulsa o coração de muitos, dentre os que, como nós, esperamos a libertação. Basta então que as bolsas, em todo mundo, subam um dia ou dois, para arrefecer o ânimo de alguns, e bater na mente aquela velha pergunta: será mesmo? E temos aqueles que apenas esperam uma falha na profecia, ou um erro quanto a aquilo que escrevemos, para vir logo a velha e orgulhosa resposta: eu não disse que era tudo mentira! Isso quando tudo está acontecendo! Basta querer ver! Só os cegos pelo orgulho não percebem! 
  
Naturalmente que nem todas as pessoas têm tempo de permanecerem o dia todo atentas aos humores dos mercados financeiros mundiais, e por isso eu não fico chocado com as dúvidas. Ademais, mesmo recebendo diariamente tudo o que de mais concreto temos neste sentido, ainda é preciso um pouco de tino, para perceber os pontos da verdadeira crise. Vale reafirmar aqui, que nenhum dos nossos livros ou textos falou que o mês de setembro seria o mês da falência completa, e sim “a partir de setembro”, ou seja, que tudo se dará num processo continuado, porque as reações e contra reações dos investidores provocam estas oscilações. Temos ainda quatro meses! 
  
A primeira palavra chave que deve constar das interpretações dos sinais da falência mundial, chama-se “desconfiança”. O que se instalou no mundo foi uma completa desconfiança em relação à possibilidade de superação da crise que está em curso, uma vez que foi revelada ao mundo a vastidão da bolha financeira, formada por um dilúvio de créditos impagáveis, da conta de mais de 600 trilhões de dólares. Como o mundo inteiro, com todas as suas empresas, negócios, governos e pessoas produz apenas 60 trilhões de dólares por ano, significa que todos precisariam trabalhar durante 10 anos, sem comer, nem pagar ninguém, apenas para saldar aqueles débitos. Digam-me: quem aceita começar a doar o sangue pela pátria roubada? 
  
O problema é que este dinheiro todo, estes simples papéis que o fogo queima, não possuem lastro em ouro. Não existem no mundo depósitos deste metal, capazes de saldar aquelas dividas. São moedas falsas! São pesos fraudulentos! E a verdade é que, depois de revelado este rombo, de nada adianta dizer que algum Banco Central, ou o FMI, ou o Tesouro dos Estados Unidos, ou o Tesouro da China, ou da Alemanha, vão arrumar um empréstimo de 600 trilhões para quitar tudo e começar do zero, porque todo mundo sabe que isso é aumentar o tamanho do remendo, num pano podre. Agora o mundo inteiro sabe que tudo está podre na economia. Um título de promissória escrito assim... Prometo que pagarei US$ 600.000.000.000,00 ao mundo.... Isso se compra por cinco centavos... Mesmo que assinado pelo Goldman Sachs. É impagável... Este é o cheque do planeta terra! 
  
Acontece então um impasse, que todo mundo que possui um pouco de sensatez e inteligência prenuncia o fim: isso somente se resolve com a falência completa do mundo! Ninguém mais paga ninguém, zera tudo e morra quem tiver que morrer, arrebente-se quem tiver que se arrebentar. O fato é que apenas poucas entidades do planeta, dominam 80% da riqueza mundial. Mas mesmo esta riqueza toda fica reduzida a zero, diante de tão brutal montante, pois é ridículo pensar que alguma solução humana poderá por um termo a crise instalada, simplesmente porque ninguém quer perder. Ninguém aceita diminuir seus benefícios, nem rebaixar seu status. Basta que uma nação decrete falência, para o rastilho explodir a bomba! 
  
Na crise mundial de 2008 estiveram envolvidos alguns bancos que vieram a falir, e isso já era um primeiro sinal. Mas não foi mostrado que, segundo as últimas reportagens a dívida de curto prazo, das maiores empresas da Europa e dos EUA é de mais de US$ 4 trilhões. Coisa que pode alcançar a casa dos US$ 7 trilhões, somando as grandes corporações de todo mundo, em todos os continentes. Elas foram tomando empréstimos para pagar outros empréstimos, aplicaram mal estes recursos em luxo, terras prédios, viagens, altos pagamentos a executivos, e isso gerou um monstro que os está agora devorando. Não existe uma só corporação transnacional enxuta. Se existir ela depende das outras... Que estão falidas! Portanto, mesmo enxuta, pode se considerar morta! O mundo financeiro está agonizando! 
  
A mesma coisa acontece com as maiores cidades do planeta. Dentre as 912 maiores, simplesmente não existe uma só que não esteja literalmente falida. E por estas se chega aos estados e por estes chegamos ao grande nó deste tempo final: as nações! O que prova que chegamos ao limite final é a certeza de que são agora as nações que se acham em estado falimentar. Não existe nada que as possa salvar. Não há mais crédito novo para ninguém – foi o que a besta já anunciou desde o início da crise em agosto passado – e chega o tempo de cortar na carne e comer dela, ou sangrar até morrer. De fome! 
  
E mesmo a Grécia, a primeira nação a sofrer os efeitos da crise maior – penso que ela é apenas um boi de piranha da fera – que está tentando de todas as formas cumprir as metas para receber novos empréstimos, neste momento enfrenta uma reação furiosa de seu povo, que é contrário ao aumento escandaloso dos impostos, ao corte dos benefícios e aos novos que foram criados. E se alguém pensa que será diferente em outros países, que se acham na mesma situação da Grécia, se engana redondamente. Deixa o mesmo mal chegar até a Itália, a Portugal, a Irlanda, à França, à Espanha, para que toda a Europa entre em convulsão e estertor final. 
  
Percebam que Bancos e nações estão abraçados no afogamento inevitável. Os bancos emprestaram demais para os países, confiados em dividas “rolantes” e créditos ilimitados, e estes confiantes em “socorro” dos países para evitar que os bancos quebrem. Esta amarra diabólica construiu uma sólida corrente que envolve a economia mundial como um todo. Vem a seguir as empresas que produzem, que geram impostos, com os quais se pagam salários públicos e benefícios. Se esta corrente se partir, a cadeia produtiva e a única realmente necessária, então os dois de cima já morreram antes de dar o último suspiro. Quem está falido não tem como comprar. Quem pode vender, não vende para quem está falido. 
  
O grande problema é que isso será como um rastilho, que afetará o mundo como um todo. Sem dinheiro novo para pagar pessoal – nação que toma dinheiro emprestado para pagar folha funcional ou benefício social é falida – e tendo interrompida a cadeia dos impostos, cada nação destas deixará de comprar, não terá como importar alimentos nem matérias primas, sequer de vender seus produtos. E obviamente que isso pegará em cheio também a Alemanha, a Inglaterra e a China, embora esta esteja sentada em cima de montanhas de ouro. Se eles não podem vender o que produzem, logo sua empáfia se esboroa. Numa crise geral, ouro é lixo, se não houver comida. E assim será como bem previu o profeta Ezequiel, quando fala do fim dos fins. 
  
Acredito pessoalmente, pelas reportagens recebidas, que as próximas duas semanas serão decisivas. E não se pode afirmar que estes homens irão achar uma solução para a crise, porque qualquer pessoa que tenha algum dinheiro bem guardado, jamais irá emprestá-lo, quando tem a certeza de que o credor é insolvente. A besta já disse que não haverá mais dinheiro novo para ninguém. Avisou isso em agosto! O caos, portanto é anunciado. Quando nós citamos setembro é exatamente porque isso foi decisão da besta, não mensagem nem coisa da nossa cabeça. Se pouco mais de 700 pessoas, no topo de algumas entidades dominam sobre 80% da riqueza mundial, basta que eles digam não e tudo explode. E são eles que comandam as nações, não seus – nossos – governantes. 
  
Como todos sabem, a grande polêmica que causou nosso folder está centrada nas datas ali anunciadas. Mas vejam: este é um mistério profundo de Deus, anunciado aos homens sim, mas também anunciado ao inferno. O mistério maior é saber que o dia fatídico final foi fixado e os passos do meio agora têm datas estabelecidas pelo próprio Deus. São datas limites, que obrigam ao próprio inferno de seguir avante “porque pouco tempo lhe resta”. Mais do que isso, não lhe será dado mais tempo, porque se esgotaram os 100 anos que Lúcifer pediu a Deus, conforme visão do Papa Leão XIII. É então mais sério do que se pode imaginar. Isso impõe um limite final, grafado em tempo da terra, para entendimento de quem quiser entender. 
  
Mas não são somente os reflexos financeiros que prenunciam a crise, e sim também os sinais da natureza, porque exatamente como escrevemos a muitos anos atrás, chegaria o tempo em finalmente as pessoas, que sempre altercavam com o “sempre teve isso”, cheias de pasmo passariam a dizer: “nunca vi nada igual”. Centenas de vulcões, em todo, estão emitindo sinais cada vez mais fortes. As montanhas se derretem! A terra ruge desde o interior! Agora mesmo recebi a notícia, por uma senhora de Portugal, sobre os vulcões da Islândia. Eles estão prevendo algo ainda mais grave do que aconteceu temos atrás, onde um só dele bloqueou com a fumaça o espaço aéreo da Europa por várias semanas. Isso acontecerá um dia, bloqueando todo o espaço aéreo do planeta, Brasil inclusive, imaginem o caos. 
  
Não vou retornar a mostrar todos os sinais que se repetem, porque eles são já do conhecimento dos nossos amigos e leitores. Tudo continua em ritmo acelerado, que levará o mundo ao anticristo. E já faltam apenas quatro meses, que dá até um frio na barriga! O que me espanta é que milhares não percebam nada disso, até porque induzidos a pensar que “tudo vai bem, tudo vai muito bem”. Claro, nem nos devia espantar, porque é fácil de perceber como tudo continua igual aos tempos de Jesus. Não mudou nada! Eles não aprendem! Não percebem que fazem cumprir as Escrituras! Eles negam tudo! Senão vejam o Santo Evangelho de hoje! 
  
Está em Lucas 11, 46 Ele respondeu: Ai também de vós, doutores da lei, que carregais os homens com pesos que não podem levar, mas vós mesmos nem sequer com um dedo vosso tocais os fardos. Lá naquele tempo também os fariseus davam públicas esmolas, pagavam dízimos e alardeavam, tal como hoje tantos condutores – os doutores em teologia – acham que dando cestas básicas e distribuindo benefícios físicos é que se salvam. Onde está o cumprimento da lei, que conduz unicamente à missão de salvar almas? Onde está o anuncio da Igreja profética? Sinal de apostasia final! 
  
47 Ai de vós, que edificais sepulcros para os profetas que vossos pais mataram. 48 Vós servis assim de testemunhas das obras de vossos pais e as aprovais, porque em verdade eles os mataram, mas vós lhes edificais os sepulcros. 49 Por isso, também disse a sabedoria de Deus: Enviar-lhes-ei profetas e apóstolos, mas eles darão a morte a uns e perseguirão a outros. Ou como está em Mateus 23, 34 Vede, eu vos envio profetas, sábios, doutores. Matareis e crucificareis uns e açoitareis outros nas vossas sinagogas. Persegui-los-eis de cidade em cidade,35 para que caia sobre vós todos o sangue inocente derramado sobre a terra... 
  
De fato, percebam o tempo do verbo aplicado pelos dois evangelistas, coisa tão fácil de discernir. Enquanto Lucas fala dos profetas do passado, que eram perseguidos e mortos pelo povo, que eram sufocados por falsas teorias sobre Deus, e calados à força, Mateus fala no verbo futuro. Ele avisa que isso se daria no futuro, com os profetas que desde sempre Deus enviou ao mundo! Que são os santos canonizados pela nossa Igreja, que trouxeram inúmeras profecias de acontecimentos já verificados senão profetas atuais? Como podem dizer que não existem mais profecias depois do encerramento da revelação?   
  
50 E assim se pedirá conta a esta geração do sangue de todos os profetas derramado desde a criação do mundo, 51 desde o sangue de Abel até o sangue de Zacarias, que foi assassinado entre o altar e o templo. Sim, declaro-vos que se pedirá conta disso a esta geração!  Sim, com absoluta certeza Deus pedirá conta de todos estes guias cegos, pelos que não foram alertados a tempo. Pedirá conta de todos os que sufocam ainda agora a voz dos profetas, sem se darem no mínimo ao benefício de uma análise menor. Como Lucas continua dizendo... 
  
52 Ai de vós, doutores da lei, que tomastes a chave da ciência, e vós mesmos não entrastes e impedistes aos que vinham para entrar. Não são os mesmos que insistem em negar as evidências? Os mesmos que insistem em criar para si um deus particular, uma doutrina própria, uma falsa igreja ao seu gosto e ao gosto de agradar o mundo, sem se darem conta de que tudo aquilo que agrada ao mundo, não pode agradar a Deus? É exatamente hoje que acontece este dilúvio de falsos mestres e pseudo-doutores, que não entram no reino de Deus, nem querem deixar que os outros entrem. São os que insistem em mentir, dizendo que nada de grave vai acontecer. Quando está explodindo debaixo de nossos pés! 
  
Há entre eles quem diga que leigos não podem usar as Escrituras para apontar os sinais dos tempos! Bem, mas eles podem fazer uso da própria doutrina para negar os mesmos sinais e sufocar a voz de Deus. Pretendem achar que criamos outra igreja, quando jamais nos afastamos de Pedro, e desde o início da caminhada sempre procuramos caminhar à sua sombra. Porque somente sob seus pés está a rocha, e somente dali parte a verdade que salva. E tudo o que realmente nos agrada, e dá ânimo e força para continuar é salvar almas. Apontar sinais é detalhe apenas, que visa mostrar a proximidade da Justiça. Seu dependesse de mim jamais falaria em coisas tão fortes, embora, em outras palavras, tudo isso esteja nas Escrituras. O que me agrada é falar em Céu, na salvação das almas. 
  
Tenho certeza de que se eu estivesse do outro lado, mudaria imediatamente de opinião quando, ao ler as passagens deste Evangelho eu percebesse que estava exatamente fazendo cumprir o que ali está escrito. Teria então vergonha, e tamanha, que jamais me meteria a combater qualquer profeta, mesmo que eu soubesse que ele era falso. Jamais correria o risco de afrontar a Deus como eles fazem. Porque é falha gravíssima combater aquilo que não tenho certeza absoluta de que é errado. Ademais, existe na Igreja tanta coisa boa e necessária a ser feita que é absurdo combater algo que não conheço. Se não receberam de Deus o dom do discernimento, acabam exatamente por matar os profetas e sufocar as profecias. Porque batem naquilo que dá frutos, e deixam de combater aquilo que arruína a Igreja? 
  
De fato é como nas Igrejas Evangélicas: ao invés de falarem bem de Jesus e de levarem ao mundo a sua mensagem de amor, eles vão ao desespero batendo nos católicos por causa das imagens. Mas incrível... Vejo que os evangélicos, por exemplo, aceitam a matéria do folder com mais alegria do que muitos católicos. Percebo que a imensa maioria deles de forma alguma combate os profetas católicos, antes leva para seus pastores, que buscam adaptar sua mensagem ao que ali está dito. A realidade gritante é que os protestantes, mesmo não tendo a luz completa do Espírito Santo, entendem mais a mensagem apocalíptica do que a maioria dos católicos. Sinal claro de que muitas almas estão melhor guardadas lá do que aqui. 
  
Assim, quem persegue e mata os profetas e tenta sufocar as profecias são os da Igreja. São em especial nossos sacerdotes, que em sua maioria aprenderam tudo errado. Sua culpa não é 100% - só 99% - porque foram mal ensinados nos seminários. Se lhes disseram ali que o Apocalipse já passou, que o inferno não existe, que pecado é fora de moda, que purgatório é invenção da Igreja, que o demônio é um efeito psicológico, e até mesmo que a Eucaristia é um mero sinal, como é que se vai dar a eles o mesmo veredicto dado aos anjos caídos? Temos que lhes dar este 1% de razão! 
  
Segundo mística belga Maria Sima, que tinha visões das almas do Purgatório, o Papa Pio XII, um santo na terra, pegou 25 anos de Purgatório por ter decretado excomunhão à uma aparição lá da Alemanha. Ele condenou tudo sem analisar a mensagem. Ele condenou apenas porqueouviu dizer, porque mentiram a ele, descaradamente, a respeito do que lá se dava. E todos os bispos e padres que foram coniventes com aquele fato, pegaram purgatórios horrendos, que somente poderiam ser terminados, caso o papa suspendesse o decreto de excomunhão. Eis o risco de quem mata os profetas e sufoca as profecias. Cavam túmulos para eles mesmos! 
  
Quando São Paulo diz: não sufoqueis o espírito, não desprezeis as profecias, analisai tudo e retende o que for bom ele quer dizer que há partes ruins e partes boas na profecia. De fato, a profecia autêntica tem que ser 100% correta. Não pode haver margem para dúvidas! Ocorre, porém, é que mesmo a falsa profecia, tem o efeito de converter mais gente do que todo o esforço da falsa igreja latina, que não somente sufoca as profecias e mata os profetas, como erige seus túmulos. Ou seja, simplesmente veda-se ao céu! Ela ignora os mensageiros de Deus, porque se autoproclama profética e libertadora quando é patética e escravizante. Não salva ninguém, antes os leva à perdição! 
  
Acaso Jesus não falou bem claro que Deus se veda completamente a este tipo de falso mestre e doutor de si mesmo? Se houvesse no mundo de hoje apenas um profeta verdadeiro, famoso e conhecido, quem sabe se poderia dizer que é um louco, um visionário, um falso cristo! Se fossem dois, ou se fossem apenas dez, quem sabe se poderia desconfiar de algum transtorno passageiro, um modismo. Mas quando são milhares os locais de revelação, e, portanto de profecia, não seria racional se pensar em lago sério, e mesmo muito sério? E que gritam eles, em todos estes lugares? Caso não seriam eles as trombetas dos anjos anunciando o fulminante ano da justiça, e o fim da grande era da misericórdia! 
  
Eles apenas reforçam o canto de Davi que prenuncia o triunfo de Deus, como está no Salmo 96, 1 O Senhor reina! Que a terra exulte de alegria, que se rejubile a multidão das ilhas. 2 Está envolvido em escura nuvem, seu trono tem por fundamento a justiça e o direito. 3 Ele é precedido por um fogo que devora em redor os inimigos. 4 Seus relâmpagos iluminam o mundo, a terra estremece ao vê-los. 5 Na presença do Senhor, fundem-se as montanhas como a cera, em presença do Senhor de toda a terra. 6 Os céus anunciam a sua justiça e todos os povos contemplam a sua glória.. 
  
E no Salmo 97, 1 Cantai ao Senhor um cântico novo, porque ele operou maravilhas. Sua mão e seu santo braço lhe deram a vitória. 2 O Senhor fez conhecer a sua salvação. Manifestou sua justiça à face dos povos. 3 Lembrou-se de sua bondade e de sua fidelidade em favor da casa de Israel. Os confins da terra puderam ver a salvação de nosso Deus. 4 Aclamai o Senhor, povos todos da terra; regozijai-vos, alegrai-vos e cantai. Sim, o Senhor vem para governar a terra inteira, e Ele o fará com justiça. 
  
E no Salmo 100, 3 Não proporei ante meus olhos nenhum pensamento culpável. Terei horror àquele que pratica o mal, não será ele meu amigo. 4 Estará sempre longe de mim o coração perverso, não quero conhecer o mal. 5 Exterminarei o que em segredo caluniar seu próximo. Não suportarei homem arrogante e de coração vaidoso. 6 Meus olhos se voltarão para os fiéis da terra, para fazê-los habitar comigo. Será meu servo o homem que segue o caminho reto. 7 O fraudulento não há de morar jamais em minha casa. Não subsistirá o mentiroso ante meus olhos. 8 Todos os dias extirparei da terra os ímpios, banindo da cidade do Senhor os que praticam o mal. 
  
Acaso isso já aconteceu antes? Não? Então está na iminência de acontecer. Não é ameaça nossa, pois quem avisa é a Palavra de Deus. Nosso desejo não é assustar, mas converter, alertar! E o fazemos por amor de salvação, não por ira. Cuidado, então, os maus, os que caluniam sem saber, os arrogantes que se fazem juízes, os vaidosos que se julgam sumidades da Igreja, os fraudulentos que procuram catar erros nas profecias para assim justificarem suas teses, os mentirosos que deliberadamente distorcem a verdade a seu favor para sufocar a verdade e todos aqueles que se fazem servos da besta, ao negarem a evidência dos sinais do Céu. Eles desafiam a Deus! Finalizando.... 
  
A sorte está lançada, agora é aguardar os acontecimentos. Diante disso tudo se pode perguntar: O pior cego é aquele que vê, mas não quer entender? Ou aquele que não vê, mas diz entender? Ou aquele que combate o que não entende? De fato, estes todos são mais perniciosos e perigosos do que os inimigos declarados. Destes a flecha não dói, daqueles sim! 
  
Ânimo então, porque Jesus assim falou: 2 Não há nada de escondido que não venha a ser revelado, e não há nada de oculto que não venha a ser conhecido. 3 Portanto, tudo o que tiverdes dito na escuridão, será ouvido à luz do dia; e o que tiverdes pronunciado ao pé do ouvido, no quarto, será proclamado sobre os telhados. (Aarão) 


Fonte; http://www.recadosaarao.com.br/index.asp




Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!


LEIA TAMBÉM
O falso evangelho
VEM O REINO
POR QUE LUTAR
POVO REBELDE
JESUS EUCARISTIA
ASSUSTA
O Papa - Declaração de Guerra
CONTESTANDO A LEI DE SATÃ
JÁ SOMOS ESCRAVOS



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.208.831
Visitas Únicas Hoje: 736
Usuários Online: 186