Espacojames


Página Inicial
Listar Artigos Site Aarão




Artigo N.º 6034 - ATEU É ATOA?
Artigo visto 1776 vezes




Visto: 1776
Postado em: 25/08/10 às 10:38:56 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=6034
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

Na resposta que dei à carta “Fiquei Triste”, numa certa altura coloquei esta frase: todo ateu é também atoa! E isso certamente pareceu duro demais para muitos, ou quem sabe um julgamento e condenação de minha parte. Em vista disso, e meditando hoje pela manhã, me senti obrigado a explicar melhor esta colocação, para que tudo fique bem às claras.

De fato, o que vou dizer aqui, surge como experiência vivida de milhares de casos iguais, com os quais tive contacto nestes anos. Se eu tivesse encontrado uma só situação, em que esta frase pudesse ser desmentida, quem sabe me poderia repensar. Mas trata-se de uma situação terrível, que na verdade, é causa de milhões de problemas. De milhares de lares destruídos, ou em vias!
 
Em primeiro lugar, devo dizer que não se trata apenas de exemplos do sexo masculino, porque quando encontramos o exemplo de uma mulher apóstata e atéia, temos algo ainda muito pior e mais degenerante. Uma mãe atéia é uma loba sanguinária, que somente poderá formar uma alcatéia! São raríssimos os casos onde os maridos delas conseguem preparar os filhos para Deus: elas pervertem tudo!
 
Isso quando Deus as fez, a todas elas, com o instinto primeiro de levar seus filhos para o Céu. Nada existe no mundo de mais perverso, do que uma mulher sem Deus! Uma criatura assim vive constantemente rodeada de demônios, podem ter certeza! Ela contamina! Quando uma mãe perdeu o instinto natural de salvar as almas de seus filhos, cuidem os vizinhos, cuidem os habitantes do país: ela pode depravar toda a sociedade! E em nosso Congresso temos algumas destas feras!
 
Mas fiquemos no exemplo masculino, porque o ateísmo é mais comum entre os homens. E o “atoísmo”! Em primeiro lugar, o ateu é uma pessoa extremamente arrogante, porque se ele não se verga diante de Deus, faz de si mesmo um deus, desprezando com isso, toda e qualquer lei moral, ou princípio de mandamento divino, achando-se ele mesmo a lei. Torna-se então uma pessoa insuportável e até anti-social. Intratável e mesmo um sujeito purgante!
 
Num lar, todo homem distanciado de Deus, seja ele um ateu convicto e declarado, ou agnóstico, ou nihilista ou apenas morno e, portanto um descarado torna-se um obstáculo terrível à felicidade do lar e à condução da família pelos caminhos de Deus, e do bem. Em primeiro lugar pelo seu mau exemplo, que arrasta os filhos para o mau caminho. Como poderá um pai que não reza e que não vai à Missa, obrigar seus filhos a que façam isso?
 
Ora, nestes casos, o filho se irá rebelar, porque não existe esta história de “faças o que eu mando, e não faças o que eu faço”. Quem reza este ditado infame fala pela boca de satanás! Então o filho ou a filha, questionarão continuamente esta atitude cínica e maligna, e tão logo tenham condições de cair fora de casa, escolherão, na maioria, os caminhos do pai. Caminhos do mal! Que são exatamente os caminhos da “porta larga” aqueles que conduzem à perdição eterna das almas. Difícil, raro, quase impossível acontecer o contrário!
 
O sofrimento que um marido ateu, e, portanto hipócrita, empinado, dono do mundo, cheio de si, dono exclusivo da verdade – e por causa disso tudo, sim, atoa – provoca em uma família é inaudito. Milhares de mulheres – e seus filhos – sofrem como escravos deste verdadeiro tirano, porque ele perdeu totalmente a capacidade de ver os outros! Todo ateu acha que o mundo deve girar em torno do seu umbigo! Ele despreza a lei e toda e qualquer princípio de autoridade, vivendo sempre às turras com o mundo!
 
Atentem para isso: eu nunca soube de um só caso, de marido ateu, que também fosse fiel! Como ele não tem nenhum compromisso com a lei maior, e de Deus – em Quem não acredita – sente-se no direito de trair a esposa – e também aos seus filhos – não se dando conta do mal que causa. Se não trair diretamente, irá adulterar em seu coração, porque sem a fortaleza da oração. Um ateu não aceita um diálogo produtivo, como linha dupla, porque ele mesmo se acha a verdade incontestável, única, o que o faz repugnante! 
 
Dirá uma esposa então: “mas ele no fundo é um bom homem”, mas sendo ateu continuo a insistir, será sempre um mau exemplo de pai. Deus não constituiu a família para que cada um tivesse o seu deus particular, mas para O amassem e adorassem, como todas as forças do coração. Como único e Senhor! Neste sentido, me impressiona que, diante de um AMOR tão grande como Deus tem por nós, ainda se encontre pessoas de tal modo deformadas na alma, que não sintam a necessidade Dele. Esta é a maior desgraça que pode acontecer a uma pessoa!
 
Um pai nunca será então, um bom exemplo para seu filho, se não acreditar em Deus. Ele tenderá a levar toda a sua família para o ateísmo, porque isso é muito mais fácil. Desta forma, o encargo da mãe católica será brutal, porque lutará com três frentes poderosas: um marido que distorce o sentido da paternidade, os filhos que tendem a seguir o pai torto, e ao inferno em peso que trata de sempre piorar as coisas. De insuflar a todos para o erro! Isso faz de muitas mães em especial, verdadeiras mártires de sangue!
 
Claro, estas mães fabulosas, ou pais, que buscam tenazmente salvar as almas dos filhos e dos esposos, não devem afrouxar jamais sua luta, antes tomar isso como desafio, e agir sempre com Deus na frente. Quanto aos já casados, não tem mais volta, é preciso seguir na luta. De fato, não fosse esta luta obstinada das mães e pais que buscam a salvação da família, acreditem, o inferno estaria povoado de ateus. E de atoas! A maioria deles, de fato, se salva apenas devido aos rogos, às lutas e aos sofrimentos dos que crêem em Deus. Estes verdadeiros chupins chegam aos céus de joelhos, mas serão eternamente gratos a quem por eles lutou.
 
Neste sentido, gostaria também de alertar aos jovens de ambos os sexos, que se deixam enamorar por uma parte contrária pertencente à outra religião ou seita. Acho que, sim, todo jovem que realmente pensa em constituir uma família em Deus, deve perguntar ao outro, já no primeiro dia, a que religião pertence. Isso não será jamais intromissão na vida do outro ou bisbilhotice, mas demonstração de temor de Deus. Se ele declara que pertence a outro credo, procure cair fora enquanto é tempo. Antes que o feitiço o apanhe! Não acredite que com você irá se dar diferente, porque esta regra não falha! Já se você prefere a dor, o sofrimento!.. Mas acredite, esta regra não tem exceção!
 
De fato, um casamento realizado com pessoas pertencentes a credos antagônicos, sempre será caminho de ruína para alguém, invariavelmente. O primeiro motivo é que nenhum dos dois terá verdadeira liberdade de praticar sua religião, esbarrando sempre nos desejos e pretensões dos outros. Um quererá o Domingo livre, outro quererá viajar! Haverá então uma eterna confusão, que fatalmente acabará por contaminar os filhos. A palavra convence, mas o exemplo arrasta! De que adianta uma mãe se esfalfar em pedir aos filhos que vão a Missa e freqüentem os sacramentos da Igreja, se o pai nem nisso acredita?
 
Por outro lado, se uma das partes relaxar na educação religiosa dos filhos, deixando para a outra todo o encargo – isso acontece amiúde – fatalmente mostrará a existência no lar de um chupim, um bastardo – marido ou mulher – que pecará gravemente por omissão. Mais um motivo de desgraça na família! E de ruína e separações! Eles irão preparar e educar seus filhos mal, para que formem outras famílias também degeneradas! Porque distantes de Deus!
 
Temos ainda o caso dos “católicos não praticantes” – este quem sabe o pior dos vermes – que provocam nojo em Deus que diz deles: “os cuspirei da minha boca”. Antes fossem eles ateus convictos, que mornos! Pois acredito mesmo, melhor seria uma família completa, totalmente atéia, pais e filhos, do que metade de um lado e metade do outro. Os ateus, pelo menos, se deixarão reger pela ética, esta corruptela maldita da moral. Causarão menos males à sociedade e às suas famílias. Ofenderão menos a Deus! Melhor mesmo ignorá-lO completamente, do que fingir que Nele crê! Quando assim Lhe cospe na face!
 
Entre estes “não praticantes” devo deixar um recado bem claro a todos os pais e mães, que ainda tem coragem de se dizer católicos, mas levaram seus filhos menores para que assistissem coisas malignas, como a aquela diabólica parada gay de São Paulo. Todo pai, toda mãe, que levou filhos para lá, ou não os alertou sobre isso, que trate de rever seus conceitos quanto á fé.
 
De fato, este ou esta, jamais se podem chamar de católicos, são é mornos, ou frios. Que adiante serão cuspidos da boca, como causas de ruína e de escândalo. Numa sociedade de fato temente a Deus, eles deveriam ser presos por corrupção de menores! E se a sociedade chegou a este abismo de imoralidade, isso se deve exatamente a este tipo de pai atoa. Ou de mãe, também!
 
Ai de quem escandalizar a um só destes pequeninos, disse Jesus: melhor seria que se atassem uma pedra ao pescoço e se atirassem no mar. O exemplo da parada gay é um destes, sem dúvida, porque se tais eventos crescem e mesmo explodem no mundo, isso se deve exatamente a aqueles que os vão assistir. E aos pais que nunca alertam sobre os pavorosos males que isso causa ao mundo!
 
Isso lhes dá força, até porque, o veredicto da Palavra é destinado não somente aos que praticam tais escândalos, mas também a todos aqueles que os apóiam. Assistir é apoiar! É aprovar! Então, mais tarde, quando tais filhos ou filhas se desviarem pelo mesmo caminho, como seus pais poderão reclamar? Terão o cismo de perguntar: meu deus, onde eu errei? Notem o minúsculo! Por que Deus haveria de intervir neste caso, ajudando? Ou querem colocar-Lhe a culpa? 
 
De fato, se todos os que se dizem ainda católicos, ao invés de assistir a tais eventos como diversão em família, antes buscassem, também em família uma Igreja e diante do Santíssimo unidos rezassem, toda aquela ruína lá fora tenderia a desaparecer. Afinal, se Sodoma e Gomorra foram destruídas por fogo e enxofre um dia, devemos imaginar que nestes quatro mil anos desde então o estoque destes produtos no Céu aumentou. E um dia isso despencará novamente sobre nossas cabeças! Inflamado!
 
Com um diferencial desta vez: em Sodoma havia quatro pessoas que ainda se conservavam puros, mas no dia em que este castigo se repetir – e se repetirá sem dúvida – sobrará muito enxofre e muito fogo para os que se dão a assistir a estes tenebrosos espetáculos. Sim, especialmente para os pais que não percebem mais o horrendo mal que se esconde por detrás deste ensandecido espetáculo. Quando um pai ou uma mãe, já chegaram ao ponto de achar que isso não prejudica os seus filhos, é sinal de que já os prejudicaram, às vezes irremediavelmente! Sejam crianças, sejam jovens, ou adultos.
 
Afinal, bastaria ver o repugnante aspecto de um homem trajando biquíni sumário, com sapato de salto alto, todo pintado de batom, para fazer vomitar. Isso é horroroso e escandalizante! Que diferença pode ter de um demônio? Sim, pode ter diferença, porque procedendo de um coro angélico, pela sua natureza até eles têm prepugnância de tais atos. Viram-lhe as costas, embora os incentivem, porque odeiam aos homens e sabem que isso ofende profundamente a Deus.
 
Sinal de quem muitos homens ultrapassaram os homens em maldade. Só um homem a toa, que tem talvez inveja de não ter coragem de se vestira da mesma forma fica ali assistindo. E achando isso engraçado e sem mal algum! Quando contamina o mundo, putrefaz toda a sociedade, conspurca os lares, apodrece as almas, e as conduz para a eterna perdição. Este é o saldo de uma parada gay! 
  
E este é o resultado dos milhões de mentes entorpecidas hoje existentes, de pessoas que perderam de todo o sentido da moral e do pecado. É justamente por isso que tendem a passar no congresso as leis que aprovam tais orgias. Se todos os cristãos, antes de ir ver, demonstrassem publicamente o seu repúdio não participando disso, os praticantes ficariam envergonhados do que fazem. Ficariam como tolos se auto-exibindo! No que se ridicularizariam a si próprios! Quando assim se sentem o máximo!
 
Naturalmente que, tais pais e tais mães já estão bem próximos do ateísmo, e do atoísmo. Não é de espantar se depois formem famílias sem base de fé, sem preparo e incapazes de enfrentar as tempestades naturais da vida a dois. Eu próprio concordo que durante muitos anos não me preocupei muito com a educação de meus filhos, entretanto, jamais, em todos os dias de minha vida, deixei de alertá-los sobre os perigos do mal, sobre o pecado e isso o farei até a morte, podem ter certeza. Jamais devemos contemporizar com o mal, nunca rir de situações degradantes como esta, nem de outras semelhantes. E mesmo que, um dia, eu tivesse a desgraça de passar por algo assim com um filho, JAMAIS iria aprovar, morreria antes de desgosto!
 
Enfim, e já que eu falei em mim mesmo, devo concordar que todos nós temos ainda um resquício de pagão, de ateu e de atoa, quando não alertamos nossos filhos para os perigos da TV, e quando não rastreamos seus contatos na internet, ou suas companhias. Isso não somente é uma obrigação, como um direito natural. E tenham eles a idade que tenham não se vá pensar que pelo fato de haverem atingido os 18 anos, já são livres para assistir qualquer tipo de podridão, de escândalo ou pornografia.
 
E vou dar um exemplo de parâmetro, para medirmos nosso grau de eficiência na criação, condução e educação dos nossos filhos e filhas: se eles não aprenderam a repugnar profundamente este tipo de comportamento – como o de uma parada gay – e o achem normal é porque foram mal educados e mal preparados para a vida. Se não aprenderam a evitar os sites pornográficos na internet, temos ali uma ponta do nosso “atoísmo”. Vamos sim, pagar este saldo negativo, quando Deus nos pedir conta das almas deles! Mais ou menos assim: filho que repugna o cigarro, dificilmente cairá nas drogas! Quem aprende desde cedo, cai fácil nelas!
 
Enfim, uma vez que o assunto era: todo ateu é também atoa, devo pedir que se você, jovem que me escreveu, ou que está lendo, estiver em vias de cair nesta armadilha, pense duas vezes! Pense três vezes! Pense mil vezes antes! Deixa o ateu procurar uma atéia! Deixa o atoa procurar uma atoa! Deixa o devasso procurar uma devassa! Deixa o crente ou protestante procurar outra protestante! Deixa os filhos de Buda e Maomé procurarem as suas classes e castas. Eles que moldem juntos, filhos da mesma classe. Mas você, procure um bom católico, ou uma boa católica. Mil vezes antes não casar!
 
Por último, se a desgraça da diferença de religião aconteceu em sua família no meio do caminhada, você que é bom (a) católico (a) não desista da conversão de seu par. Nossa Mãe nunca nos ensinou a desfazer o casamento, antes a lutar por ele até as últimas consequências. Nestes casos, é preciso se agarrar com Deus, dia e noite, que no fim a graça da conversão virá! Mas não sem luta, não sem dores, não sem dissabores! O perdão é a chave! A oração é a chave, porque só com Deus se vence esta luta! Quem está sem Ele, ou confia apenas em si já a perdeu!
 
De fato, para viver em família, o amor que vem de Deus, a felicidade que disso brota, é preciso que ambas as almas dos pais estejam afinadas num mesmo e santo objetivo único: salvar suas almas e as de seus filhos! Sem isso, sem esta unidade, sem este amor em Deus, JAMAIS um lar será feliz, pois sempre o inferno terá parte dele. Deus não se divide, seu amor é eternamente ciumento!
 
Perdão aos ateus! Eles deveriam, cada um assistir a chegada do ateu convicto, o ator Paulo Autran, diante do juiz. Acreditem: eles cairiam de joelhos deste já! Não iriam de forma alguma querer passar pelo vexame de ver Jesus lhes apresentar seu podre Livro da Vida. Eles não suportariam – como este ator – passar da segunda página!
 
Sim, ele já está no Céu, porque teve a graça de que alguém rezava e sofria por ele, mas que ninguém corra o risco de deixar passar a vida, especialmente vida de pai, ou de mãe, sem rever seu conceito sobre Deus. A medida da cobrança será calcada e pisada, e não no lagar comum, mas no da ira santa de Deus.
 
Rezemos pelos pais de filhos perdidos e depravados! Duvido que não sofram, mesmo sento ateus e atoas! A palavra é esta mesmo, sem correção!
Aarão


www.recadosaarao.com.br





LEIA TAMBÉM
O BRASIL TREMEU!
HAVERÁ FOME
O ACASO (Muito interessante)
SOU DEUS! (eis o homem atual).
COMO ENCOBREM O SEGREDO DE FÁTIMA
CRISTOTECA E BALADA SANTA?
O HOMEM, DEPOIS
A PRÓXIMA CRISE
QUERO O DIVÓRCIO



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.753.181
Visitas Únicas Hoje: 1.399
Usuários Online: 354