Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 7540 - Historiador socialista recorda "último sorriso" do Padre Pio
Artigo visto 2085 vezes




Visto: 2085
Postado em: 28/03/11 às 21:40:46 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=7540
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Roma, 28 Mar. 11 / 12:31 pm (ACI)

O historiador, jornalista e político socialista italiano, Giuseppe Tamburrano, recordou "o último sorriso do Padre Pio" e a amizade e lealdade do santo sacerdote com seu pai quando todos o haviam abandonado no cárcere a princípios do século XX.

A última vez que se encontrou com o Padre Pio, Tamburrano estava na universidade e já estava inscrito no partido comunista. O Santo, que o conhecia desde criança o encarou: "O que você fez?"

O jovem pensava que se referia à militância política e começou a defendê-la. Mas o Padre Pio, relata Tamburrano, disse-lhe: "A política? E o que tem a ver a política? Seguro que você se inscreveu em jurisprudência porque quer ser advogado, mas acaso não sabe que todos são ladrões?" Um sorriso cúmplice iluminou o rosto do frade capuchinho depois do comentário, assinala o artigo do LOsservatore Romano (LOR).

Em uma entrevista com o semanário italiano Dipiù recolhida pelo LOR, Tamburrano, comenta ademais que este episódio foi um de tantos "com os que o Padre Pio tocava o coração".

O Santo de Pietrelcina foi amigo muito próximo do padre do Giuseppe, Luigi Tamburrano, que em 1920 foi encarcerado e abandonado por todos seus amigos logo depois de um massacre em São Giovanni Rotondo, o povoado natal de ambos.

Entretanto, o Padre Pio nunca o deixou sozinho, sempre o visitou enquanto esteve na prisão e não lhe importou que seu amigo fora um socialista ateu (converteu-se antes de morrer em 1964): era seu amigo e com isso bastava, recorda LOR.

O Santo Padre Pio de Pietrelcina, conclui Tamburrano, "fez que voltasse ao meu papai o sorriso no rosto: por isso estarei sempre agradecido a ele".

O artigo do LOR foi publicado em 24 de março como resultado da apresentação do livro de Stefano Campanella chamado "Obediência e paz: A verdadeira história de uma falsa perseguição" sobre a inconsistência do "mito" do Papa João XXIII como perseguidor do Santo Padre Pio de Pietrelcina.


Fonte: http://acidigital.com/noticia.php?id=21458





LEIA TAMBÉM
A fé católica é um dom precioso de Deus que todos devem conhecer, afirma Bento XVI
Urge dizer sim ao bem e não ao mal, diz o Papa em visita às fossas onde ocorreu um massacre nazista
Jovem Com Imagem De Nossa Senhora Aparecida no Olho
São José pode ser considerado Padroeiro da evangelização da América
Corte européia: Crucifixos permanecerão nas escolas públicas
Programa da beatificação da Irmã Dulce divulgado hoje
Mil jovens na Missa de desagravo após profanação gay em Madri
INICIATIVAS DIPLOMÁTICAS PARA PROTEGER OS CRISTÃOS
SOLIDARIEDADE COM O JAPÃO: ORAÇÃO CONTÍNUA EM LOURDES



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.996.316
Visitas Únicas Hoje: 1.277
Usuários Online: 240