Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 15618 - Técnicas muito simples para conduzir as crianças à vida de oração
Artigo visto 311 vezes




Visto: 311
Postado em: 21/12/19 às 00:26:14 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=15618
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Madre Teresa dizia: transmitam a vida de oração para as suas famílias, passem esse hábito aos seus filhos. Pois uma criança que reza é uma criança feliz. Uma família que reza é uma família unida.” A oração em família possibilita o crescimento espiritual de seus membros e a consolidação de laços familiares. Não é suficiente desejar instaurar a oração na sua casa, é preciso saber como fazer isso

A oração de pais e filhos é mais fácil do que a oração conjugal, porque as crianças geralmente aceitam de bom grado orar com o pai ou a mãe. Essa oração, no entanto, apresenta algumas dificuldades, incluindo o risco de se distrair e deixar a mente “voar” no momento da oração ou de deixar que esse momento caia na rotina.

Deixe a criança tomar a iniciativa

Antes de rezar com seus filhos, é preciso lembrar que se trata de rezar verdadeiramente com eles, e que a atitude educativa consiste em os apoiar, sugerir, ajudar, sempre respeitando a oração do próprio Espírito Santo no coração das crianças.

O essencial será de ensina-los a se recolher em oração, a se colocar em escuta (fechar os olhos, pensar em Jesus que mora em seu coração) e depois os ensinar a rever o seu dia, dizer obrigado por tudo aquilo que foi recebido no hoje e, por fim, pedir perdão.

Boas ideias de como conduzir essa oração são utilizando o tema do catecismo da semana; repetir juntos um versículo do Evangelho; ensinar as crianças a rezarem por seus amigos, pais, professores, pelos doentes ou idosos que eles conhecem, e até mesmo pelas grandes intenções da igreja e do mundo.

A conclusão pode ser feita através de uma oração pronta rezada lentamente, ou um mistério do terço, ou também invocando nossos santos e anjos da guarda. A estrutura geral da oração pode permanecer substancialmente a mesma, mas é preciso ficar atento para sempre renovar o conteúdo.

De tempos em tempos você pode pedir a uma das crianças para preparar ou conduzir a oração ou pode ainda incluir músicas, sempre numa atitude corporal digna e expressiva de oração, de pé ou de joelhos, mostrando que este é um momento de seriedade e atenção. Por fim, quando elas crescem, às vezes é preciso convida-las à oração pessoal, para que elas se habituem a ter uma autonomia responsável no que se refere à sua intimidade com Deus.

Jean-Régis Fropo


Fonte: www.aleteia.org





LEIA TAMBÉM
A adoração dos Reis Magos, segundo os mestres do Renascimento
No Iraque, a Igreja ajuda a reconstruir a vida dos cristãos afetados pela guerra civil
A incrível visão de Santa Faustina com o Menino Jesus em seus braços
O desrespeito do Porta dos Fundos, o escárnio da fé e a apologética
Domingo Espetacular: Filme do Porta dos Fundos causa polêmica ao ridicularizar personagens bíblicos
Netflix é convidada a se explicar na Câmara por filme do Porta dos Fundos
Jogo inspirado na Bíblia causa polêmica ao permitir que usuário seja Jesus
Dúvidas religiosas estão entre os assuntos mais pesquisados no Google em 2019
O que o Papa Francisco pensa sobre Satanás?'



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.006.380
Visitas Únicas Hoje: 1.043
Usuários Online: 209