Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 13977 - Freiras se passam por prostitutas para salvar vítimas do tráfico sexual
Artigo visto 1967




Visto: 1967
Postado em: 26/11/15 às 07:49:11 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=13977
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Grupo denuncia que Brasil é propenso ao tráfico humano

Um verdadeiro exército de freiras se organiza para resgatar vítimas do tráfico de pessoas. Elas se passam por prostitutas, infiltrando-se em bordéis para conhecer a realidade. Em alguns casos, compram crianças mantidas em regime de escravidão.

O nome do ministério é Thalita Kum, inspirada nas palavras de Jesus em Marcos 5:41. A organização filantrópica já se expande por 80 países. Organizado em 2004, atualmente o grupo é composto 1100 freiras, mas necessita de mais gente por causa da expansão global do tráfico de pessoas. Estimam que 1% da população global é cooptado pelo tráfico, ou quase 73 milhões de pessoas. Dessas, 70% são mulheres com 16 anos ou menos.

John Studzinski, banqueiro e filantropo que representa o Thalita Kum, disse recentemente: “Não estou tentando ser sensacionalista, mas quero ressaltar que… as forças do mal estão por aí”.

Esses são problemas causados pela pobreza e pela desigualdade, mas vai muito além disso”, afirmou Studzinski durante uma Conferência que discute os direitos e o tráfico de mulheres. São várias as histórias tristes ouvidas das mulheres resgatadas, que ficaram presas, foram violentadas, torturadas e constantemente acabam como escravas sexuais.

“Elas [as freiras] não confiam em ninguém. Não confiam no governo, não confiam nas corporações privadas, nem na polícia local. Em alguns casos, dizem que não podem confiar sequer no clero”, por isso estão agindo afirmou Studzinski.

As freiras que ‘viram’ prostitutas trabalham em cooperação com uma rede que atua no combate ao tráfico de crianças, vendidas como escravas, sobretudo na África, nas Filipinas, no Brasil e na Índia. As religiosas arrecadam dinheiro de várias maneiras para tentarem recuperar essas crianças.

Possuem várias ‘casas de crianças’ espalhada pelo mundo. “São crianças que, se não forem resgatadas, serão vendidas como escravas, às vezes pelos próprios pais. É chocante, mas é real”, insiste o representante da organização.

A freira italiana Gabriella Bottani revela que o Brasil é um país onde todas as fases do percurso das vítimas de exploração coexistem. É um país de origem, trânsito e destino de pessoas exploradas, e destacou que a maior parte destas são mulheres jovens, vindas de famílias pobres e com baixos níveis de escolaridade.

A freira Estrella Castalone, uma italiana que coordena a rede Talitha Kum no Brasil explicou que, procurando sair da pobreza, estas meninas “acabam sendo enganadas ou se transformam em vítimas de diferentes formas de exploração”. Com informações de Christian Today


Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br/



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

LEIA TAMBÉM
Arábia Saudita decreta pena de morte para quem carregar Bíblia
Associação Mundial de Psiquiatria afirma: religião e espiritualidade previnem doenças mentais
Uso das armas como “única solução” contra o Estado Islâmico? A Igreja é contra
Celine Dion: devo minha vida a um sacerdote especial
Ele foi espancado até cair, mas sua única preocupação era proteger a Eucaristia
Alá é grande. Mas não desse jeito
O jihadista que justifica o horror: “Deus vai ser clemente comigo. Cumpri meu dever”
Eles têm apenas 15, 17, 22, 25, 32 anos… Mas eles decidem entrar no Estado Islâmico. Por quê?
Ensaísta islâmico francês declara: “Temos que dizer que o mundo muçulmano está doente”
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.426.017
Visitas Únicas Hoje: 693
Usuários Online: 252