Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 13931 - O herói desarmado que derrotou com a vida o covarde homem-bomba
Artigo visto 1393 vezes




Visto: 1393
Postado em: 18/11/15 às 14:06:28 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=13931
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Adel Termos viu o homem-bomba correndo rumo à multidão e agiu, sacrificando-se para salvar o próximo

Em meio à comoção mundial com os ataques terroristas em Paris, veio à tona um extraordinário ato de heroísmo ocorrido em outro atentado terrorista perpetrado um dia antes: o que matou 45 pessoas e feriu mais de 200 em Beirute, no Líbano. Assim como na França, o ato covarde e abominável foi reivindicado pelo Estado Islâmico.

O número de mortos em 12 de novembro teria sido maior se não fosse pelo gesto heroico de um homem, pai de dois filhos, muçulmano, cuja ação rápida salvou muitas vidas – mas levou ao sacrifício da dele próprio.

Testemunhas disseram à CNN que Adel Termos, de 32 anos, saiu da mesquita próxima ao local dos ataques para ver o que tinha acontecido, após ouvir a explosão da primeira bomba.

“Adel viu um homem correndo ladeira abaixo e gritando ‘Allahu akbar, Allah akbar!’ (‘Alá é grande’, em árabe)”, disse uma das testemunhas. O jovem se lançou sobre o homem-bomba, que explodiu antes de chegar à multidão.

Muitas, muitas famílias, provavelmente centenas de famílias devem a sua integridade ao sacrifício de Adel Termos”, escreveu em seu blog o médico Fares Elie, de Beirute.

Eu estou viva e feliz, orgulhosa do meu marido, que elevou o nome da nossa família muito alto e nos honrou”, declarou a viúva de Adel, Bassima, à CNN.

O bairro onde ocorreu o ataque, Burj al-Barajneh, é predominantemente xiita, assim como é xiita a mesquita diante da qual ocorreram os atentados. O Estado Islâmico é um movimento sunita e seus membros afirmam explicitamente que pretendem destruir “os porcos xiitas”, a quem consideram “infiéis” ao “islã puro”.

O Líbano tem sofrido decorrências mortais do conflito sírio, incluindo uma onda de atentados e ataques suicidas em 2013 e 2014. A covarde explosão dupla da última quinta-feira, 12 de novembro, foi um dos atentados mais mortíferos no país desde o fim da guerra civil libanesa, entre 1975 e 1990.

Outras explosões anteriores também tiveram como alvo áreas xiitas populosas do Líbano e foram reivindicadas por militantes que se declararam “vingadores” pela participação do Hezbollah na guerra civil da Síria. O grupo libanês tem lutado ao lado das forças do presidente sírio Bashar al-Assad.


Fonte: www.aleteia.org





LEIA TAMBÉM
Papa Francisco e Vaticano, alvos do Estado Islâmico? Não é um risco descartado
Por que a França é alvo do terrorismo
Meteoro em chamas ilumina céu de Bangcoc; veja o vídeo
ONU pode entregar Muro das Lamentações aos palestinos
Mais de 700.000 migrantes chegaram à Europa pelo Mediterrâneo em 2015
Maria passa na frente: 250 cristãos sequestrados pelo Estado Islâmico rezavam o terço e não renunciavam à fé, testemunha o padre que foi libertado
Você mataria este menino sabendo que ele é Adolf Hitler?
4 pontos de reflexão profundíssimos e fulminantes para você preparar a sua confissão!
Para dizer adeus a filha com tumor inoperável, pais fazem sessão de fotos emocionante. Veja!



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.084.591
Visitas Únicas Hoje: 404
Usuários Online: 173