Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 12676 - Papa: razões religiosas não justificam perseguição em Iraque e Síria
Artigo visto 1378 vezes




Visto: 1378
Postado em: 04/10/14 às 17:12:37 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=12676
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Ante a Assembleia Geral da ONU, na semana passada, o número dois do Vaticano, o cardeal Pietro Parolin, afirmou que é lícito e urgente parar os jihadistas no Iraque

O Papa Francisco criticou nesta quinta-feira os jihadistas de Iraque e Síria, afirmando, sem citá-los, que nenhuma razão religiosa, política ou econômica justifica a perseguição diária sofrida por "centenas de milhares de homens, mulheres e crianças inocentes" naqueles dois países.

Segundo um comunicado da Santa Sé, o sumo pontífice assistiu à abertura de uma reunião de três dias com embaixadores do Vaticano em todo o Oriente Médio. O objetivo é examinar a situação criada com o avanço do grupo Estado Islâmico (EI) e os ataques aéreos da coalizão internacional contra ele.

Em uma declaração ante Mar Dinkha IV, patriarca da Igreja Assíria do Oriente, o Santo Padre denunciou a perseguição diária sofrida por iraquianos e sírios.

"Quando pensamos em seu sofrimento, é preciso ir espontaneamente para além das distinções de ritos e confissões. É o corpo de Cristo que, ainda hoje, é humilhado, espancado, ferido. Não há razões religiosas, políticas ou econômicas que justifiquem o que está ocorrendo atualmente com centenas de milhares de homens, mulheres e crianças inocentes", declarou o bispo de Roma.

A Igreja Assíria é uma das mais antigas do Oriente, e está presente tanto no Iraque quanto na Síria. Mar Dinkha IV é proveniente de Erbil, uma importante cidade do Curdistão iraquiano.

Ante a Assembleia Geral da ONU, na semana passada, o número dois do Vaticano, o cardeal Pietro Parolin, afirmou que é lícito e urgente parar os jihadistas no Iraque. E acrescentou que qualquer intervenção deve ser feita sob a égide do Conselho de Segurança e com o beneplácito do Estado em questão.

Em 2013, a Santa Sé se opôs a uma intervenção externa contra o regime sírio de Bashar al-Assad, acusado naquele momento de utilizar armas químicas conta a população civil perto de Damasco.

No entanto, no caso do EI adotou uma atitude mais favorável a uma intervenção armada.

(AFP)


Fonte: http://www.aleteia.org





LEIA TAMBÉM
Irã preocupa congressistas americanos
Jihadistas avançam para cidade síria de Ain al-Arab
Agora querem acabar com a criminalização do incesto: “Tabu social”. Homem tem 4 fillhos com sua própria irmã.
Um simples acontecimento familiar ajudou um menino a descobrir a sua vocação sacerdotal.
Uma carta para si mesma cheia de amor e confiança em Deus: O legado de uma menina falecida que comoveu o mundo.
Para evitar profanação de catedral por feministas radicais, jovens católicos providas se mobilizam em Campinas.
Bispos brasileiros pedem aos católicos que busquem eleger candidatos que promovam os valores cristãos.
Saiba como é a vida dos cristãos no Kuwait, país muçulmano no Oriente Médio.
Dicas imperdíveis para seu voto expressar sua FÉ CATÓLICA.



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.077.727
Visitas Únicas Hoje: 812
Usuários Online: 202