Fundamentalismo com viés islâmico leva Reino Unido a intervir em escolas.
Espacojames



Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 12389 - Fundamentalismo com viés islâmico leva Reino Unido a intervir em escolas.
Artigo visto 1609




Visto: 1609
Postado em: 11/06/14 às 12:06:31 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=12389
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque


O governo britânico pôs cinco escolas sob regime especial de vigilância após um relatório oficial concluir que estabelecimentos de ensino da cidade de Birmingham — a segunda mais populosa do país — foram tomadas por uma “cultura do medo e intimidação”.

Os resultados foram anunciados pelo Ofstead (órgão responsável pela supervisão das escolas) com base na investigação de 21 instituições após denúncias de uma suposta conspiração montada para promover o fundamentalismo muçulmano, a partir da infiltração de elementos que pregam valores islâmicos radicais.

Entre as descobertas da equipe de supervisores estão evidências de que meninos e meninas estavam sendo separados para as aulas de educação religiosa e desenvolvimento pessoal. Num dos colégios — que recebem verbas públicas, mas são administrados por entidades sem fins lucrativos — funcionários da instituição incentivavam as moças a evitarem falar com os rapazes e as convenciam a não participarem de atividades extracurriculares e visitas. Em outro caso, as aulas de música foram suspensas contra a vontade dos alunos. Descobriu-se, ainda, que numa escola usavam-se as verbas do estabelecimento para financiar uma viagem anual de alunos muçulmanos à Arábia Saudita.

O medo de alguns professores de retaliações levou pelo menos um deles a marcar encontros no estacionamento de supermercados para conversar com os supervisores do governo. O documento oficial afirma, ainda, que alguns professores e diretores acabaram forçados a abandonar o seu trabalho ou foram simplesmente marginalizados, dada a influência dos chamados membros dos conselhos de ensino — responsáveis pelo monitoramento da qualidade da escola e formados por representantes dos pais, da comunidade e funcionários da escola. A campanha — que ficou conhecida como Cavalo de Troia — foi identificada pelo governo a partir de uma denúncia anônima.

— Os líderes (dos conselhos) estão exercendo muito mais influência do que é apropriado ou aceitável —criticou Michael Wilshaw, diretor do Ofstead.

Uma sexta escola já estava sob o regime especial, mas pela baixa qualidade do ensino. Para outras 11, foram sugeridas melhoras. O Park View Educational Trust, responsável por três das escolas onde foram encontrados problemas, defende-se afirmando que os colégios “não toleram nem promovem o extremismo”.

— Os inspetores vieram a nossas escolas buscando extremismo, segregação, buscando provas de que se impõe a nossos alunos a religião como parte de um complô islâmico. Categoricamente: isto não está ocorrendo — defendeu-se David Hugues, vice-presidente do Park View Educational Trust.

O secretário da Educação britânico, Michael Gove, acusou os diretores muçulmanos das cinco escolas de promoverem uma “campanha organizada” para impor aos seus alunos uma ideologia baseada na religião.

— O que encontramos é inaceitável e vamos corrigir —prometeu Gove.

O trabalho do Ofsted resultou também em inquéritos da Câmara Municipal e da polícia. Para representantes da comunidade muçulmana, está clara motivação política e fala-se em islamofobia.

A controvérsia sobre a educação em Birmingham acabou ganhando contornos políticos e já está sendo vista como um novo revés para o governo conservador de David Cameron, depois do desempenho ruim do partido na eleição do Parlamento Europeu. Tudo isso acontece a menos de um ano das eleições gerais de maio de 2015, que determinará o novo premier.

Nos bastidores do governo, o receio sobre o documento foi tal que, já na semana passada, os secretários de Educação e do Interior, a poderosa Theresa May, tentaram se distanciar dos resultados negativos que devem ser divulgados nesta terça-feira. A troca pública de acusações entre os dois sobre quem teria relaxado no quesito “combate ao extremismo” exigiu a intervenção de Cameron, que convocou uma reunião de emergência. Especialistas viram na queda de braço uma disputa por poder no partido. May é uma das mais cotadas para assumir a liderança dos conservadores.

Fonte: O Globo


Fonte: http://blog.comshalom.org/carmadelio/



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!

Lenço Branco de N. Senhora
Saiba o que é, como fazer e as orações necessárias.
Óleo de São Rafael e Santa Filomena
Saiba mais sobre este santo remédio em tempos difícies
As 15 Orações de Santa Brígida
As promessas de Jesus para a alma que rezar estas orações.
Jesus eu Confio em vós
Nada negarei a alma que às 3 hs da tarde recitar minhas orações
Devoção às Gotas de Sangue de Cristo
Será livrado das penas do Purgatório.
Para os irmãos protestantes
Foi no colo de uma mulher que Deus colocou toda esperança do mundo



Total Visitas Únicas: 8.697.603
Visitas Únicas Hoje: 572
Usuários Online: 182