Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 10051 - Panamá terá maior imagem de Nossa Senhora do mundo
Artigo visto 2774 vezes




Visto: 2774
Postado em: 16/08/12 às 19:18:49 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=10051
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Cidade do Panamá (Quarta-Feira, 15-08-2012, Gaudium Press)

O presidente do Panamá Ricardo Martinelli anunciou, em um ato público realizado na capital panamenha, que fará construir uma Imagem de Santa Maria la Antigua, Padroeira do Panamá, que deverá ser a maior do mundo.

Será mais alta que qualquer outra até agora existente; será maior até que que a Estatua da Liberdade, anunciou hoje o presidente.



Martinelli não indicou o início da construção do monumento, mas o governante adiantou que a gigantesca imagem será levantada em frente ao passeio marítimo da capital e que o projeto se enquadra nas comemorações de 2013 que celebrarão os 500 anos do descobrimento do Mar do Sul e da criação da primeira Diocese em solo americano.

 

Santa Maria de La Antigua, Padroeira do Panamá


O Presidente revelou que a figura da padroeira do Panamá terá o mesmo tamanho da atual torre BBVA, uma construção de 100 metros de altura que foi edificada em 1979, na avenida Balboa, em frente à Bahía de Panamá, y que até 1996 foi a mais alta da cidade.

A imagem da Virgem será "um ícone da cidade" e será erigida com o apoio do Estado e de empresas privadas.

Santa Maria La Antiqua

A imagem de Santa Maria La Antigua representa a Virgem de pé, vestida com um túnica e uma flor em sua mão direita, enquanto com a esquerda carrega o Menino Jesus, que brinca com um pássaro. A virgem tem a cabeça coberta com um manto, enquanto a seus pés uma mulher reza, dois anjos se apressam pra coroá-la e outro porta uma uma frase evangélica.

A primeira capela dedicada à Virgem Maria, em Terra Firme, como foram chamados os primeiros territórios do continente americano para diferenciá-los da ilhas, foi localizada na cidade de Santa Maria La Antiqua de Darien, na costa do Caribe.



Esta cidade, fundada em 1510 por Martín Fernández de Enciso e Vasco Núñez de Balboa, que hoje desapareceu, foi sede da primeira diocese em Terra Firme, criada pelo Papa Leão X, com bula de 9 de setembro de 1513. (JSG)


Santa Maria La Antigua, Padroeira do Panamá

Trata-se de imagem secular que está bem no centro de uma disputa em nossos dias. Diversos prelados reivindicam o direito de usar, como bispo titular, o nome dessa devoção mariana.



Valdis Grinsteins


Em geral, as divergências históricas nas quais entram questões relacionadas com imagens de Nossa Senhora são tranqüilas, pois pertencem ao domínio de poucos especialistas, os quais debatem seus pontos de vista no sossego dos gabinetes. São debates comentados em publicações especializadas, que não alcançam o grande público e não causam problemas nas relações internacionais.

Mas este não é o caso da padroeira do Panamá, Nossa Senhora de la Antigua, que tem causado consideráveis dores de cabeça a mais de um diplomata vaticano, e foi até há pouco um tema que apaixonava a opinião pública desse país centro-americano. O que levou, em concreto, a que a imagem fosse proclamada padroeira do país, a fim de encerrar uma polêmica petição.

Para entender o problema, teremos de esclarecer previamente certos costumes da Igreja.

Bispos titulares e diocesanos
À Hierarquia da Igreja católica pertencem os bispos diocesanos, os coadjutores e os titulares. O diocesano tem a seu cargo uma certa diocese, existente hoje em dia em determinado lugar. Por exemplo, poderá ser bispo de Taubaté, no estado de São Paulo. Bispo coadjutor é o assistente de um bispo diocesano, portanto seu auxiliar nas tarefas apostólicas. Bispo titular é aquele que recebe o encargo de uma diocese que existiu no passado, mas atualmente não existe mais. Por isso ele é “titular”, tem o título de bispo e efetivamente é bispo, mas não tem no momento nenhuma diocese concreta para governar.

Naturalmente há diferenças de honra entre as dioceses titulares. Algumas eram muito importantes, ligadas, por exemplo, a nomes de santos famosos. E é sempre mais atraente portar o nome de um antigo bispado carregado de história do que o de uma cidade pouco conhecida. Por exemplo, ser bispo titular de Belém, a cidade onde nasceu Nosso Senhor,(1) ou da histórica Cartago(2) no norte da África. Isso é mais interessante do que outros nomes conhecidos só por especialistas ou por historiadores eclesiásticos.

Mas esses são nomes dos continentes asiático e africano. Para um bispo americano, nada mais prestigioso que levar o nome da primeira diocese estabelecida em terra firme do continente americano.(3) E esta diocese é justamente a de Santa Maria La Antigua del Darién, no Panamá, criada pelo Papa Leão X em 28-8-1513.

Daí surgiu o problema. A partir de 1987, vários bispos da América e até da Europa pediram para ser titulares dessa diocese, pois alegam que a diocese desapareceu quando a população da cidade de Santa Maria del Darién mudou-se em 1519 para a atual cidade do Panamá. Isso é contestado com vigor pela arquidiocese do Panamá, que defende ser ela a continuadora desse bispado.(4) Portanto, segundo essa tese, não se trataria de uma diocese atualmente inexistente, mas sim de uma diocese viva em nossos dias. E assim sendo, não deveria ser regida por um bispo titular, mas sim por um bispo diocesano; no caso, o mesmo bispo da Cidade do Panamá. De fato, no Anuário Pontifício aparece a arquidiocese do Panamá como continuadora da diocese de Santa Maria la Antigua.

Acontece que um dos argumentos dos que se opõem a que a diocese do Panamá seja sucessora da Antigua é que esta última tinha como titular Nossa Senhora de la Antigua, e a catedral de Panamá tem como padroeira Nossa Senhora da Assunção. E aqui entra a história da imagem em questão.



Vasco Nuñez de Balboa: após promessa à Virgem, vitória

 

Nossa Senhora de la Antigua

A conquista espanhola da América começou nas ilhas do Mar do Caribe. Lá foram estabelecidas as primeiras cidades, as primeiras igrejas, as organizações pioneiras para controlar o novo império.

Mas logo os espanhóis passaram a explorar a chamada “terra firme”, ou seja, o continente americano propriamente dito.

E um dos locais primeiramente explorado foi a zona de Darién, que corresponde à atual região do Panamá fronteiriça com a Colômbia. O conquistador Vasco Nuñez de Balboa, juntamente com Martín Fernandez de Enciso, decidiram fundar uma cidade, mas encontraram a oposição do cacique Cémaco e seus índios. Como vários dos conquistadores eram da cidade de Sevilha, fizeram uma promessa à Virgem de la Antigua, venerada na catedral dessa cidade espanhola: se triunfassem na batalha contra os índios, dariam à nova cidade o nome dessa devoção. E, de fato, o cacique foi vencido, e em setembro de 1510 os espanhóis fundaram a nova cidade e deram-lhe o nome de Santa Maria la Antigua. A casa de palha do cacique foi elevada à categoria de primeira igreja, e nela colocada uma cópia da imagem de La Antigua. A existência de tal cópia em solo americano se explica, pois o capelão espanhol encarregado da capela onde se encontra a imagem na catedral de Sevilha costumava dar cópias dela para os chefes das expedições conquistadoras que partiam daquela cidade espanhola rumo à América. A imagem original tem 1,80 m de altura.

Durante 10 anos a cidade tornou-se o centro para numerosas expedições, bem como foi a primeira sede do bispo local.

Ruínas de Santa Maria la Antigua


Posteriormente, em 1519, foi fundada a cidade do Panamá por Pedrarias Davila. E por ordem dele a população de Santa Maria La Antigua devia mudar-se para a cidade do Panamá. De fato a população mudou-se, levando todo seu gado e armas. Obviamente, o bispo também se trasladou para a nova cidade. A antiga cidade ficou praticamente deserta, terminando por desaparecer quando os índios a incendiaram em 1524.

Ora, aconteceu que os habitantes da cidade do Panamá passaram a celebrar anualmente essa mudança com uma missa de ação de graças, celebrada no dia 15 de agosto, festa da Assunção.

O ponto histórico sobre o qual tanto debateram os historiadores é exatamente este. Para alguns, trata-se de nova diocese, com nova padroeira. Para a arquidiocese do Panamá, o fato de celebrar-se a festa da Assunção não exclui que a padroeira seja Nossa Senhora de La Antigua. Mudou a data, mas não a padroeira.

Em todo caso, para solucionar definitivamente a questão, a arquidiocese decidiu que no Congresso Eucarístico Nacional Mariano fosse declarada Nossa Senhora de La Antigua Padroeira do Panamá.

Efetivamente, no dia 9 de setembro de 2000, ela foi proclamada padroeira do país, na presença do Arcebispo José Dimas Cedeño, de todos os bispos do país e de Monsenhor Carlos Amigo Vallejo, arcebispo de Sevilha.

Posteriormente, no ano de 2003, para celebrar o centenário da independência, foram distribuídos em todo o país 100.000 rosários com a imagem da padroeira


Fonte: http://www.gaudiumpress.org/content/39411#ancla





LEIA TAMBÉM
Seita islâmica é descoberta em bunker subterrâneo na Rússia
A IMPORTÂNCIA DAS ATITUDES EXTERNAS EM NOSSAS ORAÇÕES ( Corrigido )
AS PRINCIPAIS ATIVIDADES PRESIDIDAS PELO PAPA NO ANO DA FÉ
LEIGOS NA CHINA RECEBEM FORMAÇÃO SOBRE A FÉ
LÍDERES CRISTÃOS DIZEM NÃO À GUERRA CONFESSIONAL NA SÍRIA
Cresce Tensão na Nigéria por Fanatismo de Islâmicos Terroristas
MASSACRE NA NIGÉRIA: UM SALTO DE QUALIDADE NO TERRORISMO ANTICRISTÃO
Relatório dos EUA: Supertempestade solar pode matar milhões em 2013
Encontrados no Santo Sudário restos de ungüentos de 2 mil anos atrás



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.003.971
Visitas Únicas Hoje: 238
Usuários Online: 121