Espacojames


Página Inicial
Listar Obras Malignas




Artigo N.º 13528 - Por que os jovens gostam tanto da Nova Era?
Artigo visto 1922




Visto: 1922
Postado em: 14/07/15 às 16:02:59 por: James
Categoria: Obras Malignas
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=31&id=13528
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Obras Malignas

É preciso compreender quais são os anseios mais profundos daqueles que se aproximam desta corrente religiosa

A Nova Era atrai jovens – e outros não tão jovens. Ao analisar este fenômeno, podemos encontrar três causas e uma consequência:

1. As grandes ideias da modernidade se fundiram. O horizonte que se tinha das utopias desapareceu.

2. Constatar que a conquista da felicidade sobre a terra não depende do progresso científico ou tecnológico.

3. A globalização, a revolução tecnológica e o mundo da comunicação aceleraram nosso ritmo de vida e provocaram uma mudança permanente dos acontecimentos – algo nem sempre fácil de assimilar. Isso leva a uma grave dificuldade de adaptação. Os acontecimentos vêm e vão, mas carecem de finalidade própria. O “labirinto” pode ser o melhor símbolo para representar a crise da modernidade: você pode caminhar em todas as direções, mas não encontra a saída. Isso nos convida a instalar-nos na superfície das coisas e em deixar-nos seduzir pelo triunfo das aparências.

Como consequência destas 3 causas, surge uma cultura da frivolidade, que nos convida a saborear o presente sem preocupar-nos com o futuro ou o passado. Uma cultura da imagem, da máscara, do fragmentário. O importante é viver o momento.

Já não se entende muito bem esse assunto de “ser autênticos”: o decisivo é a aparência. Cada um vive sua própria imagem. A moda, os festivais de rock, a bebida etc. nos ajudam a compensar a angústia de ter de viver em um mundo que não entendemos.

Diante de tudo isso, o movimento da Nova Era, como um grande rio que flui, representa uma forma típica da sensibilidade contemporânea que acaba atraindo muito os jovens. A Nova Era não se orienta à razão, mas à intuição, para apropriar-se dos mistérios, do desconhecido, dos poderes não desenvolvidos do cérebro.

A Nova Era é como uma gaveta na qual cabe tudo, do esoterismo mais duvidoso até os assuntos mais sérios, como a filosofia transcendental, os últimos movimentos da Física ou um misticismo saudável.

Este movimento acusa o cristianismo de carência de experiências, de desconfiança com relação à mística, de incessantes exortações morais e de exagerada insistência na ortodoxia da doutrina.

Qual é a diferença entre as seitas e as religiões orientais?

As religiões orientais se apresentam oferecendo o caminho da unidade e da fusão pelas quais a humanidade tanto anseia. Além disso, ensinam que o ponto de apoio da verdadeira religiosidade é mais a experiência e o sentimento do que a razão e a autoridade, oferecendo técnicas, caminhos e formas de aproximação da divindade.

Esta é, às vezes, a fraqueza do cristianismo do Ocidente: pregamos a união com Deus, mas não oferecemos aos iniciados os caminhos adequados para esta união. Os mestres espirituais da Índia ou do Japão acompanham o iniciado, passo a passo, em seu processo rumo à iluminação. A religiosidade oriental, no sentido mais amplo do termo, está onipresente nos ambientes da Nova Era.

A Nova Era é mais um movimento que uma seita, mas há seitas de cunho oriental que destacam alguns dos aspectos da Nova Era.

Onde está o risco? Em que um líder explore um valor em si bom, mas decapitado, e o converta em um absoluto, manipulando seus seguidores para conseguir dinheiro e poder.

A meu modo de ver, os cristãos precisam olhar o universo da Nova Era com uma visão crítica, e ao mesmo tempo ser misericordiosos para valorizar tudo o que há de bom nela; e fazer que chegue à sua plenitude em Cristo, que é a verdade, a beleza e a bondade absoluta.

Precisamos falar com a sensibilidade dos jovens e desenvolver nossa imaginação criadora no âmbito da pastoral e da liturgia.

Certamente, este é um tema aberto ao debate.


Fonte: http://www.aleteia.org/



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

LEIA TAMBÉM
Veja em mapa animado como as principais religiões se espalharam na história do mundo.
Pecar com orgulho?
Exorcista italiano declara: "O Estado Islâmico é Satanás"
A verdade sobre Charlie Charlie Challenge
Não existe isso de brincar inocentemente com o demônio
O aviso final de Saruman: brincar com o mal faz perder não só a razão, mas também a alma
Famosos acusados de terem pacto com o demônio
A indústria Satânica da Música e dos Desenhos animados - Parte 4
Pastor Marco Feliciano Diga não a Cristofobia, promovida pelos Ativistas Gays !
Veja mais artigos relacionados
 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.279.294
Visitas Únicas Hoje: 188
Usuários Online: 208