Espacojames


Página Inicial
Listar Artigos Site Aarão




Artigo N.º 6454 - Grito dos inocentes
Artigo visto 2089 vezes




Visto: 2089
Postado em: 19/10/10 às 19:44:45 por: James
Categoria: Artigos Site Aarão
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=50&id=6454
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos Site Aarão

GÊMEA SAUDÁVEL É ABORTADA POR ENGANO NA ITÁLIA

Aborto de feto saudável por erro: «a eugenia impõe suas leis»

Comentário de «L’Osservatore Romano» a um dramático caso ocorrido na Itália

CIDADE DO VATICANO, segunda-feira, 27 de agosto de 2007 (ZENIT.org).- «L’Osservatore Romano», o jornal da Santa Sé, considera que o aborto por erro de uma menina, ao invés de sua irmã gêmea com síndrome de Down, mostra que «a eugenia impõe suas leis».

O jornal vaticano, na edição italiana que estará nas bancas nesta terça-feira, comenta o caso e o atribui à «cultura da perfeição, que impõe a exclusão de tudo o que não parece belo, resplandecente, positivo, cativante».

«E o que resta é o vazio, o deserto de uma vida sem conteúdos, ainda que estiver perfeit amente confeccionada», reconhece.

Um hospital italiano confirmou neste domingo que, durante um aborto seletivo por uma alteração cromossômica em um de dois gêmeos, a equipe médica a cargo da intervenção eliminou equivocadamente o feto saudável.

O hospital São Paulo, de Milão, explicou que se tratou de «uma terrível fatalidade», dado que os embriões, que estavam no terceiro mês de sua gestação, mudaram de posição na placenta antes da intervenção.

Segundo informou o hospital, os médicos conheciam só a posição do embrião enfermo, já que as ecografias realizadas antes da intervenção mostravam que ambos bebês eram morfologicamente iguais, pelo que não apresentavam diferença alguma.

Mas antes da intervenção, mudaram de posição e o feto saudável se situou no lugar que ocupava o gêmeo com a alteração cromossômica.

A polícia de Milão iniciou uma investigação para elucidar as circunstâncias do acontecimento, mas sem fazer referência a indagações nem a hipóteses de delito, segundo deram a conhecer a mídia local nesta segunda-feira.

Com o título «Não há direito», «L’Osservatore Romano» constata que no final «morreram duas meninas, assassinadas como conseqüência de um aborto seletivo».

«Uma decisão radical levou a repetir o aborto da irmãzinha que havia ficado com vida», a menina com síndrome de Down.

Mas ninguém, segundo o diário vaticano, «tem direito de eliminar outra vida. Nenhum homem tem direito de tomar o lugar de Deus. Por nenhum motivo».

«E, contudo, inocentes continuam morrendo. Suas palavras não pronunciadas, seus sorrisos nunca expressados, seus olhares nunca acolhidos, contiunuam suscitando desdém, ou ao menos as necessárias, profundas e sérias reflexões.»

«É uma decisão ilegítima, ainda que esteja autorizada pela lei, como acontece na Itália», acrescenta.

Comentando a notícia do aborto, o bispo Elio Sgreccia, presidente da Comissão Pontifícia para a Vida, fez um chamado a acolher toda vida humana.

«Só com este ato fundamental da parte de todas as pessoas interessadas, alcança-se a verdadeira serenidade, a verdadeira paz da consciência e o verdadeiro bem da sociedade», esclareceu nesta segunda-feira em declarações à «Rádio Vaticano».

«Temos de sentir-nos interpelados, todos, por este e por outros muitos casos que se repetem diariamente, para assumir um compromisso novo e diferente pelo respeito da vida humana desde o primeiro momento, pois estas criaturas têm a mesma dignidade que nós.»

«E no caso de que padeçam alguma enfermidade, simplesmente têm um motivo a mais para ser ajudadas», conclui.
==================================================================
OBS: Fatalidade é o termo diabólico que tenta acobertar um crime inominável. Não há na terra um termo válido para interpretar e definir o crime do aborto. Este fato é apenas um entre os milhões que estão acontecendo.

Para que o leitor saiba que estamos vivendo no império dos demônios, recentemente na Inglaterra uma casal decidiu abortar sua criança, em gravidez já avançada "porque já tinham três filhos para cuidar e era demais". Procuraram os serviços assitenciais e "legalmente" eles mataram o seu filho.

Chegando em casa depois do crime, esta mãe satânica teve de ir ao banheiro, e sentiu que de sua vagina saía algo de mais grosso e caiu no vaso sanitário. Tratava-se da cabecinha de sua criança, por "parto mal feito".

Acreditem, ao invés de ela pedir que um raio do infinito a fulminasse ali, naquele momento, e sem dó nem compaixão - seria mais brando para sua alma - ela simplesmente se enfureceu contra o hospital e o está processando, por serviço mal feito.

Certamente, a cabecinha do filho dela era uma pista, um rastro do seu crime e rastro que nunca se apagará. Ficará sempre visível diante do Tribunal do Altíssimo. Mesmo que este hospital tivesse feito um trabalho perfeito e "limpo", o sangue inocente grita, tem alma, tem vida, e bradará pelo infinito.

Digo para vocês, com certeza absoluta: tanto a mãe que aborta e não se arrepende do crime, quanto a parteira ou médico que o faz, mesmo "legalmente", e mais que todos o dono desta Clínica, ou deste Hospital que pratica milhares de vezes este gesto nefando, cada um deles, ficará pela eternidade ouvindo os grito destes pequeninos. O sangue deles escorrerá em fogo diante de seus olhos como lava ardente, e o gosto de sangue fervente lhes queimará a boca e a garganta e por toda a eternidade.

Eu não me admiraria se, no juízo final, diante de toda a humanidade reunida, o Juíz Justo e Supremo levantasse aquela cabecinha de criança, e a brandisse diante desta corja assassina e pronunciasse ali, o eterno veredicto: afastai-vos de mim, demônios vivos! Ide para o báratro odioso e para sempre, para o lago fervente onde vos espera seu pai e mentor. Ali sereis atormentados pelos séculos dos séculos de acordo com a gravidade de vossos crimes.

De fato, querem acabar com a raça humana, querem diminuir a população da terra para que haja menos bocas para comer e menos pessoas para dividir suas riqueizas. Matem aos adultos! Cometam genocídios em massa! Tramem guerras! Espalhem ódio entre os que estão vivos e têm pelo menos uma chance de defesa: matem-nos a todos, se dó nem piedade! Mas não toquem nos nascituros indefesos! Quem toca num deles, morde na mão de Deus!

Nenhuma justificativa existe: nenhuma! Nem mesmo o estupro!

(gentileza zunino)


www.recadosaarao.com.br





LEIA TAMBÉM
"GOLPE" DE DEUS
SINFONIA DA CRIAÇÃO (magnífico!)
EXÉRCITO NEGRO
VIVERÃO EM PAZ
Traições clericais
PADRE ATACA LOBO
DIA DE SATANÁS
FUMAÇA DE SATANÁS
NAS FAMÍLIAS



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 8.063.441
Visitas Únicas Hoje: 886
Usuários Online: 172