Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 5195 - Venezuela: Igreja pede respeito pela religião e por símbolos cristãos
Artigo visto 1633 vezes




Visto: 1633
Postado em: 19/05/10 às 18:50:53 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=5195
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Pela profanação de imagens de Jesus e Maria

CARACAS, terça-feira, 18 de maio de 2010 (ZENIT.org).- Diante da notícia de profanação de imagens de Jesus e da Virgem Maria, o cardeal arcebispo de Caracas, na Venezuela, Jorge Urosa, pediu em um comunicado o respeito à religião e aos símbolos cristãos.

Diferentes meios de comunicação venezuelanos difundiram a notícia, afirmou o comunicado, "da profanação das sagradas imagens de Nosso Senhor Jesus Cristo e de Nossa Senhora de Coromoto, ao pintarem nelas armas de guerra, na cidade de Caracas".

Este fato causou "consternação e profundo pesar, não só entre católicos, mas também em setores de outras religiões e crenças".

Diante dessa "desrespeitosa profanação", o cardeal Jorge Urosa Savino, arcebispo de Caracas, e os bispos auxiliares da arquidiocese, fizeram uma série de manifestações.

Afirmam, em primeiro lugar, que "Nosso Senhor Jesus Cristo e Nossa Senhora de Coromoto têm grande significado espiritual para milhões de católicos venezuelanos, desde o nascimento da nossa história e da nossa cultura. Suas imagens são veneradas no culto católico professado pela maioria do povo venezuelano e não devem ser instrumentalizadas ao serviço de nenhuma parcialidade política e menos ainda com evidentes incitações à violência".

Por isso, expressam sua indignação e protesto diante da "falta de respeito às imagens de Jesus Cristo, nosso Salvador, e de Nossa Senhroa de Coromoto, padroeira da Venezuela, ao pintarem de maneira sobreposta armas de guerra e pretender com isso converter uma genuína expressão religiosa do povo católico venezuelano em um mural político bélico".

Consideram também que "este fato abusivo, assim como a manipulação da religião com finalidade política e ideológica, constitui uma ofensa aos sentimentos religiosos da maioria do povo venezuelano e introduz um grave elemento de perturbação e divisão em um país carente de tolerância, de respeito mútuo e reconciliação, de modo particular quando celebramos o bicentenário da independência".

Recordam "às autoridades competentes, responsáveis pelo bem comum e pela convivência pacífica de nossa sociedade, que no art. 59 da Constituição vigente se declara que o Estado garante a liberdade de religião e de culto e o direito de toda pessoa a manifestar sua fé religiosa privada ou pública".

Por isso, exigem "respeito pela religião católica e pelos símbolos cristãos".

E concluem convidando "os fiéis católicos a uma autêntica renovação da fé no Senhor Jesus Cristo Nazareno, nosso Salvador, e do amor filial a Maria Santíssima, Nossa Senhora de Coromoto, padroeira da Venezuela".

 


Fonte: zenit.org





LEIA TAMBÉM
Itália pode ter primeira mulher “sacerdote”
Bento XVI: mundo espera por Cristo, mesmo sem saber
Com Cristo e na Igreja se percorre caminho do bem para o Céu, diz o Papa Bento XVI
Nada pode destruir esperança da Igreja, diz o Papa Bento XVI
Missão do Papa, segundo o Papa
Dom Cláudio Hummes transmite afeto do Santo Padre pelo povo brasileiro
Missão do católico é anunciar Cristo ao mundo, diz o Papa Bento XVI
Desmontam complô para assassinar o Papa Bento XVI
Papa diz que humanidade está ferida e que a fé pode se apagar



 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 7.755.721
Visitas Únicas Hoje: 3.939
Usuários Online: 694