espacojames



Página Inicial
Listar Artigos





Artigo N.º 16622 - Como a mãe de Santa Teresinha pode inspirar outras mães nas suas lutas diárias
Artigo visto 287




Visto: 287
Postado em: 28/09/23 às 08:10:33 por: James
Categoria: Artigos
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=1&id=16622
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos


Santa Zélia relatou sua luta com filhos desobedientes e a preocupação quando as crianças adoeciam. Isso lhe soa familiar?

Por favor, coloque suas calças! Temos de ir!” Minha luta diária para sair de casa com meu filho de dois anos geralmente começa e termina com essas palavras. Eu quebrei minha cabeça para descobrir qual poderia ser o problema ou se estou perdendo algo óbvio. Ele acha suas roupas desconfortáveis? As calças dele são muito pequenas ou muito grandes? Não. Ele está mais interessado em tudo o mais sobre o mundo ao seu redor do que em suas roupas. E ele não tem senso de urgência.

O exemplo de um santa

Acontece que Santa Zélia (a mãe de Santa Teresinha do Menino Jesus) tinha o mesmo problema que eu: enfrentar crianças teimosas e sem senso de urgência. Em uma de suas cartas para sua cunhada, ela conta que estava frustrada porque suas filhas não se arrumavam ou se vestiam para sair prontamente. Certa vez, iam todos para a estação de trem encontrar familiares que vinham visitá-los, mas as meninas simplesmente não se arrumaram a tempo e não puderam ir.

Zélia escreve: “Senti-me muito mal porque as meninas não foram receber o tio. A culpa foi delas. Não importava quantas vezes eu lhes dissesse: ‘Vistam-se mais cedo’. Mas elas não ficaram prontas a tempo”.

Ao ler as cartas de Santa Zélia, encontrei muitas dificuldades parentais em comum ​​que me fizeram pensar: “Se ela também lutou com isso, e ela e suas filhas são santas, talvez haja esperança para nós”.

Aqui estão mais algumas histórias que achei úteis.

Bebês febris

Descobri que não há nada tão desconcertante e angustiante quanto um bebê ou uma criança pequena com febre. Eles são tão pequenos e quando estão doentes é ainda mais lamentável e assustador.

Santa Zélia pensava da mesma forma. Ela escreve para sua filha mais velha, dizendo: “Teresa ainda está doente, coitadinha, e estamos mimando-a por enquanto para ela não chorar porque isso está lhe causando muita dor. Ela sempre está com febre. Fiquei muito preocupada esta manhã, mas estou menos agora porque notei que ela tem um dente grande pronto para nascer. Suas gengivas estão muito inchadas e é quase certo que é isso que está causando a febre.”

Crianças que não obedecem

Santa Zélia conhecia bem as crianças que nem sempre ouviam seus pedidos. Ela escreve sobre uma época em que sua filha mais velha, contava uma longa história à filha mais nova para fazê-la comer.

Vendo que a história não terminava e que a pequena ainda comia, Zélia ordenou: ‘Não dê mais a comida ela. Receio que ela fique doente. Eu estava ocupada em minha mesa e não vi o que aconteceu. Ela ignorou minha recomendação. Então, por volta da meia-noite, a pequena estava doente e eu a segurei nos braços por uma hora.'

Sobre o equilíbrio entre vida pessoal e profissional

Santa Zélia administrava um negócio muito bem-sucedido em sua casa, um negócio que sustentava a família, mas a mantinha muito ocupada e preocupada. Sei que tenho lutado para encontrar a combinação certa de trabalho e presença com meus filhos. É especialmente difícil quando seus filhos falam que eles se ressentem quando você trabalha muito!

Santa Zélia compartilha:

Não é o desejo de acumular uma grande fortuna que me move, porque tenho mais do que sempre quis. Mas acho que seria tolice da minha parte deixar este negócio tendo cinco filhos para sustentar. Devo percorrer todo o caminho por eles e me vejo num dilema. Tenho trabalhadores e não tenho trabalho para lhes dar enquanto outras empresas vão muito bem.”

Ah, Santa Zélia, se a senhora pudesse prever o futuro! Agora, por favor, ore por nós que ainda trabalhamos para encontrar a graça de criar santos como a senhora fez!


Fonte: aleteia.org



Ajude a manter este site no ar. Para doar clique AQUI!

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!




Total Visitas Únicas: 9.776.179
Visitas Únicas Hoje: 1.265
Usuários Online: 287