VELA VIRTUAL


Artigo visto 86710 vezes

Por que o uso da vela?

A luz, especialmente da vela, é um símbolo usado em praticamente todas as religiões e sempre foi ligada à divindade. Acender velas é uma maneira de chegar mais perto do divino.

No início da Criação Deus criou em primeiro lugar a luz, “fiat lux” (faça-se a luz) (Gn 1, 1-3). A Bíblia é cheia de passagens indicando que Deus é como Luz: “O Senhor é a minha luz e a minha salvação” (Sl 26,1). Jesus diz: “Eu Sou a Luz do mundo” (João 8,12; 12,35). O Batismo era chamado de “iluminação” porque o batizando recebia a luz de Cristo. Para o cristão é preciso caminhar “como filho da luz”.

Para a Igreja a luz sempre foi o símbolo da vida, da ressurreição de Cristo e da nossa ressurreição, símbolo da fé, da vida, da esperança, do amor. Nós precisamos de símbolos para nos expressar. O termo “velar”, que vem de vela, significa cuidar, tomar conta. Então, uma vela acessa ao céu é um pedido também de proteção. “Porque o Senhor vela pelo caminho dos justos… (Sl 1, 6). “O Senhor vela pela vida dos íntegros, e a herança deles será eterna” (Sl 36, 18).

São Pedro Julião Eymard, quando falava do sentido vela acessa sobre o altar, explicava que o fogo representa a luz da fé, simboliza o amor; “o fogo que arde e consome diante de Deus é o sinal de nossa adoração respeitosa e contínua e a homenagem perpétua de nosso serviço”.

Quando nos reunimos na igreja ou em casa para rezar, começamos por acender as velas, para significar a fé daqueles que rezam, para significar a presença de Deus em nossa vida e, sobretudo a presença de Deus naquela oração.

Na noite do Sábado Santo, o celebrante acende aquela o Círio Pascal, ele significa a Cristo ressuscitado, vencedor do pecado e da morte, e sua presença entre nós.

Quando se batiza uma criança, para significar que o Batismo comunica a vida da fé, e para significar também a presença de Deus na alma da criança, acende-se uma vela. Essa vela do Batismo é acesa no Círio Pascal, mostrando que a vida de fé da criança é a mesma nova vida de Cristo em sua Ressurreição.

Enfim, nas celebrações religiosas as velas acesas significam a expressão da vida de fé daqueles que rezam e a presença de Deus entre nós.

A vela votiva significa um voto acesso, perene de consagração, de devoção, de confiança e de oração silenciosa.

Como os santos viveram em plenitude como Cristo, Luz do Mundo, então, acender velas para eles é uma forma de prestar-lhe honra e suplicar sua intercessão diante de Deus.

Era costume colocar uma vela benta acessa nas mãos da pessoa que estava morrendo, simbolizando a fé que aquela pessoa viveu no Cristo ressuscitado, suplicando a sua salvação.

Quando acendemos uma vela sobre a sepultura de alguém, isso significa que a pessoa ali sepultada tinha fé, vivia sua fé, irradiava luz com as boas obras que fazia. Significa esperança de vida eterna. A vela acesa sobre o túmulo de um cristão significa também presença de Deus. Portanto, é claro que seria um absurdo acender vela sobre o túmulo de um ateu ou de uma pessoa sem fé.

Acender uma vela só tem valor se a pessoa que a acende tem fé, se esforça para viver segundo a fé de Cristo e da Igreja e procura fazer a vontade de Deus.

Fonte: www.cleofas.com.br
Prof. Felipe Aquino

Qual o sentido das velas na Igreja Católica

A vela tem um significado profundo e singelo ao mesmo tempo. Como só ilumina quando se consome, lembra nosso aniquilamento para ser luz do mundo: só poderemos fazer brilhar o Evangelho em nossas vidas se nos gastarmos por Cristo. Por isso, ela é usada em muitos atos litúrgicos e extra-litúrgicos.

Qual o sentido das velas do altar? Nós as acendemos durante a Missa para mostrar que somos como elas, que se consomem quando prestam seu serviço. Assim devemos ser nós: cumprir nossa missão (a da vela é iluminar e aquecer) e, para isso, nos gastar (para iluminar e aquecer, a vela vai se consumindo, se destruindo). Mais ainda, a consumação da vela representa a entrega de Cristo por nós, pois foi morrendo que nos deu a vida eterna. Ora, a Missa não é justamente a Cruz tornada presente? Nada mais coerente do que ter as velas se consumindo no altar como lembrança do sacrifício que se realiza, como sinal do que está acontecendo. O "sacrifício" da vela é um símbolo do sacrifício de Jesus que se imola por nós na Missa. E também um símbolo dos nossos sacrifícios, meritórios se unidos ao de Cristo.

O mesmo pode ser dito da vela que se acende durante a Exposição do Santíssimo, uma vez que, embora não seja um sacrifício, continua a adoração que prestamos a Deus, iniciada na Missa: só há adoração a Cristo Eucarístico porque houve, em algum tempo, uma consagração mediante a qual se conseguiu o Corpo de Jesus a ser colocado no ostensório ou na âmbula. Essa prolongar da adoração, que une, misticamente, a Missa e a Exposição, é simbolizado pela vela.

Outrossim, ainda no uso litúrgico, a vela pode significar a iluminação, como quando o fiel a recebe em seu Batismo. De fato, pelo Batismo somos iluminados pela graça. Deus, a Luz verdadeira, vem em nossa alma morar.

Já a vela para devoção pessoal é uma faculdade, como toda oração privada, não oficial. Ainda assim, é sumamente recomendada que a usemos nas mais variadas situações - quer para simbolizar o sacrifício de Cristo, quer para significar a nossa consumação diante de Deus, quer, ainda, para representar a luz que de Deus procede (mesmo que mediante seus santos, e, sobretudo, a Santíssima Virgem). Podemos usá-la para o cumprimento de um voto feito a Deus ou aos santos.

Mas o santo só intercede por nós mediante o voto? Mediante a vela? Claro que não! O santo intercede com ou sem voto a ele feito. O voto é mais uma demonstração de nosso afeto, de nossa devoção, do que um condicionamento para a ação do intercessor. Mais uma gratidão do que uma recompensa (até porque o santo já tem a maior de todas as recompensas: a visão beatífica). A finalidade da promessa (seja ela de acender uma vela ou qualquer outra) é a nossa devoção, não um aumento da eficácia do santo.

Acender velas pelos mortos é um modo, outrossim, de, simbolicamente, desejar-lhes a luz, a Luz Eterna, que é Deus.


 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!

Total Visitas Únicas: 6.136.681
Visitas Únicas Hoje: 154
Usuários Online: 262