Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.185.844
Visitas Únicas Hoje: 242
Usuários Online: 223
Sistema de Busca

 

Ateismo
Espaço dedicado aos irmãos Ateus: "Achar que o mundo não tem um criador é o mesmo que afirmar que um dicionário é o resultado de uma explosão numa tipografia" (Benjamin Franklin)




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 2598 - Impresso: 113 - Enviado: 26 - Salvo em Word: 61
Postado em: 09/09/09 às 20:10:54 por: James
Categoria: Ateismo
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=63&id=3018
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Ateismo

07/08/09


É fato incontestável: Antony Flew, um dos maiores filósofos ateus dos últimos cem anos agora garante: Deus existe. Em seu livro DEUS EXISTE: AS PROVAS INCONTESTÁVEIS DE UM FILÓSOFO QUE NÃO ACREDITAVA EM NADA, publicado pela Ediouro, Flew disserta argumentos impressionantes a favor da existência de uma mente divina, de um planejador, de uma entidade superior que sustenta todas as leis físicas e toda a beleza e harmonia do universo.

Antony Flew

Livro: DEUS EXISTE

Chega a duelar até com Richard Dawkins - representante “show-man” do ateísmo atual -, que, para ele, Flew, pertence a uma corrente ateísta que se baseia em uma crença sem prova. Ele diz que “(…) o próprio Dawkins confessa, em outro de seus escritos, que sua visão ateísta do universo é baseada na fé(…)”.

Richard Dawkins

Palavras de Dawkins: “Acredito que toda vida, toda inteligência, toda criatividade e todo desígnio, em qualquer parte do universo, são produtos diretos ou indiretos da seleção natural de Darwin. Acontece que o desígnio chegou mais tarde ao universo, depois de um período de evolução darwiniana. O desígnio não pode preceder a evolução e, assim, não pode ser a base do universo.” Ou seja, esta rejeição à uma suprema Inteligência não tem prova alguma! Ele, que ataca os que seguem “fé cega”, não tolera que discordem dele e faz afirmações sem base alguma.

Dawkins ainda diz que Einstein era ateísta ou, na pior das hipóteses, panteísta (somos todos partículas de Deus, não existe um Deus pessoal). Ele usa apenas citações que comprovam forçadamente o que ele mesmo afirma e não as que o desmente cabalmente. Trata-se de um verdadeiro mentiroso! Vejam citações de Einstein e tire suas próprias conclusões:

“Não sou ateísta, e não acho que posso me chamar de panteísta. Estamos na situação de uma criança que encontra uma enorme biblioteca cheia de livros escritos em muitas línguas, mas não sabe como. Não entende os idiomas nos quais eles foram escritos. Suspeita vagamente que os livros estão arranjados em uma ordem misteriosa, que ela não compreende. Isso, me parece, é a atitude dos seres humanos, até dos mais inteligentes, em relação a Deus. Vemos o universo maravilhosamente arranjado e obedecendo a certas leis, mas compreendemos essas leis apenas vagamente. Nossa mente limitada capta a força misteriosa que move as constelações”.

Einsten não personificava Deus, porque não queria dar formas humanas a Ele, mas isto não o caracterizava como panteísta. “(…) Essa crença firme em uma mente superior que se revela no mundo da experiência, ligada a profundo sentimento, representa minha concepção de Deus.”

Flew afirma que o ateísmo atual nem argumenta em defesa de suas crenças. Prefere atacar as já conhecidas crueldades praticadas em nome da religião ao longo da história. Entretanto, estas atrocidades não tem nenhuma relação com a questão da existência de Deus, “assim como a ameaça de proliferação nuclear não tem relação com a questão E=mc2.”.

O livre-arbítrio é o que causa o mal. Quando nos afastamos de Deus, Ele nos respeita, e o mal acontece. Entretanto, as conseqüências existem, obviamente.

Quando declarou que acreditava agora em Deus, ao contrário dos ateus “sem provas”, Flew demonstrou de diversas formas indícios e provas cabais da existência de uma Mente Divina.

A primeira delas foi o DNA. Para ele, “(…) agora penso que sim, quase inteiramente por causa das investigações a respeito do DNA. (…)o material do DNA mostra, pela quase inacreditável complexidade das combinações necessárias para produzir a vida, que uma inteligência deve estar envolvida no processo de fazer com que esses extraordinários diversos elementos funcionem em conjunto. É extrema a complexidade dos elementos, e enorme a sutileza com que eles funcionam juntos. A chance de essas duas partes encontrarem-se no momento certo, por puro acaso, é simplesmente insignificante. É tudo uma questão da enorme complexidade pela qual os resultados foram alcançados, o que me parece obra de um inteligência”. O fato é que, caso fosse obra do acaso, seria como a vida ter surgido da mesma forma que um bando de macacos teclassem num mesmo computador e pudessem digitar um soneto digno de Shakespeare! O acaso é absurdamente improvável. Impossível.

O processo de seleção natural não confirma a inexistência de Deus, nem a nível genético. Os genes não podem ser egoístas nem altruístas porque não pensam, não podem fazer competição porque não possuem consciência. A seleção natural é um fato lógico, mas não uma competição. O próprio Dawkins se contradiz! É impressionante: “(…)tentemos ensinar generosidade e altruísmo, porque todos nós nascemos egoístas”.

O próprio CHARLES DARWIN, isso mesmo, CHARLES DARWIN, não nega a existência do Divino: “(…) sinto-me compelido a procurar uma Primeira Causa com mente inteligente, análoga, de certo modo, àquela do homem. Mereço ser chamado de teísta.”

A resposta de Flew para sua mudança de opinião é simples: “(…) Esse é o retrato do mundo, como eu o vejo, e que emergiu da ciência moderna. A ciência mostra três dimensões da natureza que apontam para Deus. A primeira é o fato de que a natureza obedece a leis. A segunda é a dimensão da vida, de seres movidos por propósitos e inteligentemente organizados que surgiram da matéria. A terceira é a própria existência da natureza. Mas não é apenas a ciência que tem me guiado. O fato de eu ter retomado o estudo dos argumentos filosóficos clássicos também tem me ajudado(…).”

Um fato incontestável ajuda ainda mais esta mudança: nos últimos cem anos, e alguns dos cientistas mais influentes da atualidade, construíram uma visão convincente de um universo racional que brotou de uma Mente Divina. E, olhem, são cientistas, não religiosos!

Segundo Antony Flew, apenas com a razão humana já é possível acreditar em Deus. A natureza é simétrica. Quem escreveu as leis da natureza? Leis matematicamente precisas, universais e interligadas. Einstein a chamou de “razão encarnada”. Cientistas de Newton a Einstein e a Heisenberg chegaram a resposta do autor destas leis: a Mente de Deus. As leis não foram criadas pelos cientistas, mas literalmente descobertas!

Somente um Deus personificado, com os atributos tradicionais, (onipotente, eterno, onisciente e onipresente), explica melhor a operação das leis da natureza. Os dados científicos não negam. A ciência se baseia no fato de que o universo é meticulosamente racional e lógico.

A questão do princípio antrópico - de que o universo foi ajustado (por alguém) para gerar vida humana - é sustentada cientificamente e prova a existência de um Planejador. Cada vez mais a ciência descobre novas provas que autenticam a afirmação de que o universo sabia que íamos chegar. A teoria de que existem vários universos também acaba por esbarrar na questão da origem das leis da natureza: uma Mente Divina.

Dentre os vários argumentos já apresentados neste artigo e no livro citado terminarei com três afirmações poderosas a favor da existência de Deus. Como surgiu a vida? Como de um universo sem inteligência conseguiu-se produzir seres com intuitos intrínsecos, capacidades de reprodução e química codificada? A vida é mais do que meras reações químicas. Impossível é achar que a vida surgiu por acaso, afirma Flew e a própria Ciência. A origem de uma vida com propósito e capaz de se reproduzir só pode estar em uma Mente infinitamente inteligente.

Flew usa um exemplo. Uma mesa de mármore. Por mais que dure milhões de anos, como surgirá uma vida inteligente de uma mesa de mármore?

Como algo surge do nada? Mais uma questão com uma das afirmações poderosas que prometi  citar. Os ateístas estão embaraçados com o fato de que o universo teve um início. Existe agora prova científica do que já dizia São Tomás de Aquino. Os que acreditam em Deus podem razoavelmente aceitar o “big bang” como algo que confirme sua crença de que “no início” o universo foi criado por Deus.

A terceira e última afirmação de Flew e que reproduzo aqui é: não existe nenhuma relação dos neurônios com nossa consciência. Não existe diferença essencial nos constituintes físicos fundamentais entre um monte de areia e o cérebro de uma pessoa. O pensamento, a imaginação, a capacidade de ser, a concepção de transcendentalidade são fatos inegáveis e que absolutamente transcendem a matéria. O intelecto não possui um correspondente físico. Muito menos a vontade! O cérebro é, no máximo, matéria-prima.” Ele nos capacita a compreender, mas não porque nossos pensamentos ocorram nele, ou porque fazemos com que certos neurônios entrem em ação. O ato de compreender que acabar com a pobreza é algo bom, por exemplo, é um processo holístico que é suprafísico em essência -significado- e físico na execução - palavras e neurônios.”

Se você imagina uma festa, é certo supor que esta festa está fisicamente constituída?

O livro é ótimo e vale a pena ser lido. São provas incontestáveis de que Deus existe. E da forma como os cristãos concebem. Inclusive, na obra de Flew, existe um apêndice que fala que é razoavelmente possível que Deus tenha se encarnado e se revelado para nós na forma de Jesus Cristo. Um estudo super-interessante de um teólogo que passou a ser admirado pelo autor.

Paz e Bem!

Fonte de Pesquisa: DEUS EXISTE: AS PROVAS INCONTESTÁVEIS DE UM FILÓSOFO QUE NÃO ACREDITAVA EM NADA, Antony Flew, Ediouro.

 



Fonte: Texto extraído do site www.revistacatolica.com





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 09/09/09 às 20:10:54 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.


Visite o espacojames nas redes sociais:



LEIA TAMBÉM








Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES