Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.267.668
Visitas Únicas Hoje: 1.978
Usuários Online: 326
Sistema de Busca

 

Destaque




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 1298 - Impresso: 49 - Enviado: 11 - Salvo em Word: 28
Postado em: 14/06/11 às 23:09:00 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=8015
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Parlamentares franceses rejeitaram hoje uma lei apresentada pelo oposicionista Partido Socialista para legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo, apesar do crescente apoio popular aos direitos dos homossexuais no país.


A votação refletiu a oposição ao casamento gay entre os conservadores do governo do presidente Nicolas Sarkozy. Também é uma mostra da marca dos valores tradicionais que ainda vigoram em muitas partes da França, longe dos bares onde os gays são bem-vindos e dos bairros descolados de Paris.

A Assembleia Nacional, Câmara Baixa do Parlamento, rejeitou a medida por 293 votos a 222. A oposição foi liderada pela União por um Movimento Popular (UMP), de Sarkozy, enquanto o Partido Socialista e outras siglas de esquerda defendiam a mudança.

Os partidários da medida afirmam que a França está para trás na questão dos direitos dos homossexuais, após países próximos como Espanha, Bélgica e Holanda legalizarem o casamento gay. Mais cedo neste ano, o principal tribunal francês decidiu que as leis impedindo o casamento entre homossexuais não violavam a Constituição. A Corte Constitucional afirmou que qualquer mudança sobre o tema caberia ao Parlamento.

Na França, os casais do mesmo sexo podem formar uniões civis, porém estas não garantem o direito de herança ou a posse conjunta de bens, entre outras coisas. Os grupos pelos direitos dos gays da França afirmam que seus esforços estão gerando progressos, creditando essas vitórias à cobertura da imprensa e a modelos como o prefeito de Paris, Bertrand Delanoe, que se assumiu como homossexual há alguns anos.

Uma pesquisa publicada em janeiro pelo Canal Plus TV concluiu que 58% dos entrevistados acreditam que os gays devem ter o direito de se casar. Há cinco anos, esse número era de 43%. Não foi informada a margem de erro da sondagem. As informações são da Associated Press.



Fonte: Paraná Online
http://www.parana-online.com.br/editoria/mundo/news/537504/?noticia=PARLAMENTO+FRANCES+REJEITA+LEGALIZACAO+DO+CASAMENTO+GAY





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 14/06/11 às 23:09:00 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.

LEIA TAMBÉM












Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES