Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.420.750
Visitas Únicas Hoje: 1.291
Usuários Online: 481
Sistema de Busca

 

Destaque




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 1553 - Impresso: 42 - Enviado: 24 - Salvo em Word: 35
Postado em: 21/07/10 às 19:22:57 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=5740
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

Acusados com calúnias de violar a lei sobre a blasfêmia


CIDADE DO VATICANO, terça-feira 20 de julho de 2010 (ZENIT.org) - Os meios de informação da Santa Sé denunciaram o assassinato na segunda-feira, 19 de julho, de dois cristãos em Faisalabad, Paquistão, onde se defendiam da acusação de ter violado a lei sobre a blasfêmia.

A notícia recebeu ampla repercussão no "LOsservatore Romano", "Radio Vaticano" e na agência "Fides". As agências missionárias de informação católica como "Asianews", "Églises dAsie" e "Ucanews", acompanharam o caso muito de perto, mostrando a comoção provocada no mundo católico.

Os assassinatos de Rashid Emmanuel, pregador da Bíblia, e de seu irmão, Sajid Masih, presos há três semanas por terem sido acusados por fanáticos muçulmanos de blasfêmia, ocorreram no final de uma audiência num tribunal onde sua inocência já tinha sido demonstrada através de um informe da polícia declarando os dois inocentes.

Os autores dos assassinatos atacaram com armas de fogo na saída do tribunal, ferindo o policial que os acompanhava. Os assassinos abandonaram a cena do crime sem ser detidos.

O funeral foi presidido por monsenhor Joseph Coutts, bispo de Faisalabad, nesta terça-feira.

Em declarações à agência "Fides", da Congregação para a Evangelização dos Povos, Dom Coutts revelou que o funeral foi vivido "num clima de luto, dor e de alta tensão emotiva".

"Disse às pessoas que oferecemos o sangue desses inocentes a Deus com o sangue de Jesus Cristo. Servirá para nossa salvação e, esperamos, para curar nossa comunidade de Faisalabad das enfermidades do ódio e da violência", recorda o prelado.

O secretario executivo da Comissão Nacional para a Justiça e Paz da Conferência Episcopal do Paquistão, Peter Jacob, citado pelo "LOsservatore Romano",  renovou o apelo às autoridades para que se revogue a lei sobre a blasfêmia, utilizada com frequência como pretexto por parte dos integristas muçulmanos para perseguir os cristãos.



Fonte: zenit.org





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 21/07/10 às 19:22:57 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.

LEIA TAMBÉM












Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES