Espacojames


Página Inicial
Listar Destaque




Artigo N.º 11113 - O nome de S. José, esposo castíssimo da Santíssima Virgem será acrescentado na oração eucaristia da Santa Missa
Artigo visto 1921 vezes




Visto: 1921
Postado em: 30/06/13 às 07:45:52 por: James
Categoria: Destaque
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=41&id=11113
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Destaque

A Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, publicou um decreto, datado do dia 1 de maio de 2013, festa de São José Operário, e assinado pelo cardeal Antonio Cañizares Llovera, Prefeito desse Dicastério, pelo qual define que se mencione o nome de São José, depois da Bem Aventurada Virgem Maria, nas orações eucarísticas II,III e IV do Missal Romano.
Já quando o Papa Beato Pio IX declarou São José padroeiro universal da Igreja, só fez exprimir o sentimento do povo cristão e, ao mesmo tempo, prolongou o ensinamento de seus predecessores.
 
Também São Pio X tinha grande devoção a São José. Foi ele que aprovou as ladainhas em honra desse santo e permitiu sua inserção nos livros litúrgicos. Nisso ele estava, disse, em plena conformidade com seus predecessores Beato Pio IX e Leão XIII. São José, com efeito, é um socorro poderoso e utilíssimo para a família e a sociedade (1909).
 
E agora o Papa Francisco confirmou o desejo de Bento XVI de mencionar o Santo Patriarca nas outras orações Eucarísticas já que o Beato João XXIII, por ocasião do Concilio Ecumênico Vaticano II o acrescentou na Oração Eucarística I.
 
Decreto com o qual se acrescenta o nome de São José nas Orações Eucarísticas II, III e IV do Missal Romano
 
--
 
 
 
CONGREGAÇÃO PARA O CULTO DIVINO
E A DISCIPLINA DOS SACRAMENTOS
 
Pelo seu lugar singular na economia da salvação como pai de Jesus, São José de Nazaré, colocado à frente da Família do Senhor, contribuiu generosamente à missão recebida na graça e, aderindo plenamente ao início dos mistérios da salvação humana, tornou-se modelo exemplar de generosa humildade, que os cristãos têm em grande estima, testemunhando aquela virtude comum, humana e simples, sempre necessária para que os homens sejam bons e fiéis seguidores de Cristo. Deste modo, este Justo, que amorosamente cuidou da Mãe de Deus e se dedicou com alegre empenho na educação de Jesus Cristo, tornou-se guarda dos preciosos tesouros de Deus Pai e foi incansavelmente venerado através dos séculos pelo povo de Deus como protetor do corpo místico que é a Igreja.
 
Na Igreja Católica os fiéis, de modo ininterrupto, manifestarem sempre uma especial devoção a São José honrando solenemente a memória do castíssimo Esposo da Mãe de Deus como Patrono celeste de toda a Igreja; de tal modo que o Beato João XXIII, durante o Concílio Ecumênico Vaticano II, decretou que no antiquíssimo Cânone Romano fosse acrescentado o seu nome. O Sumo Pontífice Bento XVI acolheu e quis aprovar tal iniciativa manifestando-o várias vezes, e que agora o Sumo Pontífice Francisco confirmou, considerando a plena comunhão dos Santos que, tendo sido peregrinos conosco neste mundo, nos conduzem a Cristo e nos unem a Ele.
 
 
Considerando o exposto, esta Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos, em virtude das faculdades concedidas pelo Sumo Pontífice Francisco, de bom grado decreta que o nome de São José, esposo da Bem-aventurada Virgem Maria, seja, a partir de agora, acrescentado na Oração Eucarística II, III e IV da terceira edição típica do Missal Romano. O mesmo deve ser colocado depois do nome da Bem-aventurada Virgem Maria como se segue: na Oração Eucarística II: “ut cum beata Dei Genetrice Virgine Maria, beato Ioseph, eius Sponso, beatis Apostolis”, na Oração Eucarística III: “cum beatissima Virgine, Dei Genetrice, Maria, cum beato Ioseph, eius Sponso, cum beatis Apostolis”; na Oração Eucarística IV: “cum beata Virgine, Dei Genetrice, Maria, cum beato Ioseph, eius Sponso, cum Apostolis”.
 
Para os textos redigidos em língua latina utilizam-se as fórmulas agora apresentadas como típicas. Esta Congregação ocupar-se-á em prover à tradução nas línguas ocidentais mais difundidas; para as outras línguas a tradução deverá ser preparada, segundo as normas do Direito, pelas respectivas Conferências Episcopais e confirmadas pela Sé Apostólica através deste Dicastério.
 
Nada obste em contrário.
 
Sede da Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos, 1 de Maio de 2013, São José Operário.
 
Antonio Card. Cañizares Llovera
 
Prefeito
 
+ Arthur Roche
 
Arcebispo Secretário
 

Fonte:
http://novafriburgo.blog.arautos.or
g/2013/06/o-nome-de-s-jose-esposo-c
astissimo-da-santissima-virgem-sera
-acrescentado-na-oracao-eucaristia-
da-santa-missa/

 

Saiba como contribuir com nosso site:

1) - O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!
2) - Receba os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui é grátis!
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por Aqui!
4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações Clique aqui!


Total Visitas Únicas: 6.681.943
Visitas Únicas Hoje: 2.031
Usuários Online: 558