Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 5.460.871 Visitas Únicas Hoje: 309
Usuários Online: 102
Sistema de Busca
Documento sem título

Qual a aparição de Nossa Senhora mais importante na História?

Medjugorje

Fátima














Newsletter Espacojames
Receba nossas atualizações diretamente no seu Email - Grátis!
 

Obras Malignas




Salvar em PDF






Visto: 1808 - Impresso: 47 - Enviado: 13 - Salvo em Word: 46
Postado em: 04/04/11 às 21:42:39 por: James
Categoria: Obras Malignas
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=31&id=7586
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Obras Malignas

Vejamos o que diz a Palavra de Deus:


Pretendendo-se sábios, tornaram-se estultos. Mudaram a majestade de Deus incorruptível em representações e figuras de homem corruptível, de aves, quadrúpedes e répteis.

Seus corações, à imundície, de modo que desonraram entre si os próprios corpos. Trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura em vez do Criador, que é bendito pelos séculos. Amém!

Por isso, Deus os entregou a paixões vergonhosas: as suas mulheres mudaram as relações naturais em relações contra a natureza. Do mesmo modo também os homens, deixando o uso natural da mulher, arderam em desejos uns para com os outros, cometendo homens com homens a torpeza, e recebendo em seus corpos a paga devida ao seu desvario. Como não se preocupassem em adquirir o conhecimento de Deus, Deus entregou-os aos sentimentos depravados, e daí o seu procedimento indigno.

São repletos de toda espécie de malícia, perversidade, cobiça, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade. São difamadores, caluniadores, inimigos de Deus, insolentes, soberbos, altivos, inventores de maldades, rebeldes contra os pais. São insensatos, desleais, sem coração, sem misericórdia.

Apesar de conhecerem o justo decreto de Deus que considera dignos de morte aqueles que fazem tais coisas, não somente as praticam, como também aplaudem os que as cometem. (Romanos 1, 22-32)

============================

Noticiário:

No sábado (31), estão previstos mais três casamentos gays.

Buenos Aires e a província de Santiago del Estero vão celebrar nesta sexta-feira (30), os primeiros casamentos entre pessoas do mesmo sexo no país, desde a promulgação da leique autoriza esse tipo união, no último dia 21.

Nesta sexta, às 9h, vão se casar na capital federal Alejandro Vanelli e Ernesto Larrese, após 34 anos de relação. A cerimônia vai ocorrer na sede 14 do Centro de Gestão e Desenvolvimento da Comunidade (CGDP), no Bairro de Palermo.

Outros dois homens que vivem juntos há mais de 27 anos, o arquiteto divorciado José Luis David Navarro , de 54 anos, e o porteiro aposentado Miguel Angel Calefato , 65, se casarão pela manhã na localidade de Frías, informou o cartório de registro civil de Santiago Del Estero (sem informar o horário) ao jornal “Clarin”. Após a cerimônia, casal e convidados participarão de um almoço privado.

“Estamos muito felizes. Mas isso é quase um trâmite, porque não nos muda como pessoas nem o que sentimos um pelo outro. Simplesmente nos dá um marco legal para ter os mesmos direitos que qualquer cidadão argentino”, afirmou Navarro à agência Efe Navarro.

Segundo o Clarin, outros três casamentos entre pessoas do mesmo sexo – inclusive entre dois chilenos – estão marcados para sábado (31) na Argentina: em Córdoba, Santa Fé e Mendoza.

(Fonte: globo.com)

------------------------------------

Pastores gays realizam o sonho de se casar

RIO – Convidados que não conseguem conter as lágrimas, bolo, padrinhos, traje de gala e a marcha nupcial. Parecia um casamento como qualquer outro, mas não era. Foi celebrado na noite de ontem, numa casa de festas do Alto da Boa Vista, o primeiro casamento entre pastores evangélicos homossexuais do país. Marcos Gladstone, de 33 anos, e Fábio Inácio, de 30, reuniram as famílias e os amigos para oficializar a relação do casal. A data foi escolhida com cuidado: no Dia da Consciência Negra – os pastores homossexuais resolveram dar mais um passo na tentativa de abolir o preconceito (fórum: o que você achou da iniciativa dos pastores?) .

- O sonho de todo mundo é se casar um dia. Os maiores conflitos que vivi em minha vida foram exatamente por me perceber homossexual e ver que não poderia me casar ou mesmo ter a minha família – disse o pastor Marcos. (Vídeo mostra a cerimônia e o beijo final)

Os dois pastores são os fundadores da Igreja Cristã Contemporânea. A denominação evangélica é mais liberal que as igrejas tradicionais e recebe fiéis da comunidade LGBT – sigla para lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros. Como a união entre pessoas do mesmo sexo ainda não é reconhecida legalmente no Brasil, os noivos assinaram um contrato de união homoafetiva durante a cerimônia.

Evangélico gay

Para o pastor Fábio, a cerimônia foi representativa, mas não só do ponto de vista pessoal:

- Este dia (do casamento) é importante na vida de muitas pessoas. A nossa iniciativa é para mostrar que é possível ser gay, ser cristão e ser evangélico.

Uma data especial e histórica

Ao som de canções evangélicas, cerca de 300 convidados do casamento acompanharam a celebração inédita no país. A união foi celebrada pelo pastor Justino Luiz, da Comunidade Cristã Nova Esperança. A igreja de São Paulo, assim como a fundada por Marcos e Fábio, está entre as denominações evangélicas inclusivas. Negro e homossexual, o pastor Justino estava contente em poder celebrar a união homoafetiva de Fábio e Marcos no Dia da Consciência Negra:

- É importante para a visibilidade da comunidade LGBT. Queremos ter os mesmos direitos que todas as pessoas têm, inclusive nas cerimônias.

Marco para a igreja
Um dos padrinhos da união entre os pastores, Alexandre Castillho, de 39 anos, também membro da Igreja Contemporânea, definiu a data como sendo especial para todos os fiéis da sua comunidade evangélica:

- E um marco para nós todos como igreja. Acho que vai abrir um leque de opções. Temos que acabar com o preconceito cada vez mais.

---------------------------------

Argentina: Igreja reivindica plebiscito sobre casamento gay

A Igreja da Argentina reivindica a convocação de um plebiscito sobre o casamento entre homossexuais, direito respaldado pelo governo e cuja aprovação depende do sinal verde do Senado.

A convocação de um plebiscito “seria uma via mais razoável que a seguida pelos legisladores, muitos dos quais atuam sob pressão”, disse o bispo Antonio Marino em entrevista publicada neste domingo no jornal La Nación, de Buenos Aires.

Há muita pressa para sancionar a lei. Em outros países o debate levou anos”, afirmou o bispo, para quem os legisladores que respondem ao governo peronista de Cristina Fernández de Kirchner “têm medo de um plebiscito”.

Marino, um teólogo de 68 anos, foi designado pela Conferência Episcopal Argentina para acompanhar o debate parlamentar de uma reforma do Código Civil, já aprovada pela Câmara dos Deputados, para permitir o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

“Conversei com vários senadores para lhes apresentar a postura da Igreja e muitos admitem que concordam com nossa posição, mas depois aparece o realismo político e terminam apoiando a lei”, comentou.

O religioso defende que para os senadores as pressões governamentais pesam “mais que suas próprias convicções”.

Disse que os senadores “ignoram as implicações encapsuladas no texto da lei”, em referência a permissão para que os casais homossexuais adotem crianças, a consequência “mais negativa” desta reforma legal.

“Chama muito a atenção que em momentos em que a sociedade está preocupada com o índice de inflação, a insegurança, o desemprego e o drama da droga, entre outros graves problemas, se coloque como prioridade legislativa este tipo de lei”, especificou.

Marino, bispo auxiliar de La Plata, capital da província de Buenos Aires, insistiu que é preciso “mais tempo para uma decisão mais sã”.

O Departamento de Laicos do Episcopado argentino convocou uma manifestação em frente à sede do Parlamento para o dia 13 de julho, véspera do debate da reforma no Senado, onde há uma leve maioria a favor de aprovar definitivamente o casamento entre homossexuais, segundo fontes parlamentares.

O governista Frente para a Vitória, facção predominante no Partido Justicialista (peronista), que controla 34 das 72 cadeiras do Senado, acredita que a reforma será aprovada no dia 14 de julho.

Na Argentina só é permitida a união civil entre pessoas do mesmo sexo em quatro cidades, entre elas Buenos Aires. Ao aprovar as uniões homessexuais em 2002, os portenhos criaram um antecedente no país e no continente, sendo o primeiro local a reconhecer os casais homossexuais na América Latina.

Mais de uma dezena de casamentos homossexuais já foram realizados na Argentina, apesar de apelações judiciais de grupos religiosos.

------------------------------------

É… Parece que a nossa Igreja Católica é a única que ainda luta contra… Rezemos!

Não nos esqueçamos de que estamos vivendo a apostasia, o fim dos tempos, o apocalipse. Voltemo-nos para Deus cada vez mais!!!



Fonte: http://reporterdecristo.com/casamentos-entre-homossexuais











Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 04/04/11 às 21:42:39 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.




LEIA TAMBÉM










Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES