CATEQUESE SOBRE A ORAÇÃO n.3
 
 
Recorde de acesso em:
23/03/2016
é de 7.940
Total Visitas Únicas: 6.137.945
Visitas Únicas Hoje: 1.418
Usuários Online: 259
Sistema de Busca

 

Artigos
Artigos sobre diversos temas, todos relacionados a igreja e o nossa vida cristã.




Salvar no Instagram

Salvar em PDF






Visto: 1590 - Impresso: 79 - Enviado: 20 - Salvo em Word: 40
Postado em: 08/10/09 às 19:48:38 por: James
Categoria: Artigos
Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=1&id=3290
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos

CAROS AMIGOS E MEMBROS DO MOVIMENTO TERÇO DOS HOMENS:

"QUE A GRAÇA E A PAZ DE CRISTO JESUS NOSSO SENHOR, E A TERNURA DE MARIA ESTEJAM CONVOSCO E COM OS VOSSOS!



►    CONTINUAÇÃO DA CATEQUESE SOBRE A ORAÇÃO

Já tratamos anteriormente que a oração nos deve levar à união profunda com Deus, ao encontro com o ‘meu Senhor’, mesmo se esta for feita só de repetições (como o terço), mas para isso devo rezar atentamente, com um desejo profundo de me encontrar com o Senhor (esta deve ser a minha intenção ao rezar).

Também já falamos que Devemos rezar com confiança, acreditando que através da oração tudo pode ser mudado. Maria em Medjugorje já dizia que "(...) Com a oração do terço podereis realizar milagres em vossas vidas e no mundo (...)". È uma pena irmãos caríssimos, que muitas vezes nós não rezamos com esta convicção, pois se rezássemos entregando na oração todas as nossas dores e problemas, toda as nossas angustias e sofrimentos, com a confiança que o Senhor pode dar uma resposta, com certeza as coisas ao nosso redor mudaria, com certeza a paz voltaria ao nosso coração e as coisas se tornariam mais claras.

Nossa Senhora em Medjugorje, em uma outra apariação disse: “queridos filhos, rezem o santo terço, para que aconteça um milagre em vosso coração, para que seja dissipada toda a vossa incredulidade (...)”.  É verdade, quanta incredulidade há nos nossos corações, acreditamos mais no nosso agir, do que no agir silencioso de Deus. Acreditamos mais na nossa inteligência, do que naquilo que Deus pode falar no silêncio do nosso coração, quando estamos com Ele em oração. Acreditamos mais nos poderes e nos homens deste mundo, do que na ação de Deus.

Nossa Senhora certa vez disse: “filhinhos, caso não sabeis o que fazer em vossas vidas rezem, pois na oração eu vos mostrareis o que deveis fazer....” É simples, se não sabemos a razão da nossa vida, se estamos em depressão, se não sabemos o que fazer em um determinado momento, não devemos nos agitar, correr de um lado para outro, mas devemos primeiramente parar e rezar, rezar para que Deus mostre o que devemos fazer. Posso testemunhar caros irmãos que muitas vezes quando não sabia o que fazer, me colocava de joelhos no chão, pegava o meu terço e dizia: “Mãe, eu não sei o que fazer nesta situação, me oriente, me mostre o caminho e me dê a paz do teu Jesus!”, e depois de rezar um dois ou três terço, sentia a paz e as idéias estavam mais claras, e conseguia discernir o que fazer.

Devemos rezar sobre os nossos problemas, dificuldades e por tudo aquilo que preocupa-nos, para que tudo possa ser resolvido e entendido através da luz do Espírito Santo, que só recebo com a oração. Desta forma saberemos como agir. Por isso, devemos invorcar sempre o Espírito Santo, pedir os seus dons sobre nós, pedir a sua luz, a sua força, o seu poder, pedir um novo pentecostes em nossas vidas, para que guiados por Ele possamos fazer a vontade do Pai.

A oração deve nos levar a fazer algo de concreto, que não fique pendente para outro dia, "Amanhã eu faço...", este amanhã dificilmente chegará.

 Devemos mergulhar em Deus, em seu pensamento, de modo que possamos enxergar as nossas vidas com o olhar de Deus, e tomar atitudes a partir de inspirações recebidas na oração, e não a partir de um puro raciocínio humano, devemos rezar para saber como agir. Diante de uma situação tensa e complicada, Deus não quer que você corra ou se agite, mas que você pare e reze, e rezando descubra o que é melhor a se fazer, o que Deus quer que você faça, pois caso contrário você correrá o dia todo, mas não saberá para onde estará correndo.

 Maria nos diz: Rezem filhinhos, para que satanás não os agite como o vento agita os ramos(...) Não fiquem angustiados e preocupados(...) Abandonem-se a mim, para que eu possa conduzi-los(...) Rezem para que possam compreender que vocês são meus."  Mensagem de 25-05-88.

Satanás,  e seus anjos rebeldes desejam a todo momento nos fazer perder a paz, e eles batem sempre no nosso ponto fraco, pois eles sabem que quando perdemos a paz, perdemos tudo, perdemos o equilíbrio, perdermos a razão, perdemos a nós mesmos, perdemos Deus do centro de nossa vida. Mas se estamos em oração diante dos momentos críticos que nos fazem balançar, permanecemos em Deus, e Deus em nós, e satanás perde o seu poder.

A oração para ser verdadeira deve me levar a agir como Jesus agiria, ela não pode terminar em sentimentalismo do tipo "Só rezo com o coração quando sinto um arrepio", ou belas palavras do tipo "Te amo Senhor, desejo doar-me totalmente aTi! (enquanto que não deseja mover uma palha para fazer algo concreto para um irmão que você sabe que está necessitando de sua ajuda).

A oração deve ser o meu alimento para poder caminhar na estrada da santidade.

Me alimento não para descansar ou ficar sem fazer nada, mas para fazer algo, me mexer, assim a oração deve me encher de Deus para dar-me forças de lutar contra o meu pecado predominante, contra satanás, e contra as minhas próprias paixões. Rezamos para chegar a Deus, fugindo do pecado, e fazendo um caminho de conversão, de purificação, de arrependimento, de libertação contra satanás e todo o mal que deseja nos escravizar.

Podemos dividir a palavra oração em Orar e Ação, por isso a oração é um subir a Deus (espiritual) e um descer do encontro com Deus e ir ao encontro do irmão e das coisas terrenas com a força de Deus (concreto).

A oração para ser verdadeira deve me levar a fazer algo para o próximo, a fazer um caminho de Santidade (conversão) e a lutar contra os meus vícios cotidianos, de modo que eu possa me desapegar de mim mesmo, do meu egoísmo, desejos desenfreados para me abrir aos projetos de Maria e assim executá-los.

A oração deve me levar a conhecer a vontade do Pai, a aceitá-la, e assim poder executá-la para ser uma pessoa realizada, pois a verdadeira felicidade e realização está em Deus, em cumprir a sua vontade.

A oração quando é verdadeira, ela deve nos desmascarar dos nossos pecados e da nossa falsa imagem de sentirmo-nos bons, prestativos, santos e humildes, pois Deus nos conhece e sonda os nossos corações. Pois se nos encontramos com Deus que é três vezes Santo, automaticamente veremos as nossas impurezas e pecados. Quanto mais verdadeira for a oração, mais conheceremos o nosso pecado e as trevas que estão dentro de nós, e na medida que nos abrirmos para que a luz do Senhor entre em nossos corações, o Senhor me curará e operará milagres em nossa vida.

Rezar é, portanto, descobrir a vontade de Deus sobre mim, sabendo que sou pecador, mas principalmente rezar é me alimentar de Deus, para servi-lo, conhecê-lo e amá-lo concretamente mostrando-lhe este amor com a minha vida, com os meus atos e contra o pecado.

Não podemos nos iludir imaginado que rezaremos com uma total entrega a Deus, que entraremos em um êxtase profundo, onde passaremos horas e horas em pura contemplação, isso pode acontecer, mas devo saber que a oração é também árides, é luta contra o meu mau humor, má vontade de rezar. É fácil deixar-me levar pelo mais cômodo, rezar em qualquer posição, de qualquer forma, sem atenção, deixando-me tomar pelas distrações.
Rezar é uma ação que exige de mim a inteligência e o esforço. Se nos esforçamos, se formos constantes e rezarmos mesmo quando a oração for árida, Deus na sua imensa bondade nos dará o dom da oração, mas para isso devemos ser perseverantes, e um dia a oração será alegria e descanso para nós.

Na vida de oração, todos nós somos aprendizes e alunos do Espírito Santo, e cada dia Ele nos da a possibilidade de mergulharmos mais profundamente em Deus, por isso, quem se sente já avançado na oração e no encontro com Deus, é como um parasita que nem puxando com um gancho, conseguimos removê-lo.
Muitas vezes falamos com Deus, desabafamos, mas logo ao terminar, nos levantamos, fazemos o sinal da cruz correndo e vamos embora. É claro que com esta atitude, nunca iremos escutar a voz de Deus que deseja também nos falar algo, dar-nos uma resposta, uma solução para os nossos problemas.

O pior é que mesmo assim, dizemos:  "Deus não fala comigo!". Não fala porque não paramos para escutar o que Ele queria nos dizer. É preciso que fiquemos em silêncio para escutar o que Deus quer dizer, ou melhor, para entender o que Ele espera de nos. Deus quer nos falar constantemente.

A oração deve se tornar uma alegria para nós, e poderia ser uma alegria se seguíssemos o segredo, ensinado pelo nosso fundador Padre Eugenio. Ele nos diz: "Diga quando fores rezar: Jesus neste momento eu quero rezar e quero ser a tua alegria. Faça com que o Pai escute esta minha oração como se fosse Tu que a fizesse. Com certeza se rezássemos assim o Pai escutaria a nossa oração e falaria ao nosso coração".

Devemos pedir na oração este encontro com o Senhor e o dom de escutarmos a sua voz em nosso coração.

Segundo a Espiritualidade Mariana em Medjugorje, Nossa Senhora deseja que aqueles que se reúnam para orar, os integrantes do grupo sejam um só coração, uma só alma, para assim poderem apressar um novo pentecostes, contudo é preciso que rezem, ou seja, que abram a alma à oração. Isto só será possível quando tiverem uma vida madura de oração.

Só conseguirá alcançar a oração do coração àquele que se esforça a caminhar na escola de oração de Maria, pois àquele que está acostumado a rezar só quando se reúne com os outros, infelizmente ainda não descobriu o gosto do encontro do Senhor que fala ao seu coração.

É muito importante que antes de participarem do  grupo que se reúne para orar o terço, os pais dêem testemunho de sua vida cristã aos filhos. É importantíssimo que os filhos desde pequenos vejam os seus pais rezando, pois uma família que reza, é unida pela oração, é uma família feliz.

Quando os filhos vêem seus pais rezando, e são convidados a rezar juntos, nasce aí um novo grupo de oração familiar, abençoado e querido por Deus. Desta forma os filhos iniciam também desde pequenos  trilhar, ou melhor, aprendem o caminho de santidade, de encontro com o Senhor, mesmo se não forem capazes de entender ou permanecerem o mesmo tempo dos pais em oração, devem ser educados para se comportarem diante da presença do Senhor com reverência. Isto criará raízes profundas nos filhos, que mesmo diante de uma futura crise de fé, algo permanecerá. É importantíssimo que os pais levem os filhos desde pequenos na oração do terço, para iniciarem desde criança esta escola de oração e santidade.

É importante esclarecer que o primeiro grupo de oração é a família, a qual deve rezar para permanecer unida no amor, unida nas dificuldades, nas tentações, na luta contra satanás que deseja de qualquer forma possível criar a divisão, mas nós sabemos que Jesus nos fez uma promessa em Mateus 18,19-20: "Digo-vos ainda: Se dois de vós se unirem na terra para pedir qualquer coisa em meu nome, hão de consegui-lo do meu Pai que está nos céus. Porque onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, eu estarei ali no meio deles"

Peçamos neste momento o dom da oração do coração, o dom de sermos um só coração e uma só alma, o dom de sermos santificados em Cristo pelo poder do Espírito Santo. Peçamos que o Senhor envie sobre nós o seu Espírito de paz e amor, e coloquemos o nosso propósito concreto de ser, durante esta semana sinal de paz e amor ao nosso próximo, mas para isto pense já em uma pessoa que necessita da paz e do amor do Senhor e escolha um ato concreto para ajudá-la.

Por Intercessão da Toda Santa e Toda Pura, a Bem-Aventurada  e Sempre Virgem Maria Rainha da Paz, abençoe-vos o Deus Todo-Poderoso e Misericordioso: "Em nome do Pai  e do Filho e do Espírito Santo. Amém!”

UNIDOS EM ORAÇÃO COM MARIA RAINHA DA PAZ!

Pe. Mateus Maria, FMDJ
Mosteiro Menino Jesus
 




paniejezuufamtobie@terra.com.br
Visite o nosso site: www.mosteiroreginapacis.org.br
Visite a nossa página de espiritualidade Mariana http://rainhadapaz.blog.terra.com.br/

Panie Jezu Ufam Tobie!





Postado por: James - www.espacojames.com.br em: 08/10/09 às 19:48:38 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.


Visite o espacojames nas redes sociais:



LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacojames.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES